Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Em Caldo Verde ─ Não se sabendo se c/ Chouriço

Domingo, 14.03.21

[Fácil, não muito barato, mas podendo dar milhões.]

 

Como ─ ignorando o envolvimento não mencionado de mecanismos extras e imprescindíveis no processo de produção (como transformação/distribuição) ─ se consegue criar algo (neste caso alimento), sem quatro dos seus elementos principais: Sol, água e combustível para além de pesticidas ─ Sundrop Farms is a leading horticultural player in Australia producing high-value fruit using renewable sources” (sundropfarms.com).

 

header-home-1-1600x720.jpg

 

Apresentando-se como investidor e dono deste grupo (australiano) ─ “redefining sustainable greenhouse production of fresh fruits and vegetables” ─ a empresa SUNDRP FARMS, dirigindo-se para uma indústria de produção não poluente, não destruindo solos (não os utilizando diretamente), não desperdiçando recursos (água/combustíveis fósseis), nem utilizando produtos químicos (como pesticidas).

 

gallery-home-01-1800x1314.jpg

 

Em pleno deserto australiano (sul da Austrália) não muito longe do oceano Índico (Grande Baía Australiana) edificando uma grande infraestrutura dedicada à produção, no caso de um produto alimentar- vegetal o tomate: servindo-se de perto de 23.000 espelhos solares para a produção da energia necessária à concretização do projeto.

 

gallery-home-02-1800x1314.jpg

 

No processo de produção de cerca de 180 mil pés de tomate e para além da técnica aí utilizada (introduzindo cascas de coco e insetos) ─ além dos 200 milhões de dólares investidos no meganegócio, no deserto seco e árido, nos confins do mundo ─ utilizando-se processos alternativos como o dos “espelhos” e da “água-do-oceano”.

 

IMG_9515-1512x1314.jpg

 

No deserto do sul da Austrália obtendo-se energia através do Sol (como já vimos com os espelhos ou painéis solares) e sendo necessário a existência e utilização de água (doce), indo-se buscar a mesma ao oceano (a uns quilómetros de distância) sob a forma de água-salgada até chegar à “estufa”: aí antes da sua utilização dando-se a dessalinização.

 

(fonte: SAPO/SUNDROP/WIKIPEDIA ─ imagens: sundropfarms.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:39


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.