Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Jul 18

[Meias-Finais]

 

Montado o Quadro de Honra da FIFA WORLD CUP RUSSIA 2018 (com Final marcada para 15 de Julho) integrando o Quarteto Fantástico formado por equipas exclusivamente oriundas da EUROPA ‒ BÉLGICA, FRANÇA, CROÁCIA e INGLATERRA ‒ poder-se-á desde já afirmar ir-se assistir a umas Final inédita, com apenas dois desses países (dos 4) a já terem sido Campeões do Mundo: a Inglaterra em 1966 (Mundial onde Portugal foi 3º) e a França em 1998 (derrotando na final o Brasil por 3-0). Com a Croácia a registar o seu melhor resultado ‒ 3º lugar ‒ igualmente em 1998 e com a Bélgica a registar um 4º lugar no Mundial de 1986. Talvez com as apostas a apontarem (e o desejo talvez de muitos) para uma Final França Vs. Inglaterra na cidade de Moscovo (capital da Rússia e residência de Vladimir Putin), contando com a presença (pelo menos como simples adeptos) de Emmanuel Macron e de Theresa May.

 

belgium-afp_625x300_1530908393503.jpg

Bélgica

(Kevin de Bruyne ‒ momento do 2º golo ao Brasil)

Seleção 100% Vitoriosa

(e o melhor ataque)

 

R

Equipa

V

E

D

Pontos

Golos

1

Bélgica

5

0

0

15

14-5

2

França

4

1

0

13

9-4

3

Croácia

3

2

0

11

10-4

4

Inglaterra

3

1

1

10

11-3

5

Uruguai

4

0

1

12

7-3

6

Brasil

3

1

1

10

8-3

7

Suécia

3

0

2

9

6-4

8

Rússia

2

2

1

8

11-7

(Países apurados a Negrito)

 

E se entre as 32 equipas presentes neste Mundial de Futebol de 2018 (em disputa na Rússia), o país obviamente designado como a maior surpresa desta competição seria a seleção do país organizador a RÚSSIA ‒ antes do início do Mundial sendo a equipa (presente) com pior Ranking Mundial (65º) e no entanto atingindo os Quartos-de-Final (os 8 melhores) e por pouco, não integrando o Quadro de Honra do Mundial (nos penaltis com a Croácia não conseguindo integrar os 4 semifinalistas) ‒ já do lado dos melhores marcadores (e arrumado CR7) com o inglês Harry Kane a manter o protagonismo nesse campo, não só como líder isolado da tabela (assim como capitão da sua equipa) como pelo seu trabalho (eficaz) realizado em favor da sua Seleção (e como consequência/prémio em benefício de si próprio). Talvez com o belga Romelu Lukalu a ser (na definição do melhor marcador) o seu grande adversário (já que o russo Denis Cheryshev também se foi).

 

5b434bdbc05c09a42f8b48a0.jpg

Harry Kane e Romelu Lukaku

(com o inglês em vantagem)

Os maiores candidatos ao prémio de melhor marcador

(líder isolado da tabela com 6 golos)

 

R

Jogador

Equipa

Golos

1

Harry Kane

ING

6

2

Denis Cheryshev

RUS

4

3

Romelu Lukaku

BEL

4

4

Cristiano Ronaldo

POR

4

5

Artem Dzyuba

RUS

3

6

A. Griezmann

FRA

3

7

Yerry Mina

COL

3

8

Diego Costa

ESP

3

9

Edison Cavani

URU

3

10

Kylian Mbappe

FRA

3

(Jogadores em prova a Negrito)

 

E chegados às Meias-Finais do Mundial da Rússia de Futebol constatando-se imediatamente a presença Absoluta Europeia (100% dos 4 sobreviventes) ‒ com os únicos a oporem-se a serem os sul-americanos Uruguai e Brasil (mas não sobrevivendo aos Quartos-de-Final) ‒ entre outros factos soltos (mas sempre interligados seja no Espaço ou no Tempo), sobressaindo uma ou outra equipa (entre elas o Japão e o Irão), sendo o descalabro dos favoritos (à cabeça com a Alemanha e a Argentina) e ainda nos deixando a pensar em 2022 no Qatar (dada a temperatura elevada com jogos obrigatoriamente noturnos/talvez ainda com Ronaldo) … e então como será 4 anos depois (em 2026) com 3 países organizadores (Canadá, EUA e México) e 48 países presentes (algo alcançado por Trump): um verdadeiro Circo (aí já sem o português Ronaldo).

 

origin_1.jpg

Inglaterra

(constituição da equipa no jogo com a Suécia)

O Único Finalista com Derrotas

(no entanto a melhor defesa)

 

Fase

Equipa

Dia/Hora

Equipa

MF 1

FRANÇA

10 ‒ 19:00

BÉLGICA

MF 2

CROÁCIA

11 ‒ 19:00

INGLATERRA

(respetivamente em São Petersburgo e Moscovo)

 

No próximo fim-de-semana encerrando-se este Mundial (por países) com a proclamação no dia 15 de Julho (domingo) do novo Campeão do Mundo (sucedendo à Alemanha) ‒ com epicentro do fenómeno (futebolístico) a registar-se na Europa ‒ consagrado como tal em Moscovo na Rússia de Vladimir Putin e podendo ostentar o Troféu (aí conquistado) no intervalo 2018/2022: altura em que se realizará o Mundial do Qatar.

 

(imagens: ndtv.com ‒ reuters/businessinsider.sg ‒ kiji.is)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:36

Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15


29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO