Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

09
Fev 18

[E o caso de possivelmente poder estar envolvido no encobrimento de um assassinato.]

 

Carnaval

 

O Carnaval decorre este ano no dia 13 de Fevereiro (como sempre a uma terça-feira) sendo inicialmente uma festa pagã (posteriormente também festejada pelos católicos) que decorre (47 dias) antes do domingo de Páscoa. Nos EUA e talvez para comemorar o período festivo um Milionário (não sendo aqui Donald Trump) aproveitou para lançar um Automóvel (seu) em direção ao planeta Marte e pilotado por um Manequim.

 

“No Carnaval ninguém leva a mal”

 

E0.jpg

O Tesla Roadster de Elon Musk

Com Starman ao volante

Orbitando o planeta Terra

 

Fake News

 

Num Mundo submergido por uma Nova Ordem Social (tornada efetiva desde que o Milionário se candidatou ao poder) baseando significativamente o seu funcionamento na utilização de uma mera Manipulação Informativa Generalizada (MIG 2018) ‒ as agora denominadas FAKE NEWS ‒ é fácil de concluir que face à ininterrupta torrente de notícias (duvidosas senão mesmo objetivamente falsas) atravessando e ao mesmo tempo queimando (deliberadamente) os nossos já tão sobrecarregados neurónios (obrigados a aceitar tudo e se necessário/e ao mesmo tempo o seu contrário), as alternativas recorrendo sistematicamente às Teorias da Conspiração comecem agora a disparar: não nos contando a Verdade (provavelmente por não ser importante ou Real) podendo-se sugerir (Imaginar) e a partir daí construir e edificar (integrando a Imaginação na Realidade) uma Nova e mais aceitável Verdade (e um Novo Sistema Social). E no meio desta extrema confusão (colocando a nossa memória e cultura em causa) inerente à aplicação deste modelo de Espetáculo Extremamente Intrusivo e Comunicativo (EEIC) ‒ e pondo de lado este enorme problema podendo transformar o sujeito num perigoso subproduto do objeto (como já se vê no presente com a expulsão do Homem/sujeito da produção sendo substituído por Máquinas/objetos) ‒ colocando-se desde logo a questão de o que é Verdade e Realidade e de qual o motivo pelo qual deveríamos credibilizar mais uma das opções relativamente a tantas outras (coexistindo no mesmo conjunto e dando-lhe a sua forma e conteúdo). Estando-se agora a viver a época do CARNAVAL e tendo-se em consideração o escrito anteriormente, sendo mais fácil de aceitar as mais diversas teorias (mesmo que conspirativas) sabendo-se que no final (e retiradas as Máscaras) ninguém levará mesmo a mal (nem se sabendo quem são).

 

“Promovendo-se mais um pouco as empresas Tesla e Space X do milionário Elon Musk”

 

E4.jpg

O Tesla Roadster de Elon Musk

Com Starman ao volante

Dirigindo-se para Marte

 

Elon Musk

 

Num artigo de Paul Seaburn publicado hoje (9 Fevereiro) no Site Mysterious Universe (mysteriousuniverse.org) The ‘Dial Musk for Murder’ SpaceX Falcon Heavy Conspiracy ‒ e com o mesmo sendo colocado perante boatos e rumores envolvendo uma personalidade como ELON MUSK (um milionário com rendimentos na ordem dos 20 biliões de dólares, dono da Tesla e da Space X), expondo desde logo e publicamente uma das teorias já em circulação ainda-por-cima das mais extremas e como tal Conspirativas:

 

“But nothing beats the conspiracy theory floated on reddit and other Internet sites suggesting that the entire launch may have been a coverup for a murder!”

(Paul Seaburn)

 

Explicando: tudo não passaria de uma encomenda feita previamente (certamente que à Tesla, à Space X e contando com a conivência e participação da NASA) tendo como objetivo o encobrimento de um assassinato de uma determinada pessoa (aproveitando toda a última tecnologia posta ao dispor do milionário Elon Musk), montado num cenário exterior e espetacular (o Espaço) onde o detalhe ‒ como veremos mais à frente o Protagonista (e associado a um mero objeto) ‒ passaria completamente despercebido. Concretizada com o lançamento para o Espaço a bordo de uma nave da Space-X e conduzindo um Automóvel da Tesla (em direção ao planeta Marte, onde deveria chegar cerca de meio ano depois) de um pretenso Manequim (enfiado no seu fato espacial), que na realidade seria um corpo de uma pessoa assassinada e que desse modo ninguém jamais conseguiria confirmar (e muito menos identificar).

 

E com outros alternativamente a colocarem o Cadáver (da responsabilidade de Elon Musk) na pequena bagageira do Roadster ‒ mas sem ninguém (por um sistema qualquer de associação) o conseguir identificar. Para já apenas com suposições (não se confirmando por estarem vivas) ou então com a via final: nas suposições incorporando desde Jeff Bezos (um seu rival no Dinheiro e no Espaço) a Amber Heard (a sua namorada ex-Johnny Depp) e no final concluindo-nos ao próprio; e chegados a este ponto (das teorias da conspiração) com o cadáver a não o ser por ainda estar vivo, sendo o próprio Elon Musk a conduzi-lo (ao seu automóvel da Tesla) até ao longínquo planeta Marte (e na Terra ficando um seu clone).

 

Sabendo-se de antemão que o material constituinte do Roadster (o automóvel) e do seu respetivo condutor (o presumível Manequim), dentro de um ano estará destruído (parcial ou totalmente) deixando de ser (efetiva e decisivamente) elemento de prova (no caso de se enviar uma sonda para se tirarem as dúvidas). Como diria Paul Seaburn num episódio bem indicado para uma nova série tipo CSI Mars.

 

(dados: Paul Seaburn ‒ imagens: spacex.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:37

Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


18
20
22

26


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO