Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

08
Mar 15

Com a sua revolucionária propulsão a iões (que lhe permite executar estas manobras necessárias e precisas de aproximação a CERES e à sua órbita), DAWN entra agora na sua última fase da missão iniciada no planeta Terra em Setembro de 2007: estudar CERES e a partir daí talvez compreender (e recuperar) PLUTÃO (agora também transformado – como já fora CERES – em planeta anão).

 

Assim e feita esta apresentação podemos desde já afirmar que na passada sexta-feira a sonda norte-americana DAWN foi finalmente capturada pelas forças de gravidade do planeta anão CERES. Com a aproximação da sonda ao planeta os cientistas talvez descubram agora a origem das célebres luzinhas: presença de extraterrestres, actividade vulcânica ou um simples um fenómeno de reflexão?

 

15-034.png

Ceres
(01.03.2015)

 

É muito possível que a resposta esteja na última hipótese, dada a grande probabilidade (quase certeza) de existência de água no seu estado sólido cobrindo certas zonas da superfície do planeta anão.

 

A partir de agora a sonda irá orbitar durante algum tempo o planeta anão localizado na região da Cintura de Asteróides, como que antecipando a próxima chegada da outra sonda norte-americana NEW HORIZONS às vizinhanças de outro planeta anão e ex-planeta solar PLUTÃO.

 

Já agora e como diria Marc Rayman (JPL):

 

“The first heard of ion propulsion from the succinct Mr. Spock and subsequently followed its use by the less logical Darth Vader”

 

O que apenas significa que tudo o que é ficção (científica) acaba sempre por deixar de o ser, apenas por darmos um passo em frente, dobrarmos uma esquina sem receio e olharmos o espaço de frente e sem qualquer tipo de restrições mentais – e simultaneamente reconhecendo o poder da matéria, da energia e do movimento sem os quais nunca seríamos.


(imagem – NASA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 15:04
tags:

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO