Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ficheiros Secretos

Terça-feira, 23.02.21

“CIA declassifies

hundreds of UFO documents.”

(americanmilitarynews.com/JAN 2021)

 

“Declassified CIA Documents Reveal

Brennan Briefed Obama

on Clinton’s Plan to Tie Trump to Russia.”

(breitbart.com/OUT 2020)

 

Screenshot_2021-02-22  Contra está de volta, agor

Expostos

Documento secreto só agora desclassificado

como forma de proteção dos direitos adquiridos

das nossas elites políticas

(optando pela carreira política, por não saberem fazer mais nada)

 

Aproveitando a recente onda de desclassificações levada a cabo por parte das diferentes agências de segurança norte-americanas (como o Pentágono e a CIA) de alguns documentos e informações confidenciais (TOP SECRET) ─ entre elas divulgando casos envolvendo artefactos (UFO) e as suas tecnologias (revolucionárias) ou seres inteligentes (ALIENS) que não (em princípio) seres humanos ─ eis que aproveitando o regresso do CONTRA-INFORMAÇÃO (pelos vistos e infelizmente continuando noutro contexto ─ que não o de setembro de 2008 ─ a dar primazia aos políticos, opção já não dando frutos e em decadência) iniciado na SIC com outras designações (em 2007) e aproveitando as atrás referidas ondas de desclassificações (momentos nacionais “Top Secret”), chega até nós 14 anos passados um documento apresentando-nos as “Mentes Brilhantes” de então: revelando (através de uma imagem de arquivo) os Alienas que durante tempos nos alienaram, agrupados num “retrato de família”. Hoje sabendo-se (pela MAG/22.02.2021) voltarem de novo à carga (no SAPO/MEO) ─ nova designação “DO CONTRA” ─ senão com os mesmos nomes (ainda e sempre presentes) com os seus descendentes ou associados (obviamente sendo políticos): depois de SÓCRATES e de CAVACO (entre tantos outros bonecos) e como o serão no presente, os casos (em diferentes áreas, mas no fundo e de diversas formas, sendo estado-subsídio-dependentes) de VENTURA, VARANDAS e até CRISTINA. Mantendo-se o critério na escolha dos bonecos e suas áreas de intervenção ─ e até pela ausência de diversidade (tornando-se cansativo, sendo sempre “a mesma coisa”) ─ não se prevendo para o “Do Contra” um grande futuro.

 

(imagem: mag.sapo.pt)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:13