Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

12
Ago 16

Cada vez é mais forte a possibilidade de há biliões de anos atrás antepassados nossos tenham feito SURF num grande oceano existente em Marte – e já agora como é Verão e as condições para tal são mais favoráveis, que tenham usufruído de um clima ameno, respirável e propício a muito Sexo. Como acontece esta época um pouco por todo o Algarve.

 

5709142_orig.jpg

Cocktail SEX ON THE BEACH

(na Terra como em Marte)

 

“It is important to note that we have not found signs of ancient life on Mars. What we have found is that Gale Crater was able to sustain a lake on its surface at least once in its ancient past that may have been favourable for microbial life, billions of years ago. This is a huge positive step for the exploration of Mars. It is exciting to think that billions of years ago, ancient microbial life may have existed in the lake's calm waters, converting a rich array of elements into energy.” (Sanjeev Gupta – missão MSL/dailymail.co.uk – 09.12.2013)

 

Estas duas imagens do planeta Marte bem que poderiam passar como dois registos naturais obtidos no planeta Terra: por exemplo localizados num ponto do norte de África (como o nosso vizinho reino de Marrocos) e com as suas margens a apresentarem vestígios da existência de água no passado (com as encostas erodidas a confirmarem a evidência).

 

PIA07453_modest.jpg

Ilustração de um Pôr-do-Sol em Marte

(a partir da composição de duas imagens)

Mars Pathfinder Lander – PIA 07453

 

No registo PIA 07453 com a câmara do módulo de aterragem da sonda MARS PATHFINDER a oferecer-nos uma imagem inédita (para qualquer terrestre) de um Pôr-do-Sol alienígena (no seu conjunto quase idêntico ao nosso), numa projeção visual facilmente entendível por nós: como se a mesma fosse uma réplica com origem no mesmo molde.

 

Já no caso do registo SOL 580 – numa oferta das câmaras do ROVER CURIOSITY – a imagem parece sugerir a provável existência num passado já bastante remoto de um peculiar conjunto geológico nos cumes mais elevados, certamente de origem natural (fenómenos de erosão) mas que não o sendo, só sendo mesmo de origem artificial (ex. aglomerado populacional).

 

mars-curiosity-rover-gale-crater-beauty-shot-pia19

Nas proximidades do monte Sharp

(descendo a formação rochosa Kimberley)

Curiosity Rover – SOL 580

 

Para muitos uma atitude estranha (talvez mesmo doentia) para quem tem muito mais do que isso (na Terra existe Atmosfera, Água e Vida) e no entanto mais atrativa talvez pela calma e pelo silêncio: como se afastados de ambientes poluídos (pensativamente sentados nas dunas de um oásis) tivéssemos finalmente acesso aos segredos do passado (soterrados na areia de um sábio e enigmático deserto).

 

Deixando-nos sonhar na possibilidade de outras civilizações no passado terem coexistido no Sistema Solar (porque não em Marte um dos mundos mais parecidos com o nosso a Terra), podendo ser mesmo de espécies idênticas ou então semelhantes à nossa (no fundo réplicas do mesmo molde ou de moldes replicados) – e que noutros tempos e espaços aí terão habitado e posteriormente por qualquer motivo dramático sido extintos ou postos em fuga (daí a Teoria do Salto).

 

(imagem: bevdig.com e nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:10

Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

16

22
27

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO