Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Porta-Contentores Even Given ─ De muitas Projeções se faz um Holograma

Domingo, 04.04.21

[Mantendo a Criação Controlada.]

 

Lu359wGohVqfTVarqVGg8D-970-80.jpg

Canal do Suez

Navio de carga Even Given c/ 20.000 contentores

25.03.2021

(Airbus-built Pleiades Earth-observation satellite)

 

Imagens obtidas a partir de um OVI orbitando o planeta TERRA ─ como resultado de uma observação atenta e sistemática do 3º planeta mais distante, tendo como referência a sua estrela designado por SOL ─ disponibilizadas por dois conglomerados tecnológico-espaciais, integrando a PLANET LAB e os CUBESAT.

 

Com mais de 150 OVI’S operando de momento e exclusivamente em redor deste “1 em 8 dos planetas Solares” (maioritariamente dirigidas por um grupo prevalecendo e resiliente a “Família Dove”) ─ só para se manter a eficácia deste empreendimento de controlo e manutenção terrestre de nível 1 (superficial) ─ no cumprimento dos seus objetivos por vezes captando situações merecendo uma maior atenção.

 

Podendo revelar a estas Entidades (desconhecidas, podendo ser locais ou alienígenas, neste último caso identificados como “estranhos num mundo estranho”) colocadas do outro lado da linha (espaciotemporal) no terminal do seu utilitário e periférico, algumas particularidades desta civilização (surgida “da última fase, do último Salto”) e da sua raça dominante, mais pequena e mais adaptada (à evolução do Ecossistema, à mesma proporcionada).

 

YX2XFUNguJTKid9vjj7fNF-970-80.jpg

Canal do Suez

Porta-contentores Even Given

24.03.2021

(Planet's Dove cubesats)

 

Aqui e a partir de observações da Terra a partir do Espaço ─ por vezes feitas a dezenas de milhares de Km ou então quase em cima de nós, a uns meros 400Km de distância das nossas cabeças (caso de um ponto central da frota espacial, integrando a “Space Force” a ISS) ─ destacando-se até pelo impacto visual (não usual) e condicionantes (aparentemente um caso de tráfego/engarrafamento) o objeto Even Given.

 

Consultando com a chegada da “Nova Normalidade” (nova fase de condicionamento) os arquivos das últimas duas semanas ou 14 dias ─ uma referência de tempo agora em moda, desde a nova parasitação do Homem por um novo agente intrusivo/penetrante e evolutivo, o coronavírus ─ chegando-se assim aos IEO (In Earth Objets) aqui e usando as suas iniciais ao EG.

 

Na pasta [SS/P-4 referência T 23032021 EG] descrevendo-se na introdução e muito resumidamente (para um 1º enquadramento da projeção captada) o sucedido (montando mais este holograma): na cronologia terrestre a 23/03/2021 com um VTM (veículo de transporte marítima) a interromper totalmente uma VPT (via prioritária de transporte), levando a uma interrupção de circulação (não se vendo movimente de acordo) e a um caos de tráfego só resolvido uma semana depois. Olhando do espaço para este ponto tão pequenino não dando muito crédito positivo para a raça aí considerando-se (por subjugação forçada das restantes) a dominante.

 

V9LgWe7G8ZfFSYA2H9PZyZ-970-80.jpg

Canal do Suez e Mar Vermelho

Even Given encalhado e engarrafamento à saída

25.03.2021

(Planet's Dove cubesats)

 

E com 400 metros de comprimento e 59 metros de largura (as dimensões de Even Given) podendo-se criar na Terra uma grande confusão, só passadas muitas horas (140/150) tendo início finalmente a extraordinária (pelo excesso de tempo, em tão pouco espaço do estreito canal) a solução: se a 23 de março encalhando (pela manhãzinha local) a 29 de março desencalhando ─ dizem que com a ajuda preciosa dos Céus (iluminando-nos) usando para tal os raios (do Rei Sol) refletivos na Lua Cheia. Num Evento em Terra para uns, apontado aos Céus.

 

Aproveitando para nos referirmos ao papel destes (cada vez em maior número) “observadores estratégicos” ou OVI’S ─ estudando-nos a grande distância (não interferindo) não perturbando (particularmente) os socializados (apesar de presos em jaulas não o reconhecendo/sendo racionais, contrário aos animais/irracionais de um zoo) ─ sendo capazes de ao longe, verem (com boa resolução) objetos com apenas 3 metros: ainda-por-cima melhorando a qualidade e quantidade desses “olhos artificiais”, encurralando-nos ainda mais (nas profundezas da Terra e da Mente) e abrindo as portas para as bio máquinas. Utilizando-se tanto para o bem, como (até para e manter o equilíbrio) igualmente para o mal.

 

De uma simples sequência de imagens podendo-se elaborar e construir uma sólida e credível estrutura, desde que suportada em diretivas, subliminarmente impostas e na “vida real” cumpridas, superiormente controladas por um ícone mental projetado utilizando “um e o seu contraditório” ─ só para nos confundir e obrigar entre o disponibilizado a optar (e distante por virtual) ─ o Big Brother/Grande Irmão. Na Guerra como na Paz e esclarecendo as opções (“Guerra e Paz”, título de uma das obras de Liev Tolstói): na Paz ajudando nos terramotos na Guerra nos bombardeamentos ─ como podendo estar a observar alguém (saindo de casa para o trabalho) e simultaneamente observando um ataque (às Torres Gémeas) no dia 11 de setembro de 2001.

 

(dados: space.com/wikipedia.org ─ imagens: (1ª) Airbus ─ (2ª/3ª) Planet Labs, Inc.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:00


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.