Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Jun 15

A pouco mais de um mês do encontro histórico com Plutão e suas cinco luas

 

Despromovido de nono e último planeta do Sistema Solar (para mero corpo celeste integrante do mesmo sistema), Plutão é agora (tal como Ceres) um simples planeta anão. Relembre-se que Plutão já foi considerado um planeta; demitido mais tarde pela parasita elite burocrata (sempre presente em qualquer área) e aguardando agora redefinição. Como consequência de toda esta anedota e da mesma forma como desapareceu, Plutão deverá ser de novo promovido, sendo provavelmente acompanhado pelo seu irmão de destino, no seu regresso à lista VIP (anterior). Ainda por cima podendo considerar-se mais um dos objectos do exclusivo grupo H₂O.

 

new-pluto-system.jpg

Plutão e as suas cinco luas

 

A sonda norte-americana New Horizons encontrava-se no passado dia 7 de Junho a pouco mais de 43 milhões de quilómetros do planeta anão Plutão, deslocando-se na sua direcção a uma velocidade aproximada de 14km/s: a sua viagem iniciou-se em 19 de Janeiro de 2006 quando a sonda foi lançada a partir de Cabo Canaveral num foguetão Atlas V 551, como mais uma iniciativa da agência espacial norte-americana NASA. Durante estes anos todos (2006/20015) a New Horizons já passou nas proximidades de diversos corpos celestes situados no nosso Sistema Solar, podendo-se destacar entre eles o gigante gasoso Júpiter e até um asteróide. Agora vai ao encontro de Plutão e das suas cinco luas.

 

Distância da New Horizons Em milhões de km
Ao Sol 4.890
À Terra 4.756

 (em 07.06.2015)

 

04plutosub-master675.jpg

A forma das cinco luas de Plutão

 

A 14 de Julho deste ano a sonda da NASA atingirá finalmente o seu ponto de maior aproximação ao planeta anão Plutão: nesse dia a New Horizons passará a poucos quilómetros da superfície do ex-nono planeta do Sistema Solar (12,5km) e um pouco mais afastada da sua maior lua Charon (28,5km). A melhor oportunidade para incidir todo o seu equipamento de investigação sobre o misterioso planeta Plutão, a sua maior e mais próxima lua Charon e as restantes luas do seu sistema. Principalmente as duas irrequietas luas Hydra e Nix (com as suas órbitas caóticas) e a estranha forma que apresentam.

 

Finda a sua missão em redor deste planeta anão e das suas respectivas luas, a sonda norte-americana deslocar-se-á na direcção de outros corpos celestes situados para além da órbita de Plutão, mais precisamente na Cintura de Kuiper (prevendo-se o seu funcionamento até o ano de 2020).

 

(imagens – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:13

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

15
16
18
20

21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO