Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

11
Mar 15

“O Lixo é reciclável e algum dele até se usa para limpar o cu”
(eco especialista)

 

Pondo de lado a paridade (aliás nunca concretizada) e assumindo o papel fundamental do Homem face à Mulher, numa atitude de desespero, de procura de lucro fácil e sem transmissão de conteúdos significativos (ou seja de nível ZERO em parâmetros como cultura e memória, os quais justificam a nossa existência), o Mundo Macho contando com a complacência da generalidade das fêmeas já nos disponibiliza uma luta em directo e ao vivo entre dois mais belos candidatos a qualquer coisinha: um combate até à morte entre o Homem Macho e o Homem Fêmea que no entanto e ao contrário de que muitos pensam, no fim poderá acabar com eles na mesma cama.

 

Um exemplo de uma relação Amor/Ódio e de como ela se pode tornar tão profunda

 

camarinha-agarra-castelo-branco-pelos-cabelos_2462

Apresentação dos dois candidatos à Presidência
(envolvendo carícias evidentes de âmbito estritamente sexual)

 

O povo português começa a assumir de uma forma aparentemente definitiva um compromisso fundamental alternativo de que o mesmo já vinha suspeitando há muito tempo possuir e querer partilhar (mas não tendo autorização superior para o concretizar) e que tem vindo a evoluir no nosso país de uma forma imparável e cada vez mais acelerada (mas ainda sem uma noção consciente das verdadeiras consequências presentes e futuras provocadas pelo acontecimento que o envolve): esse compromisso destrói as barreiras invisíveis mas poderosas que definem os parâmetros actuais de normalidade (exigidas pelas estruturas que sustentam a pirâmide social e até agora fielmente cumpridas pela generalidade do povo) demolindo as barreiras que o separam da Nova Realidade.

 

O povo português assume finalmente a importância dos extremos na sua vida e quotidiano (e das suas respectivas pulsões inerentes ao organismo vivo social que o mesmo integra) e a necessidade natural e evidente da realização urgente de um estudo mais aprofundado sobre a relevância das extremidades (e profundidades) associadas no todo que é esta construção.

 

O Universo Vivo e Infinito a que o povo pertence começa agora a exigir por necessidade de sobrevivência colectiva e por solicitação desse mesmo povo (é certo que de uma forma inconsciente e típica de um animal habituado a carregar) o derrube imediato das muralhas que desde que se conhece o têm separado da realidade, do resto do mundo e de si próprio: e as grandes extremidades e os orifícios profundos sempre o deixaram emocionado, dada a profunda atracção registada entre estes contrários, que o sendo no entanto se completam (nos humanos). Que por vezes os unem, que por vezes o separam, mas que no fim sempre se completam.

 

img_991x428$2010_07_03_17_02_00_81319.jpgimg_991x428$2009_11_17_09_27_00_87339.jpg

José e Zezé
(tal como os contrários atraídos um pelo outro – coligação à vista?)

 

Assim e em função do que lhe têm vindo a ser prometido e disponibilizado e por outro lado face a todas as expectativas entretanto goradas ou simplesmente esquecidas, o povo português propõe como candidatos únicos às próximas eleições a Presidente da Republica e como resposta clara e instantânea à declaração sucessória do actual monarca (já completamente inactivo física e mentalmente – apesar de já ter caído os outros nada fizeram – mas ainda não tendo sido internado e substituído como o foi o outro cinquentenário) dois indivíduos considerados extremistas nas suas atitudes, completamente incompatíveis um com o outro e capazes de nos oferecerem uma campanha prometedora (e certamente de sucesso), face aos conflitos físicos previstos na campanha certamente de cariz extremamente sexual.

 

Segundo diversos especialistas sujeitos a consecutivos processos de equivalência e de certificação – antes tinham licença de porte de arma (física) agora dispondo de licença de porte de habilitação (psíquica) – e que desde que nos conhecemos têm ocupado sistematicamente o topo da estrutura (condicionando-nos para nossa protecção), se o perigo de dissolução da sociedade poderá estar eminente com este projecto de intervenção radical, por outro lado o resultado que daí sairá não deixará de ser o que seria sempre esperado. Ou não?

 

(imagens – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:41

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO