Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

25
Mai 18

Numa imagem de 22 de Maio (2ªfeira) obtida a partir do instrumento ótico ASTER (utilizado para fornecer imagens de alta-resolução da Terra e a partir desses dados recolhidos, criando mapas sobre parâmetros como a temperatura à sua superfície) equipando o satélite TERRA (um projeto de pesquisa da NASA tendo a Terra como objetivo de estudo), pode-se ver a região rodeando o vulcão KILAUEA (localizado na maior ilha do arquipélago do HAVAÍ) três semanas após o início da sua última erupção (ocorrida a 3 de Maio): situado numa região do Globo Terrestre considerada uma das mais ativas a nível geológico ‒ com o maior número e intensidade de fenómenos Naturais originados em Sismos e Vulcões ‒ e conhecida como o Anel de Fogo do Pacífico, uma zona (em forma de ferradura) estendendo-se pelo norte desse oceano desde as ilhas de Tonga (a sudoeste), passando pelo Japão (a norte) e alcançando toda a costa ocidental do continente Americano (até sudeste).

 

PIA22459.jpg

Vulcão Kilauea

(Instrumento Aster/Satélite Terra/Agência NASA)

 

No presente (25 Maio/6ªfeira) com a USGS (a instituição norte-americana de vigilância geológica) a manter o vulcão Kilauea em Alerta Vermelho, verificando-se a continuação de emissão de lava (por fontes e outras fissuras) alguma dela dirigindo-se para a costa e atingindo o oceano; num fenómeno acompanhado pela emissão de intensos gases tóxicos lançados para a atmosfera e tornando-a (nesses locais) irrespirável, de momento e aparentemente (com o vulcão) numa fase estacionária da sua atividade. Apesar de mais uma explosão detetada (lançando mais cinzas a uma altitude de cerca de 10.000 metros) e dos sismos (para já moderados) que continuam a ocorrer. Na imagem anterior (uma área de cerca de 1100Km²) ‒ relativa à erupção do Kilauea e ao dia 22 de Maio ‒ com as diferentes cores aí presentes a indicarem qual a constituição do cenário (da terra ao oceano): para além da lava ao contactar a água (do oceano) produzir um gás nocivo (sulfureto de hidrogénio), com a cor branca a representar as nuvens, com a cor vermelha a indicar a vegetação e com a cor amarela a destacar a localização dos canais de lava dirigindo-se para o mar.

 

(imagem: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:57

Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
15
16
18

20
22
24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO