Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

12
Set 15

A Grã-Bretanha tem um novo líder Trabalhista

 

O Partido Trabalhista acaba de eleger como seu líder JEREMY CORBYN, um militante veterano com 66 anos de idade, representando a ala mais à esquerda do maior partido da oposição na Grã-Bretanha.

 

JeremyCorbynLabourleader12Sep15_large.jpg

Jeremy Corbyn

 

Eleito com cerca de 60% dos votos expressos pelos seus apoiantes trabalhistas, o novo líder esquerdista inglês sucede na liderança do seu partido a Ed Miliband, inesperada e estrondosamente derrotado nas últimas eleições realizadas há meses (232T/331C em 650 parlamentares eleitos).

 

O que aconteceria se a Grã-Bretanha virasse à esquerda?

 

“Jeremy Corbyn Is Following Bernie Sanders' Campaign With Great Interest”
(huffingtonpost.com)

 

Enquanto isso nos EUA o senador Democrata de tendência socialista Bernie Sanders candidata-se à Casabranca como Independente (tentando assim penetrar na embrulhada de candidatos que ainda se digladia na antecâmara presidencial de 2016), sabendo-se de antemão apenas poderem ser nomeados oficialmente e com credibilidade (vencedora), ou um indivíduo como candidato Democrata (neste momento com Hillary à frente nas sondagens) ou um outro como candidato Republicano (neste momento com Trump à frente nas sondagens).

 

Bernie-Sanders-327x253.jpg

Bernie Sanders

 

Imaginemos um ano de 2016 com a Europa em reflexão profunda (sobre a sua grave e prolongada crise económica), com a invasão crescente dos surtos migratórios vindos de sul e de leste (fugindo da guerra e do caos aí reinantes), com o conflito da Ucrânia em hibernação mas sempre presente (as eleições norte-americanas vêm a caminho) e com a crise bolsista chinesa como pano de fundo, tendo como complemento toda a Europa de leste a virar à direita (com a europa ex-comunista a liderar), todo o ocidente a virar à esquerda (Grécia, Portugal, Espanha, etc.) e ainda com a Grã-Bretanha a apresentar um potencial candidato a futuro Primeiro-Ministro Inglês situado bem à esquerda, muito atento à campanha de um outro importante esquerdista mas neste caso candidato à presidência dos EUA.

 

Devia ser muito interessante assistir a uma luta continental HILLARY/TRUMP/SAUNDERS, com o ilhéu CORBYN a assistir.

 

(imagens – WEB)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:13

Setembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
14
15
17
18

25

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO