Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Out 14

“Chucky is portrayed as a notorious serial killer whose spirit inhabits a Good Guy doll and continuously tries to transfer his soul from the doll to a human body”
(Wikipedia)

 

Quando as almas residuais – vindas de mundos distantes e entretanto já extintos – se ressentem (de novo) dos efeitos práticos dos Tempos Modernos (neste momento falidos e sem memória), é recorrente a estas mesmas personalidades (que pensam dominar essas almas), recorrerem a estratégias de ocultação: o exercício do poder por um único elemento exige deste uma maior exigência e atenção aos mais pequenos detalhes e à transmissão (replicação) da sua própria imagem.

 

Necessita assim duma pausa (ocultação) necessária para a transformação.

 

images.jpg8839_1.jpgimages 2.jpg

Chucky acompanhado pela mulher e filho

 

E eis que o Líder Supremo da Coreia do Norte regressa de novo ao palco militar dos Grandes Conflitos Mundiais (com força redobrada por se ver agora apoiado no poder glorioso e miraculoso da sua Bengala), comandando heroicamente as forças (do Diabo) orientadas pelo Eixo do Mal, na sua guerra sagrada contra os Estados Unidos da América – aqui e como é evidente os Representantes de Deus (do Bem).

 

Apresenta-se agora completamente rejuvenescido (a Bengala é apenas o símbolo do seu poder rígido, autoritário, mas um pouco humano como nós – pura estratégica psicológica) na arena política internacional, após ter passado uma temporada na companhia de elementos verdadeiramente inspiradores e merecedores de eterna replicação.

 

Nas sociedades actuais é difícil ter noção do que a Ética e Moral verdadeiramente representam na construção dos alicerces e estruturas das mesmas, já que os personagens representativos do Bem e do Mal se misturam constantemente (e sem identificação) não se conseguindo diferenciá-los. O Extraterrestre residente na Coreia do Norte faz apenas parte da (enorme) Corte (Celestial).

 

la-fg-asia-kim-jong-un-north-korea-20141013.jpg

Kim Jong Un

 

Entretanto o Grande Líder da Coreia do Norte já organizou um grande banquete (o primeiro desde que desapareceu à mês e meio), aproveitando a ocasião para mostrar mais uma vez a todo o seu querido povo que se encontra de perfeita saúde (vivo) e no controlo absoluto da situação (política).

 

Na altura o feliz e sorridente Grande Líder norte-coreano Kim Jong Un afirmou mais uma vez “a validade e vitalidade do seu projecto”, bem retratada nos brilhantes resultados obtidos pelos seus atletas nos últimos Jogos Asiáticos: um total 36 medalhas (sendo 11 de ouro, 11 de prata e 14 de bronze).

 

Se a boa disposição do Presidente continuar (como já é hábito nestas ocasiões) alguns atletas referenciados pelo Grande Líder poderão sonhar com casa, automóvel e outras comodidades extras.

 

Como cá acontece!

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:38

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO