Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Elites da Comunicação (e da Desgovernação) PT

Domingo, 21.02.21

[Em tudo julgando (por uma questão de direitos adquiridos e como sempre) ser tão boa como as melhores (numa decisão por eles definida como sendo irrevogável).]

 

“Tão bom, não ficando atrás do Butão.”

 

Screenshot_2021-02-21 SAPO.jpg

 

Butão Vs. Corvo

 

thumbs.web.sapo.io.jpg

 

BUTÃO/ÁSIA:

(tendo registado apenas durante esta pandemia, (a) 1 morto por covid-19)

 

(a)

Como é que o Butão conta apenas 1 MORTE POR COVID-19 desde o início da pandemia?

(João Moreira da Silva/Visão/visao.sapo.pt/21.02.2021)

 

CORVO/PORTUGAL:

(tendo registado apenas durante esta pandemia, (b) 1 caso positivo covid-19 e (c) sendo todos vacinados)

 

(b)

Ilha do Corvo deteta primeiro 1º CASO POSITIVO.

Era a última ilha dos Açores sem casos de covid-19.

(Lusa/publico.pt/23.01.2021)

 

(c)

Corvo, a ilha em que já foram TODOS VACINADOS contra a covid-19.

“Foi o melhor que nos aconteceu.”

(Rui Pedro Paiva/publico.pt/21.02.2021)

 

[Sendo-se mais uma vez despachados por uma corrente obsessiva de autointituladas “mentes que brilham─ e no meio da escuridão com estes navegando entre as margens do “território dos fundidos (fodidos/queimados).]

 

mw-860.jpg

Sim ou não pela continuação do estado de emergência?

 

Neste ultima declaração do Estado de Emergência prorrogado de 15 de Fevereiro a 1 de março (o que atualmente vivemos), perante a possibilidade (até pelo que aconteceu na anterior vaga e a experiência aí recolhida) de o mesmo se poder estender por mais algum tempo ─ a 2 de março (estendendo-se até 16) e a 17 de março (estendendo-se até 31 de março) ─ suspeitando-se que os lobbies perante a passividade do Governo (oscilando entre Saúde e Economia) nunca deixarão de pressionar, tentando a todo o custo acelerar o desenvolvimento do processo (mesmo que saltando, sobre fases do mesmo). Deixando-nos extremamente preocupados até pela desvalorização (por parte do Governo) e desrespeito, das posições do Presidente. A 17 ou a 24 de março (quando deveria ser quando muito a 1 de abril) ou (para os loucos/irresponsáveis ditos imputáveis) mesmo a 2 de março.

 

(imagens: Visão/Sapo/Público ─ José Sena Goulão/EPA7expresso.pt)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:26