Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Nov 16

Colégio Eleitoral:

(Total: 538 – Maioria 270)

DONALD TRUMP = 274

HILLARY CLINTON = 218

(12:10 em Portugal)

 

trump-wins-what-if-main_480_andieiam-twitter.jpg

Efetivamente Donald Trump

 

É estranho estar aqui a referir-me à vitória de um candidato de direita (partido Republicano) nas eleições presidenciais norte-americanas, vencendo um candidato aparentemente de esquerda (partido Republicano) que eventualmente teria mais ligações com o que eu vejo e penso: em princípio sentir-me-ia preocupado mas sabendo como é a política norte-americana e como os dois candidatos são tão iguais (entre outras qualidades um seria pervertido e o outro vigarista), o que nos resta é esperar e ver o que dali sai (daquele grande saco de gatos).

 

Enquanto a média das sondagens (realclearpolitics.com) no próprio dia do ato eleitoral (8 de Novembro) apontavam para uma vitória da candidata Democrata (HC = 46% DT = 42 GJ = 5% JS = 2%) – não só no colégio eleitoral como no voto popular – eis que surpreendentemente DONALD TRUMP não só vence as eleições e é declarado o 45º Presidente dos EUA, como contribui para a manutenção da maioria REPUBLICANA no SENADO e na CÂMARA dos REPRESENTANTES. Uma vitória espetacular do candidato Republicano (em princípio representando a direita mas no entanto descrito como antissistema) sobre o candidato Democrata (em princípio representando a esquerda e no entanto vista como pró-sistema), conseguida contra a esmagadora maioria da campanha de opinião/intoxicação (não de factos concretos e relevantes) promovida pelos MEDIA (não só nacionais como talvez por contágio internacionais,) mas sobretudo (principal virtude responsável pela vitória de DONALD TRUMP) baseada numa campanha inteligente da sua equipa tendo como objetivo chamar ao ato eleitoral todos os norte-americanos fartos do SISTEMA, dando-lhes de novo esperança e levando-os a votar: pelos vistos em TRUMP e muito provavelmente com os votos de muitos daqueles cidadãos que apoiaram nas primárias Democratas SANDERS e que face a terem que optar por CLINTON, votaram no outro candidato aparentemente (quando já nada há mais em que acreditar) antissistema.

 

Sem que ninguém nos EUA ou no Mundo o previsse e apanhando todos de surpresa: o que deixando de ser estranho parece transformar-se agora num sintoma não de uma doença mas de uma realidade que desde há muito tempo já se apoderou do MUNDO (mas que muitos – por interesse ou por incompreensão – ainda têm muito dificuldade em aceitar), como tem vindo a ser demonstrado em atos eleitorais realizados no MUNDO OCIDENTAL e de que o BREXIT e TRUMP são fenómenos bem evidentes e imparáveis. Ou não fosse o caso de dos 7 biliões de seres humanos habitando neste planeta cada vez terem menos, face aos que cada vez sendo menos têm mais. Não querendo significar que TRUMP seja a solução (difícil vinda de um REPUBLICANO) mas certamente o início de um caminho – que pode muito bem ser aberto pelos apoiantes de SANDERS se os mesmos (e os DEMOCRATAS) quiserem renovar o partido, voltar a ter maioria nas duas câmaras e acima-de-tudo ganhar as próximas presidências norte-americanas.

 

Candidato

Partido

Colégio

Eleitoral

Votação

Popular

Donald

Trump

Republicano

274

58,914,866

 

Hillary

Clinton

Democrata

218

59,036,741

Gary

Johnson

Libertário

0

3,994,350

 

Jill

Stein

Verde

0

1,188,503

(os 4 candidatos mais votados – às 12:10 do dia 9 em Portugal)

CE = 538 – maioria p/ser Presidente: 270

Com DT a ser eleito Presidente ao atingir a maioria no Colégio Eleitoral

Apesar de ter de momento menos votos populares que HC

 

Curiosamente um resultado que começava já a ser uma forte possibilidade para alguns canais alternativos de notícias (mesmo estes muito poucos), alguns deles considerados pouco credíveis, associados a um dos lados (mas sendo extremistas) e adeptos das teorias da conspiração (ou de qualquer outra coisa parecida. Como é o caso do SITE superstation95.com.

 

Na véspera das eleições (dia 7):

 

Hillary CANCELS Election Night Fireworks; knows she's going to LOSE . . . badly!

 

 

No dia das eleições (dia 8):

 

Trump Leads in PA, FL, MI, and GA - Landslide / Political Revolution!

 

Midnight Voting Complete in New Hampshire! Trump 56.1% Clinton 43.9%

 

 

No dia segunte (dia 9):

 

!! TRUMP WINS !!

 

Secures 274 Electoral College Votes!

Hillary Clinton HAS called Donald Trump to Concede the Election

Republican Presidential Candidate Donald J. Trump has won the Presidency in a stunning victory; shattering voter turnout records, and defeating rival Hillary Clinton.  Trump's victory is nothing short of a Political Revolt by the American People.

 

Ficando-se agora a aguardar a evolução dos acontecimentos (globais) até ao dia em que DONALD TRUMP tomará posse como Presidente dos EUA (em Janeiro de 2017), não só entre os norte-americanos (que prevejo tal com é tradição e do seu interesse uma transição política interna pacífica) mas sobretudo no resto do Mundo e mais especificamente entre os seus (dos EUA) Aliados Ocidentais: sem estratégia, sem orientação política e sem ideologia, unicamente seguindo as ordens do Chefe (de onde vem o dinheiro, cegamente e por vezes esmagando-nos violentamente contra a parede – mesmo assim safando-se sempre (pelo menos até hoje) ao utilizar-nos (os cidadãos europeus) como simples AIRBAGS. Tornando-se pertinente para a EUROPA que esta mesma compreenda definitivamente o que o MUNDO HOJE JÁ É (e o mais rapidamente possível) sobrepondo-se de novo à ideologia das armas e privilegiando o diálogo, o respeito e o entendimento: com os EUA, com a Rússia e sobretudo com a China.

 

A outra grande conclusão a tirar de mais este grande e significativo ato eleitoral agora realizado nos EUA (antes tivéramos o BREXIT), é de que os cidadãos deste mundo não estão mais dispostos a serem enganados pelos seus pretensos representantes políticos e ainda-por-cima a serem insultados pelos mesmos que os ludibriaram justificando as suas incompetências e prepotências, como sendo culpa das suas vítimas ou seja de nós próprios – no fundo e como diria HILLARY CLINTON (desrespeitosamente) os Deploráveis. Por isso Perdeu!

 

(imagem: WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:17

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
16
19

20
22
25
26



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO