Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Jan 20

Com a ex-astronauta inglesa de 56 anos de idade Helen Sharman, declarando-nos a sua convicção – a mesma que todos os como nós e como ela (religiosos como somos, acreditando e tendo fé numa outra entidade superior) de facto nunca os viram (à nossa imagem, os Deuses) − de que os Alienígenas existem e que até poderão estar entre nós.

 

westernhemisphere_geos_2019246_lrg.jpg

A beleza do único objeto celeste

Terra

Reconhecidamente e à nossa imagem contendo Vida

 

Elogiando a beleza da Terra, aquele perdido Pontinho Azul,

destacando-se na escuridão infinita do Espaço (talvez c/ extraterrestres).

 

There’s no greater beauty than looking at the Earth from up high – and I’ll never forget the first time I saw it. After take-off we left the atmosphere and suddenly light streamed in through the window. We were over the Pacific Ocean. The gloriously deep blue seas took my breath away.” (Helen Sharman/theguardian.com/05.01.2020)

 

5120.jpg

Mulher, primeiro e único astronauta e inglesa

Helen Sharman

Lançada numa nave Soyuz e permanecendo uma semana na MIR

 

E dando-nos a entender, sejam diferentes sejam iguais,

não sermos os únicos conhecedores desse (p/ nós terrestres) único Pontinho Azul.

 

Aliens exist, there’s no two ways about it. There are so many billions of stars out there in the universe that there must be all sorts of different forms of life. Will they be like you and me, made up of carbon and nitrogen? Maybe not. It’s possible they’re here right now and we simply can’t see them.” (Helen Sharman/theguardian.com/05.01.2020)

 

800px-Mir_Space_Station_viewed_from_Endeavour_duri

Estação Espacial Soviética

MIR

Lançamento: 1986 − Reentrada: 2001

 

[Helen Sharman (56 anos) − A primeira cidadã inglesa a viajar (perto dos seus 28 anos de idade) até ao Espaço: em 18 de Maio de 1991 numa iniciativa britânico-soviética (Projeto Juno) − tendo da parte britânica como principal objetivo colocar o seu primeiro cosmonauta no Espaço − e após um estágio na Cidade das Estrelas (localizada a nordeste de Moscovo), sendo lançada da Terra em direção à estação espacial MIR (tornando-se na primeira mulher a visitá-la) a bordo de uma nave SOYUZ (ambas de fabrico soviético).]

 

[MIR – A 1ª Estação Espacial (de origem Soviético-Russa) a operar de 1986 a 2001, tornando-se no primeiro e grande satélite artificial e antecedendo a Estação Espacial Internacional (ou ISS): com o seu primeiro módulo a ser lançado em 1998 numa operação inicial e conjunta de 16 países.]

 

(imagens: nasa.gov – Alamy/theguardian.com – wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:36

Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
14
15

23

26
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO