Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Ago 18

[Califórnia – EUA – 2018]

 

Smoke from California wildfires now covers three quarters of the state

(cbs.news/08.08.2018)

 

mediadc.brightspotcdn.com.jpg

Uma imagem do avião a jacto Boeing A 747 utilizado nos EUA

Para o combate do grande incêndio ainda em curso no estado da Califórnia

Aqui registado no passado dia 2 de Agosto sobrevoando a cidade de Lakeport

(imagem: Kent Porter /The Press Democrat/AP)

 

california-wildfires-today-180801-main-art-02_e4f4

Com o incêndio a atravessar a 31 de Julho a localidade de Lakeport

Atingindo com a sua violência infernal todos as construções à sua passagem

Como aqui registado em Dessie Drive

(imagem: Noah Berger/AP/today.com)

 

Dada a grandeza do incêndio em curso no estado da Califórnia (para esta região o maior da sua história) com os especialistas oficiais a preverem o seu fim (antes em meados de Agosto) nunca antes do mês de Setembro (ou não fosse a sua área já comparável à de Los Angeles).

 

california-wildfires-today-180801-inline_e4f49e443

Como em todos os incêndios e no caso das suas vítimas diretas

Para além de toda a destruição urbana/de toda a destruição rural

Contabilizando-se sempre os animais desde que sendo racionais (daí a fuga da ave)

(imagem: Noah Berger/AP/today.com)

 

2018-08-06_wor_43057870_I1.JPG

Tal como cá tentando salvar a sua habitação situada perto de Clearlake Oaks

Com as altas temperaturas e fortes ventos registados

Originando o maior incêndio florestal na história do norte da Califórnia

(imagem: independent.ie/Getty Image)

 

E segundo o seu Governador com estas condições de calor (extremo) conjugadas com os fogos florestais (catastróficos) talvez nunca tendo ocorrido desde há uns 10.000 anos (segundo ele quando a nossa Civilização emergiu).

 

Controlled-burn-California-wildfires-Getty-640x479

Face à violência do incêndio ao tempo extremamente seco e à ação de ventos fortes

E agora segundo Donald Trunp graças a más leis ambientais (o que até é verdade)

Pouco mais havendo a fazer senão aguardar rezar se necessário fugir

(imagem: Mark Ralston / AFP / Getty/ breitbart.com)

 

Num grande incêndio despoletado num terreno coberto e pejado – de milhões e milhões de árvores – muitas delas velhas e carcomidas e muitas outras mortas e apodrecidas (um pouco como por cá), numa enorme carga (de combustível), explosiva e pronta a ser consumida, avançando sob ordens por vezes díspares (cruéis) e emanadas do vento.

 

Um incêndio iniciado há mais de quinze dias (a caminho do fim de Julho) a mais de 360Km a norte da cidade de São Francisco, integrando cerca de uma dezena de fogos originados em diferentes locais (apesar de vizinhos) numa área (total) aproximada à de Los Angeles – sendo um dos maiores o registado no complexo de Mendocino (norte da Califórnia) – até ao momento tendo provocado 11 vítimas mortais (mínimo), umas 40.000 pessoas deslocadas, certamente mais de um milhar de casas destruídas (um número sempre em evolução) e umas centenas de milhares de acres de terra queimados (300.000 ou mais). E segundo as previsões (como maior incêndio de sempre nesta região da Califórnia registado) dada a dimensão do incêndio, o calor intenso sentido e a seca extrema que o território atravessa, podendo-se assistir a uma grande catástrofe ambiental (com tudo queimado incluindo a floresta e umas possíveis 10.000 habitações) e simultaneamente social (ou não vivessem lá pessoas e outros animais formando um ecossistema agora destruído). Não se podendo afirmar (para já) ser mais uma obra dos Russos (intermediando mais uma ação, de objetiva ingerência de Putin) mas convindo desde já recordar a grande poluição, advindo da grande libertação de dióxido de carbono.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:33

Agosto 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO