Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

24
Set 19

“Ao olharmos para Marte no Presente

(que num determinado Espaço/Tempo poderia ser como a Terra),

poderemos estar a ver a imagem

(nem se necessitando de Espelho)

da Terra

(tal como a deixaremos)

no Futuro.”

 

Em 30 de Julho de 2019 tendo já ultrapassado os 21Km percorridos na superfície do planeta MARTE (aí tendo aterrado em 6 de Agosto de 2012) – tomando em consideração os sete anos, a uma velocidade média de 0,35m/h – o ROVER CURIOSITY inicialmente estando sediado numa das muitas crateras existentes no planeta − a cratera de GALE – oferece-nos no seu 2534º dia de estadia mais uma fotografia do meio ambiente e geológico envolvente, num registo bem característico do 4º Planeta do SISTEMA SOLAR (o 2º mais pequeno depois de Mercúrio, localizado a 200/250 milhões de Km do Sol) entalado entre a TERRA e a CINTURA DE ASTEROIDES.

Marte

Um Mundo Seco, Árido, Desértico, Queimado, tal como se tivesse sido, Calcinado

(daí a ânsia dos Descarbonizados, na realidade os Calcinados, em migrarem para esse Inferno)

Proposto pela Elite Terrestre como Terra 2.0

 

download-3.jpg

MARTE

CURIOSITY ROVER − SOL 2534

(22.09.2019)

Num Retrato do que poderia ser atualmente um deserto terrestre

 

Cintura de Asteroides para muitos uma região do nosso Sistema (Solar) onde num passado já bem distante (de uns biliões de anos) teria (hipoteticamente) existido um outro planeta, devido a algum tipo de Fenómeno Astronómico-Catastrófico (Extraordinário) − um Evento ao Nível da Extinção − explodindo e fragmentando-se e originando como consequência esta multitude (aglomerado) de pequenos objetos, a que na generalidade chamamos asteroides, mas que até se poderão apresentar como luas (suponhamos como as de Júpiter e de Saturno) e mesmo como planetas (ou pelo menos planetas-anões como o recentemente despromovido “planeta” PLUTÃO). E na sequência desse Grande Evento Solar mais expectável de ter ocorrido nas primeiras etapas evolutivas do Sistema Solar (sabendo-se a idade dele, perto dos 5 biliões de anos), com Marte a ser uma das vítimas sofrendo um impacto direto e extremamente brutal: existindo Água e Vida desaparecendo de imediato e não deixando  qualquer rasto (pelo menos sendo visível mas existindo sinais − talvez mesmo vestígios − mas confirmando-se o facto sendo estes subterrâneos).

 

Como poderia ter sido arrasado por uma TEMPESTADE SOLAR (intensa e bem dirigida) tipo Bombardeamento Nuclear.

 

(imagem: NASA/JPL-Caltech/nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:53

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO