Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Algarve e o Sismo de Ano Novo

Domingo, 02.01.22

E não é que ontem 1 de janeiro de 2022 (sábado), por volta das 21:00, estando sentado na cadeira em frente ao meu computador, mexendo no teclado ou no rato e olhando para o monitor,

Screenshot 2022-01-02 at 17-41-05 IPMA - Mapa sism

No dia de Ano Novo e no Algarve, um sismo de magnitude 4,5.

 

Sentindo uma deslocação mínima na cadeira (tendo rodas, ajudando),

E pensando de imediato, poder tratar-se de um pequeno sismo,

─ Mínimo, provavelmente pouca gente o sentindo

Rapidamente descartando tal possibilidade,

─ Dado nada mais ter sentido e das fontes de informação nada tendo surgindo

(entretanto)

No entanto, fixando mentalmente a hora (não fosse mesmo um sismo), mesmo podendo ter sido (sentido) outra coisa ou até, mesmo podendo ser (apenas) a concretização da “1ª impressão”,

Sendo a real, não sendo por exemplo os tremores causados pela passagem (por ex.) de um camião.

Apenas no dia seguinte (domingo, 2 de janeiro de 2022) sendo confrontado com a notícia na TV de que se tinha tratado na realidade de um pequeno sismo (e não uma outra pequena onda de choque com outra origem),

Coordenadas muito próximas ao Epicentro

(distando uns 85Km)

Epicentro: latitude 36,28 N e longitude 7,71 O

Olhão: latitude 37,03 N e longitude 7,84 O

Sismos.jpg

Um sismo sentindo-se mais entre Olhão (+) e Albufeira (-).

 

Registado ao longo da costa do Algarve, por volta das 21:03, com uma amplitude de 4,5 (na escala de Richter) e sentida sobretudo em Olhão ─ mais próxima do epicentro do sismo (─ e ainda (com menor intensidade) em Faro, Loulé e Albufeira (a localidade mais afastada do epicentro, onde me encontrava).

Instalado por essa hora em casa e sentindo este sismo muito-e-muito levemente (de início e por casos semelhantes, ficando logo na dúvida), ficando a saber que no desenvolvimento do jantar nesse dia, só se tendo concretizado depois dessa hora (do sismo),

Nessa divisão da casa (a cozinha) quem aí estava presente (em geral a mulher, mas podendo não o ser) por acaso aproveitando os restos do bacalhau (e restantes batatas, ovos cozidos e couve portuguesa) para fazer “roupa-velha”,

Não sentiu tal fenómeno ─ estando de pé sobre a superfície da cozinha ─ só o sabendo mais tarde (dia seguinte), depois de devidamente informada.

Segundo dados do IPMA (ipma.pt) um sismo de amplitude 4,5 (escala de Richter), ocorrido nas coordenadas geográficas 36,28 Norte e 7,71 Oeste (região do Golfo de Cádis), a cerca de 15Km de profundidade.

“Há mais de 266 anos que se deu o Grande Terramoto de Lisboa de 1755 (seguido de tsunami), em que mais do que em LISBOA quem sofreu ainda mais foi (aí, ainda mais esquecido) o Algarve.”

(imagens: ipma.pt)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:54


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.