Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

28
Jun 15

O Sistema está actualmente localizado nas coordenadas:
(Google Sky)
5 h 42m 21.0s 22° 36′ 45.7″

 

Pelos vistos o décimo segundo planeta do nosso Sistema Solar existe mesmo. Se contarmos com os oito planetas ainda considerados primo divisionários e lhe adicionarmos os despromovidos CERES e PLUTÃO e o esquecido e longínquo planeta ERIS, temos no total 11. O mítico décimo segundo seria assim o planeta NIBIRU também conhecido por PLANETA X.

 

planet_x_system_far.jpg

Planeta X (ao centro) no Google Sky de 2015

 

Durante anos e anos muito se falou deste pretenso e misterioso planeta (apoiando-se em registos históricos e inverificáveis vindos da antiguidade) com um período orbital de milhares de anos e percorrendo uma trajectória que de tempos a tempos o faria atravessar regiões interiores ao nosso Sistema Solar. Afirmando mesmo alguns não se tratar na realidade de um caso em que estaríamos em presença de um simples planeta isolado, mas de todo um outro sistema planetário independente rodeando uma outra estrela de referência (brown dwarf) e em que o Planeta X seria apenas um dos seus corpos celestes constituintes.

 

7a178030b815-900x450.jpg     planet_x_system_far n.jpg

Google Sky em 2007 (zona escura) e em 2015 (com o Planeta X)

 

E para contribuir para a construção de todo este cenário até agora imaginário (por não comprovado oficialmente apesar de poder ser mesmo real), eis que o nosso conhecido GOOGLE SKY nos apresenta agora toda uma região do espaço anteriormente encoberta e desconhecida e agora evidenciando a presença de um corpo celeste em tudo idêntico a todas as ilustrações conhecidas e a esse astro atribuídas: um corpo brilhante viajando pelo espaço e com dois prolongamentos laterais muito semelhantes a asas e fazendo-nos lembrar a cauda dos cometas. Como se pode verificar pelas duas imagens anteriores obtidas no Google Sky que a serem verdadeiras (a fotomontagem já é uma arte antiga e avançada) apenas vêm confirmar que alguém pretendia esconder algo ou que em alternativa não sabia o que andava por ali a fazer.

 

planet_x_system_close.jpg

O Planeta X

 

E a partir daqui qualquer tipo de cenário pode ser imaginado, minimamente credibilizado e finalmente edificado: desde perturbações de consequências mais ou menos catastróficas provocadas em todo o nosso sistema planetário pela passagem perto de nós desse monstro planetário, até à possibilidade do mesmo sistema exterior poder ser habitado e dos seus seres residentes nos invadirem e até colonizarem. Mais um Fim do Mundo redentor e vindo do exterior, já que no nosso planeta a nossa esperança de uma vida diferente há muito que morreu (um sinal da nossa decadência e extinção).

 

(imagens – Google Sky/DSS Consortium, SDSS, NASA/ESA)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:52

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

15
16
18
20

21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO