Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Abr 15

(Bala maioritariamente norte-americana)

 

Qual será o país árabe que com a cumplicidade dos EUA subsidia o grupo terrorista ISIS na destruição de mesquitas shiitas no Iraque?

 

iraq-2.jpgiraq-1.jpg

Explosão de uma mesquita na cidade de Mosul no norte do Iraque

 

E que colaborando com este movimento terrorista da mesma forma como o tem feito com a AL-QAEDA (outra criação conjunta Arábia Saudita/EUA), só tem contribuído para o massacre iraquiano.

 

iraq-14.jpg

Execução de pretensos membros das forças de segurança iraquianas

 

E que intervindo indirectamente no conflito e genocídio em curso na Síria, seja através do movimento terrorista ISIS ou da própria AL-QAEDA (fortemente subsidiados em termos financeiros), tem ajudado à instalação do caos e da morte no Médio Oriente.

 

iraq-4-v2.jpgiraq-9.jpg

Militantes do Estado Islâmico claramente bem tratados e fortemente equipados

 

Depois do Afeganistão, do Iraque, da Líbia e mais recentemente do Iémen (só mencionando os casos mais falados), toda esta região do globo tem entrado nos últimos anos e como que sequencialmente em violentíssima convulsão (até parece a concretização de um plano), excepção feita para aqueles países que atravessaram o tempo e o espaço das famosas Primaveras Árabes.

 

Ao mesmo tempo que os EUA concentram a grande maioria das suas forças económicas, financeiras e militares no novo Eixo do Mundo, não se deixam no entanto distrair sobre a evolução do cenário global, continuando extremamente interessados e ocupados com a concretização dos seus planos, em zonas de momento consideradas de interesse menor: como é o caso da Europa (Ucrânia/Rússia) e o do Médio Oriente (Israel/Petróleo/Irão). Que o diga o Iémen.

 

2000.jpg

Tanque circulando no porto iemenita de Aden localizado na periferia da cidade

 

Agora temos mais um país da região a adicionar aos já tão poucos territórios sem Estado, Governo, Leis ou regras mínimas de sobrevivência: estados não existentes instalados em territórios existentes (com pessoas) e agora deixados completamente ao abandono e à sua sorte danada. Com o azar de ter a Arábia Saudita como vizinho, com esta a reabastecer facilmente as suas organizações militares paralelas já instaladas no terreno como a AL-QAEDA e o ISIS. Dividido o país em três regiões de influência (Governamental/Rebelde/AL-QAEDA+ISIS), bombardeadas as suas infra-estruturas básicas (estradas, pontes, casas) e autorizados a descartar-se mesmo de cidadãos norte-americanos, eis que sob a bandeira de um Estado Islâmico (o oficial) surge uma nova Líbia. Mas qual será mesmo esse Estado Islâmico Modelo que “continua a ser um dos poucos países do mundo que não aceitam a Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU” (wikipedia.org)?

 

(imagens – AP/Getty Images/Reuters)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:43

Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO