Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

13
Jan 16

É só vê-los passar:
Alguns sem rabo, sem orelhas e cada vez mais pequeninos, mesmo à medida de um brinquedo (de companhia e de preferência para adultos) e muito bem formatados.

 

popular-small-dog-breeds.jpg

Cães – e na imagem podíamos ser nós

 

Como se ainda fosse necessário efetuar mais uma demonstração do que o Homem é capaz de fazer à Natureza (à fauna, à flora, ao meio ambiente e ao próprio), basta ler mais esta informação publicada pelo magazine online Science Daily para tirar qualquer tipo de dúvidas: agora a vítima é o Cão.

 

Dog domestication may have increased harmful genetic changes, biologists report
(parte de artigo publicado em 11.01.2016 pela Universidade da Califórnia)

 

Domesticating dogs from gray wolves more than 15,000 years ago involved artificial selection and inbreeding, but the effects of these processes on dog genomes have been little-studied.

 

UCLA researchers analyzed the complete genome sequences of 19 wolves; 25 wild dogs from 10 different countries; and 46 domesticated dogs from 34 different breeds. They found that domestication may have led to a rise in the number of harmful genetic changes in dogs, likely as a result of temporary reductions in population size known as bottlenecks.

 

"Population bottlenecks tied to domestication, rather than recent inbreeding, likely led to an increased frequency of deleterious genetic variations in dogs," said Kirk Lohmueller, senior author of the research and assistant professor of ecology and evolutionary biology in the UCLA College.

 

"Our research suggests that such variants may have piggybacked onto positively selected regions, which were also enriched in disease-related genes," Lohmueller said. "Thus, the use of small populations artificially bred for desired traits, such as smaller body size or coat color, may have led to an accumulation of harmful genetic variations in dogs."

 

Pelo que o mais certo é continuarmos a ver estes animais domésticos a reproduzirem-se cada vez com mais alterações genéticas introduzidas consciente ou inconscientemente pelos seus donos e patrocinadores (especialmente para melhorarem o seu impacto visual), até aos donos dos novos mutantes chegarem finalmente ao dia em que terão transformado o seu animal (e aquele que há em si) numa mera Coisa.

 

E de preferência funcionando a energia solar (assim ficando a hibernar deixando-nos em paz a dormir).

 

(texto/itálico: sciencedaily.com – imagem: ots-photo/Fotolia)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:56

Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO