Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

04
Nov 18

O que se vê – a Superfície do Planeta – nada revela (já que nada se cria) e tudo envolve (já que nada se perde): aparentemente nada existindo

(tal como os desertos o fazem, ocultando imensos segredos)

 

A partir do instrumento HiRISE equipando a sonda orbital MRO, uma imagem do Polo Sul da superfície marciana, revelando-nos um cenário pouco usual para esta região do planeta:

 

“With a set of curved ridges of unknown origin”.

(nasa.gov)

 

PIA22803.jpg

Marte

Pontes e Poços Encurvados

(Curving Ridges and Pits)

PIA 22803

 

Deixando-nos aqui a pensar no interior do nosso Ecossistema (de cariz protetor, certamente temporário e direcionando-nos para o Nomadismo = Movimento)

 

– Habituado como ainda estamos a poder projetar o TEMPO no ESPAÇO (o nosso FUTURO)

 

Que se um dia a VIDA pegou neste nosso planeta

 

– Ainda como um grande Calhau, em convulsão e efervescente

(num Reino Mineral, líquido, pronto e evolutivo/a coluna vertebral)

E posteriormente inseminado

(dando suporte à estrutura – central/mineral – e à Origem ao Mundo Orgânico)

 

Porque não o poderá fazer noutro Mundo (como Marte) que não este (a Terra):

 

ESP_056311_0940.jpg

Marte

Um terreno pouco comum

(nesta região marciana)

ESP_056311_0940

 

No Futuro ou no Passado tendo a TERRA ou tendo MARTE como Objeto ou como Imagem (de uma mesma Projeção), podendo-se facilmente sugerir que o que se passa com um também se passará com o outro.

 

Nas profundezas de Marte abrigadas e protegidas podendo-se encontrar ÁGUA e mesmo Vida Orgânica (tal como nos locais mais inóspitos da Terra e até do Espaço).

 

“Small pits are present, often concentrated on the ridges, that may have resulted from sublimation of ice”.

(nasa.gov)

 

(imagens: nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:30
tags: ,

Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11

20
21
22
23
24

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO