Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

23
Fev 15

Quando se afirma consecutivamente que o preço da energia em Portugal é claramente excessivo, o que fazem os nossos representantes para nos proteger? Se o surto para eles já passou, pelo menos deixem-nos tratar da saúde no quentinho do nosso lar.

 

contadoredp2012.jpg

 

Enquanto o frio continua a dar cabo da saúde dos portugueses – já de tal maneira desprotegidos por anos sucessivos de falência social e brutal austeridade (generalização da pobreza e miséria) – verifica-se que nos últimos anos o crescimento do consumo de electricidade tem estagnado. Em todos os níveis de consumo: pelos vistos não importa, não se gasta então poupa-se.

 

E é adoptando este tipo de raciocínios que ignorada a prevenção (em todos os sectores de responsabilidade e solidariedade social do Estado para com os seus cidadãos mais necessitados), deixados nos gabinetes possíveis (ou inexistentes) relatórios da saúde em Portugal (ignorando o poder das farmacêuticas e atacando os funcionários da saúde), descuradas as qualidades das novas construções habitacionais (por exemplo no caso dos isolamentos térmicos), eis que os Zombies regressam e encontrando muitos vivos, ainda nos penalizam com mais 3,3% de aumento (da electricidade).

 

Estou constipado, dói-me o corpo mas se ligar o aquecedor, a conta passa logo dos cem.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:20

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
20

22


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO