Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Mar 15

Dois potenciais inocentes e como tal inimputáveis. Senão vejamos: enquanto um deles não estava informado de nada (antónimo de saber), em relação ao outro ninguém lhe inseriu no seu conhecimento o que se estava a passar (antónimo de conhecer). Mesmo no segundo caso nada de extraordinário se passará, até porque quem desconhece é porque passa a não saber.

 

af-4c9a.jpg

Ministra das Finanças e Secretário de Estado dos Assuntos Ficais

 

O único ponto de interrogação poderá residir na questão de se apurar se os dois teriam ou não a obrigação de saber ou de conhecer, já que se a resposta for afirmativa pelo menos um deles terá de se demitir. Ou ser demitido? Sabendo-se de antemão que qualquer um deles tem um superior hierárquico, podendo ter (sem o saber ou conhecer) a sua cabeça a prémio.

 

(imagem: Alberto Frias/Expresso)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:01

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO