Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Nascer de uma Estrela

Sexta-feira, 26.11.21

“J1672 (let's call it*) is a star still in the process of formation, still surrounded by the material from which it's being born. It has a mass of about 1/3 that of the Sun, and is only about 1% as luminous, so it's wee, and will probably wind up being what we call an M-type red dwarf: cool, faint, and low-mass. It's part of a complex of star-forming clouds called IC 2631 in the constellation Chamaeleon about 500 light years from Earth.” (Phill Plait/syfy.com)

hst_ic2631_proplyd_shadow.jpg

Num Cosmos em constante transformação

(em que nada se cria, nem se perde)

sendo belo e excitante observar o nascimento de estrelas,

quando no nosso planeta o Homem parece procurar

unicamente a sua extinção.

 

Nada melhor do que ao final da noite e mergulhado na imensa escuridão, ao olharmos para o céu por cima de nós e mesmo que utilizando um instrumento ótico auxiliar ─ por exemplo as lentes do telescópio Hubble ─ possamos ao fim de mais um dia passado neste planeta, colocando-nos cada vez mais perto do fim de qualquer coisa (envolvendo-nos e ainda sem solução), perspetivar não só o passado que vivemos como igualmente um futuro possível que continuará depois de nós (pelo menos no interior deste corpo físico), aqui assistindo-se (como exemplo) ao nascimento de uma estrela atravessando os seus primeiros anos de Vida, uma estrela-bebé. Tratando-se da protoestrela (estrela em formação) J1672835.29-763111.64 localizada na constelação Camaleão a 500 ano-luz de distância.

(imagem: syfy.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:56


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.