Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

29
Fev 20

Depois de cumprido o de 2016 (com o resultado que se viu) o maior desejo (ainda por cumprir) da antiga elite Democrata (com as pontas dos dedos, ainda no poder) para esta ano de 2020:

 

9793BF36-C58F-4384-9C7B-A5C3E5FFC1E6.jpg

R.I.P.

Bernie Sanders

 

Na continuação das Primárias Democráticas para a escolha e nomeação do seu candidato para as Eleições Presidenciais de 3 de novembro de 2020 − com 3 CAUCUS/PRIMÁRIAS já concluídas – realizam-se este sábado as primárias da CAROLINA do SUL elegendo 54 delegados (e 9 SUPERDELEGADOS num total de 63). Para já e apenas com cerca de 3% dos delegados eleitos − e c/ BERNIE SANDERS a liderar − seguindo-se a Carolina do Sul (com Biden a liderar nas sondagens) para no próximo dia 3 se realizar a SUPER TERÇA-FEIRA e aí,  cerca de 1/3 dos delegados já estarem eleitos/distribuídos. E a partir daí com as primárias DEM certamente a “evoluírem”, introduzido o novo candidato e multimilionário MICHAEL BLOOMBERG (com a bênção do DNC), conjuntamente com os restantes (candidatos sobreviventes) tentando (mais uma vez) desmontar o socialista/comunista Bernie Sanders, fazendo-lhe definitivamente a cama (replicando o sucedido em 2016 com Hillary Clinton).

 

C

Iowa+NewHampshire

+Nevada

Carolina do Sul

DEM

DE

%

DNE

S

DE

DNE

Sanders

45

44,6

29

por distribuir

24,0

54

em

votação

9

por

distribuir

Buttigieg

26

25,7

11,5

Biden

15

14,9

39,0

Warren

8

7,9

6,5

Klobuchar

7

6,9

5,5

Steyer

0

0,0

12,0

Gabbard

0

0,0

1,0

Bloomberg

-

-

-

(C: Candidatos DEM: Democratas DE: Delegados Eleitos

DNE: Delegados Não Eleitos S: Sondagens)

Sondagens: Média RCP de 28.02.2020

 

E se as primárias da Carolina do Sul poderão esclarecer um pouco mais qual a verdadeira força de cada candidato DEM − com Joe Biden bem destacado nas sondagens (algo de inovador, podendo ainda sobreviver às 15 votações de terça-feira, 2) – seja qual for o resultado sendo o mais provável a luta dirigir-se (ou ser dirigida, impulsionada) para um confronto entre o “Comunista Sanders” e o “Democrata Bloomberg”: contando com a colaboração do DNC  (e com o dedo de Hillary) e ainda suportada por TRUMP – “apoiando” a luta de Sanders e caso ele ganhe a Convenção DEM (com Trump “rezando” por isso), usando o estigma DEM afirmando tratar-se de uma luta entre o Totalitarismo (do outro) e a Democracia (a dele). Esperando-se assim e em resumo a reedição do sucedido nas primárias DEM de 2016 (em que Hillary chutou desde o início Sanders p/ fora da corrida), com todos os órgãos de comunicação social (TV, jornais, redes sociais, etc., esmagadoramente DEM) a fazerem tudo por isso.

 

(imagem: democraticunderground.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:54

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


23


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO