Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

27
Mai 18

Concluída este sábado dia 26 de Maio a Liga dos Campeões de 2017/18 (a maior competição Mundial realizada a nível de clubes ‒ os mais ricos clubes de futebol a nível internacional ‒ disputada no continente Europeu) e a menos de três semanas do início (a 14 de junho com o jogo de abertura) do 21º Campeonato do Mundo de Futebol (de 2018) a realizar-se na Rússia, não param as tentativas de descredibilizar a Rússia ‒ atacando o seu Presidente Vladimir Putin ‒ para dessa forma fazerem a Vida Negra ao país organizador, boicotando de uma forma ou de outra (já que não a conseguiram anular e transferir) a Maior Prova Desportiva Global: com os Media concluída a partida e acabado derrotado o clube inglês (por 3-1), através das suas publicações e Redes Sociais a espalharem a notícia de que o jogador egípcio do Liverpool (e da seleção do Egito presente no Mundial da Rússia) Mohamed Salah, teria sido lesionado intencionalmente pelo jogador espanhol Sérgio Ramos (Real Madrid e seleção de Espanha), respondendo a um pedido (certamente com retribuição) da responsabilidade da Rússia e do seu Agente (e ex-KGB) Putin.

 

5b09da45fc7e93f2198b4600.jpg

1

Um dos Momentos da Final

Por volta dos 25’ da 1ª parte com o egípcio (do Liverpool) Mohamed Salah (ao centro na imagem) a cair lesionado por falta (não assinalada pelo árbitro) cometida pelo espanhol (do Real Madrid) Sérgio Ramos ‒ saindo pouco depois da meia hora de jogo (aos 37’) em lágrimas e com prognóstico reservado (tendo em vista a sua participação no Mundial de Futebol)

 

“A tearful Salah was subbed off in the first half UEFA Champions League final against Real Madrid after suffering a shoulder injury in a tussle with Madrid defender Sergio Ramos.” (rt.com)

 

Liga dos Campeões ‒ Final

Kiev ‒ Ucrânia ‒ 26 Maio 2018)

Real Madrid ‒ 3 Liverpool ‒ 1

 

“Social media users have blamed Russian President Vladimir Putin for the UEFA Champions League final injury to Liverpool striker Mohamed Salah, which may rule him out of Egypt's group game against Russia at the World Cup 2018.” (rt.com)

 

I FIGURED IT OUT... Putin didn’t want Salah to play against Russia in the World Cup.

(Mohammad Alawawdeh/@AhbalPrince/twitter.com)

 

Putin arranged Salah's injury so that Russia will advance at the World Cup.

He'll probably congratulate Ramos at the very least.

(Ian/@ian_10_19/twitter.com)

 

Fact:

If you don't think Putin paid Ramos to rip Salah's arm off then you just aren't paying attention.

(Samuel Army/@BarstoolSam/twitter.com)

 

“Social media users quickly took to Twitter to post their conspiracy theories that Russian President Vladimir Putin was responsible for taking out Egypt's star man, thus increasing the chances of Russia advancing from the group stage.” (rt.com)

 

DeJspiqXkAAZHXl.jpg

2258671_w2.jpg

2/3

Vladimir Putin e o seu Mundial de Futebol

Decorrendo de 14 Junho a 15 de Julho na Rússia (país apurado por organizador)

Integrando 32 seleções de todos os continentes (uma delas sendo Portugal)

E disputado em 10 cidades russas (com Moscovo a ter a Abertura e a Final)

Sem a presença dos EUA (surpreendentemente eliminado nas qualificações)

 

 

Com os Britânicos (tal como muitas vezes c/outros processos, mais à distância e com grande eficácia, os norte-americanos o fazem) mais uma vez a estarem por detrás desta nova Guerra Fria contra a Rússia (baseando-se exclusivamente na utilização das só agora descobertas FAKE NEWS, na verdade já passadas e tão úteis e lucrativas nas Guerras do Golfo/Iraque) ‒ não sabendo bem o que fazer desde a votação do Brexit (como Ilha abandonando a Europa e vendo-a como outro território) e a eleição de Trump (propondo aos britânicos transformarem-se num grande armazém um Entreposto Comercial Norte-Americano) apesar do Money Árabe, Russo e Chinês (injetado no Reino Unido). E à falta de melhor (enigmática e temporariamente desaparecido o caso Skripal) e pondo-se um pouco a pensar, encontrando-se logo ligação entre o Real (sucedido) e a Previsão (desejada): sugerindo-se ou afirmando-se que a Rússia seria parte interessada (no incidente) dada a seleção do Egito (onde joga Mohamed Salah a sua maior estrela) ser adversária da Rússia integrada no Grupo A ‒ juntamente com a Arábia Saudita e o Uruguai, assim diminuindo as hipóteses do Egito e aumentando as da Rússia (de passarem à fase seguinte).

 

(texto/inglês: rt.com ‒ imagens: (1) uefa.com e (2/3) rt.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:49

Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
15
16
18

20
22
24



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO