Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Fev 21

[Não havendo mais nada a fazer (senão esconder-se em casa/desaparecer) e olhando para o IEFP (devendo-se preocupar mais com os formandos/desempregados e não com os formadores/empregados) Portugal/Algarve para quem não quer ver (tal como acontece como as chefias atarefadas, mas sempre ausentes) tendo tanto para pensar/fazer.]

 

Número de desempregados registados cresce 32% em janeiro.

Por regiões, o maior aumento homólogo foi registado na região do Algarve (61%).

 

foto-5.jpg

Centro de Emprego e Formação Profissional de São Vicente

Monte Sossego – Mindelo

 

Face ao mês de dezembro de 2020, o número de pedidos subiu 5,5%.

 

“Contribuíram (para o aumento do desemprego) todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para as mulheres, adultos com idade igual ou superior a 25 anos, os inscritos há menos de um ano, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o secundário.”

 

Por grupos profissionais, o maior aumento (47%) teve lugar entre os “trabalhadores dos serviços pessoais, de proteção segurança e vendedores.”

 

[Sabendo-se da situação dramática e de pré-catástrofe que se vive atualmente na região do Algarve ─ com a pandemia, o desemprego, a fome e no final a fuga ─ como resultado (expetável por lógico) da aplicação das opiniões das nossas “mentes que brilham”: durante décadas e décadas e contra todas as indicações (técnicas/científicas) optando (já que corria por certas mãos tanto dinheiro) por uma monocultura (investindo só nessa área) ─ liquidando a já tão reduzida proteção à Agricultura e às Pescas (em decadência visível) e restringindo-se unicamente ao Turismo. E morrendo esta (área do Turismo) morrendo tudo à sua volta.]

 

(texto/excertos: André Cabrita-Mendes/jornaleconomico.sapo.pt/22.02.2021

─ imagem: iefp.cv)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:38

Fevereiro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO