Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Rádio Moscovo, Rádio Argel (c/Manuel Alegre) e agora RT?

Domingo, 12.04.20

“After lockdown ends,

will we be living in a brave new world

or a FAT new world?”

(Tomasz Pierscionek/12 de abril de 2020/RT)

 

5e90c4ff85f5406173576180.jpg

FAT NEW WORLD

 

Tal como o afirmam os EUA e os seus aliados da Europa Ocidental (de que Portugal faz parte, mas pelos resultados nem tanto), mas dado o tema exposto não resistindo a tal (certamente por manipulação subliminar), mais uma vez apoiando (talvez involuntariamente e por intrusão mental) o canal internacional do ditador Putin (parasitando-nos e possuindo-nos antes de explodirmos, tal como no filme “Alien o 8º Passageiro”), agora sob a forma de um agente seu infiltrado (felizmente visível e aparentemente não mortal) o jovem australiano vivendo (desde os 12 anos de idade) no Reino Unido de nome Tomasz Pierscionek −  no seu currículo e certamente recrutado pela RT por esse motivo, apresentando-se (entre outros pretextos para se impor sobre os nossos débeis cérebros) como “Masters in Medical and Molecular Biosciences” e (a prova que faltava) “Editor in Chief of the London Progressive Journal” (espero que chegando para um possível e futuro pedido de desculpa, um dia que finalmente tome consciência do crime que involuntariamente pratiquei).

 

Deixando aqui a ligação (no final deste texto) do canal da TV internacional de Putin – não se iludam com a sigla RT, tendo atrás de si escondida a Russia Today, um canal estatal russo com sede em Moscovo, tendo como destino o mercado exterior (segundo nos ensinaram desde os tempos do Antigo Regime atravessando mesmo o Novo Regime, apontando ao Ocidente, aos EUA e a todo o “Mundo Católico-Romano, Livre e Democrático”) – e aproveitando apenas o momento e a oportunidade (lembrem-se que “a ocasião faz o ladrão”, “seja ele mau , seja ele bom”) para deixar aqui a ideia e a mensagem (inscrita logo no início deste texto) que o mesmo “Agente Infiltrado” quis transmitir.

 

livros-para-ler-em-viagens-longas-2.jpg

BRAVE NEW WORLD

 

Até porque para alguns (tal como “O Capital” de Karl Marx, a Bíblia da Economia mesmo para os estudiosos norte-americanos) poderá ser (nem que seja em último caso, nestes tempos de Pandemia e de pobreza de conteúdos) − digamos que para não afetar muito a cabeça dos nossos especialistas (antes às centenas, agora aos milhares) – “minimamente” interessante: [https://www.rt.com/op-ed/485520-covid19-weight-gain-unhealthy].

 

E já agora para os mais preguiçosos (de modo a não terem desculpa) a tradução em português: “Depois do confinamento terminar, estaremos a viver num Admirável Mundo Novo ou num Gordo Mundo Novo”. “Admirável Mundo Novo” um excelente romance da autoria de Aldous Huxley (Coleção Dois Mundos/Livros do Brasil) uma das obras de referência – lida − da minha juventude.

 

(imagens: Getty Images/South_agency/rt.com − nainternet.net)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:05