Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

14
Abr 14

Hoje de manhã quando acordei apeteceu-me jogar bilhar. Tomei rapidamente o pequeno-almoço e arranquei em direcção ao aeroporto de Faro. Já no interior do meu jacto privado indaguei o piloto sobre possíveis direcções: após rápida análise, sem hesitar e apesar da distância, escolhi o Tibete.

 

Tibete

 

À chegada tinha um indígena tibetano à minha espera, que me deu as boas-vindas, me aspergiu com água sagrada do lago e ainda me ofereceu uma bebida de tradição local, fortemente alcoólica e talvez mesmo alucinogénica. Minutos depois já todos jogávamos ao bilhar, instalados à volta de duas mesas colocadas ao ar livre no exterior duma casa térrea ainda em construção.

 

(imagem – Vincent Cheng/Smithsonian Magazine/huffingtonpost.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:28
tags: ,

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO