Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Os EUA e o Próximo Chefe da Polícia Mundial

Sábado, 16.01.16

Eles todos (e mais alguns) querem ser
Presidente dos EUA

 

HRC_in_Iowa_APR_2015.jpgBernie_Sanders_September_2015_cropped.jpgGovernor_O'Malley_Portrait_(cropped).jpg

Donald_August_19_(cropped)b.jpgTed_Cruz,_official_portrait,_113th_Congress_(cropp800px-Marco_Rubio,_Official_Portrait,_112th_Congre

Democratas (HC, BS, O’M) e Republicanos (DT, TC, MR)

 

Com as eleições presidenciais nos EUA a pouco menos de dez meses de distância, mantem-se bastante acesa a luta tanto no Partido Democrata como no Partido Republicano, para a nomeação do seu candidato a Presidente na convenção do seu respetivo partido. Como se pode constatar pelas últimas sondagens RCP, em que tanto Hillary Clinton não se consegue livrar do seu único e verdadeiro adversário Bernie Sanders (entre todos os candidatos DEM e REP talvez o melhor), como Donald Trump e numa perspetiva diferente por original continua a esmagar toda a restante concorrência contra o desejo generalizado destes (e do partido).

 

Partido Democrático
Candidato à nomeação para Presidente EUA nas eleições de 8 de Novembro de 2016
(sondagem RCP de 14 de Janeiro – média de sondagens)

 

Candidato %
Hillary Clinton 46.8
Bernie Sanders 42.8
Martin O’Malley 5.2

 (três principais candidatos)

 

Partido Republicano
Candidato à nomeação para Presidente EUA nas eleições de 8 de Novembro de 2016
(sondagem RCP de 14 de Janeiro – média de sondagens)

 

Candidato %
Donald Trump 34.5
Ted Cruz 19.3
Marco Rubio 11.8
Ben Carson 9.0
Jeb Bush 4.8
Chris Christie 3.5

 (seis principais candidatos)

 

Numa primeira e rápida análise facilmente se constata que os dois mais fortes candidatos para a maioria dos eleitores norte-americanos (pelo menos nesta altura) são sem dúvida Hillary Clinton (com 47%) pelos DEM e Donald Trump (35%) pelos REP. Só que muitas vezes as coisas não são bem aquilo que parecem (como no futebol e na política o que é hoje verdade amanhã poderá ser mentira) e outros poderes ocultos acabam invariavelmente e sem sabermos bem como por se impor (pelo menos para a generalidade dos eleitores). E se por um lado a vitória na convenção Democrática da conservadora HC sobre o progressista BS é a hipótese mais que provável (mas com BS a não largar as pernas de HC – e até à convenção muita água ainda pode correr), já no campo Republicano o cenário aponta cada vez mais para uma vitória de DT no número de delegados eleitos para a sua convenção, mas com uma imagem a fortalecer-se cada vez mais sobre o próximo Caucus Republicano, com todos os outros delegados a unirem-se e a substituírem DT. O que poderá lançar Donald Trump como independente na corrida eleitoral (e atirar definitivamente os Republicanos para o abismo) e Hillary Clinton para próximo Presidente dos EUA. Isto se DT nada fizer e BS estiver quietinho. No fundo tudo ainda em aberto.

 

(dados de sondagens: RCP/realclearpolitics.com – imagens: wikipedia.org)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:02


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.