Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

28
Abr 14

“Tal como o tempo, o DINHEIRO é uma abstracção e um meio de manipulação”

 

Terminado o cenário cientifico e premonitório envolvendo a palavra Sexo – o estudo estendeu-se por onze sessões e o resultado foi o esperado – e face à necessidade urgente do aumento de audiências do blogue face à rápida descida da taxa de visualizações – desde que a palavra Sexo desapareceu – resolvemos agora desenvolver um novo estudo pormenorizado de prospecção, envolvendo uma outra palavra da tríade Sexo, DINHEIRO e Poder: precisamente DINHEIRO. O período de utilização deste expediente publicitário será idêntico ao anterior (utilizando como engodo evidente a palavra Sexo). Como condimentos deste novo repasto – depois de Sexo o DINHEIRO como prato principal – e caso se verifique ser necessário a sua utilização para incentivar o leitor à visualização, poderemos adicionar como apêndice suplementar mas poderoso, a palavra Mulher (p/homens) e a palavra Homem (p/mulheres).

 

Numa mala de trabalho tudo cabe: desde preservativos até DINHEIRO

 

Pelo povo sacrifiquei-me a vida inteira – sempre ao serviço da causa pública – pondo de lado as minhas obrigações familiares e fixando-me num T0 em desconstrução, sem serventia e sem mulher. Mais tarde comprei um Mercedes com 300.000km (em cem prestações), aluguei uma moradia durante um mês (com o pouco DINHEIRO que me restava), frequentei a Câmara da terra (onde encontrei outros como eu) e o baile da aldeia (onde encontrei mulheres sem dono e sem sexo como eu), candidatando-me de seguida à Junta de Freguesia. A minha campanha foi exclusivamente dirigida às mulheres, vencendo as eleições com 80% dos votos, incluindo netas (de maior idade) e avós. E então a minha vida mudou e no movimento o DINHEIRO circulou. Já não precisava mais de amigos IEFP ou CAP para me certificarem e me arranjarem o emprego que me era devido e assim poder finalmente ensinar a cozinhar, sem nada mais ter feito neste sector senão comer. Como cidadão modelo fui comemorar o meu evento, levando comigo poder e DINHEIRO e recebendo em troca e no meio de muito álcool, mulheres e o devido sexo: o passo seguinte seria ser Presidente da Câmara e para só pedia “que me deixassem trabalhar”. Na terra a minha primeira amante era algarvia, tinha um grande espaço para receber e chamava-se Ema: de que me recorde dei-lhe multiusos.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:21
tags:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO