Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Jul 15

Pelos vistos TSIPRAS também terá o seu CAVALO
(esperando com ele salvar a Grécia)

 

cavalo-de-troia-grande.jpg

 

Analisando de uma forma imparcial e distanciada (não sou de nenhum partido português e a Grécia fica do outro lado da Europa) os seis meses do partido SYISA no comando do actual Governo da Grécia, a única certeza que poderemos tirar a partir da situação política que neste preciso momento aí se vive, é que sem qualquer tipo de dúvida sustentada na forte personalidade e verticalidade do seu Primeiro-Ministro, este ainda terá à sua disposição e para utilizar no momento que achar mais indicado (a contagem final já se iniciou), o seu Cavalo de Tróia.

 

Um líder político de esquerda que inequívoca e exclusivamente (e para reforço pessoal do seu poder negocial) convidou o seu povo a dizer claramente NÃO, que de Atenas transportou esse NÃO do seu povo até Bruxelas e que de lá veio com um SIM como resposta para o povo. Querendo-lhes (agora) transmitir que o SIM (afinal) era a resposta. Ou seja: NÃO = SIM = Salvação. Se já não bastasse o calor (que se faz sentir na Grécia e por toda a Europa) levando com mais esta (do PM grego) era mesmo de ficar prostrado.

 

O que este misterioso Primeiro-Ministro parece ainda não ter compreendido (estando pronto a dispensar camaradas de partido e a aliar-se no parlamento grego àqueles que anteriormente destruíram a Grécia) é que talvez já nem sequer esteja no controlo da sua Última Arma e que o feitiço no final se vire contra o feiticeiro. Com os gregos a serem os mortos. E com o desastre anunciado o espanto de TSIPRAS nunca mais será aceite nem perdoado (pelo povo grego ele sim espantado e indignado com o seu cruel jogo SIM/NÃO), já que todos sabemos que o cavalo é alemão, comandado por alemães e pronto a entrar em acção mas fora das muralhas de Tróia (nesta história território da Alemanha).

 

E se a Grécia ainda estava à espera da ajuda do russo ou do chinês, rapidamente percebeu que o problema era com eles e que dali não sairia nem apoio russo nem dinheiro chinês (por exemplo instalando na Grécia uma Loja dos 300 – mil milhões). Entretanto e sempre atenta, a Alemanha já propôs aos gregos a venda de 50 mil milhões em património. Onde é que eu já ouvi isto: A Bolsa ou a Vida? Num ASSALTO!

 

ÚLTIMA HORA:

 

Depois do primeiro momento verdadeiramente histórico com a resposta NÃO por parte da maioria do povo grego ao acordo proposto pela UE, a Grécia está prestes a viver outro momento novamente histórico com o seu Primeiro-Ministro a arranjar outro sinónimo para a palavra NÃO: SIM. No entanto convém ressalvar que este comportamento já não tem nada de original (não passando de um plágio de atitudes) estando a patente do produto registada em Portugal (desde que o nosso Vice-Primeiro-Ministro arranjou um sinónimo para IRREVOGÁVEL: REVOGAVEL).

 

(imagem – WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:31

Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO