Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

28
Ago 16

“80% da população indiana pratica o hinduísmo, uma religião que encara a vaca como um ser sagrado. No entanto, a Índia exporta, por ano, mais de dois milhões de toneladas de carne deste animal. Como se explica este fenómeno?” (Joana Marques Alves – Jornal i)  

 

Ao contrário do que muitos pensam as vacas são tão sagradas na Índia como no Resto do Mundo: intocáveis na Índia (vamos pensar que aí ninguém as come o que não é verdade) para serem exportadas e comidas até aos ossos no Resto Mundo. Um esquema vicioso aplicado às vacas (com os bois na linha da frente) como também às mulheres (com o homem na última fila).

 

22.jpg

 

Quando a maior Vaca que eu conheci soube por mugidos vindos do exterior que existia um país onde os seus semelhantes nunca eram comidos, a primeira coisa que lhe veio logo à cabeça é para ela este seria certamente um bom território para investir: com todos os bois disponíveis a verem as vacas passear apenas precisava de um local para começar a trabalhar.

 

No entanto e apesar de todo o cenário apresentado apontar para o contrário (até as fotografias das vacas passeando despreocupadas pelas ruas o demonstravam e confirmavam) a Vaca teve um destino trágico no país albergando o Éden: uma rede apanhou a Vaca, reenviou-a para o seu país, onde finou toda comida.

 

(imagem: diariodebiologia.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:25

Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

16

22
27

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO