Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ricardo Salgado Afinal é Pobre

Sábado, 09.08.14

Que eu saiba em Portugal um criminoso só o é se assim se manifestar

(ou seja, se reclamar com o apoio de testemunhas, flagrante delito)

 

“Ricardo Salgado não tem nenhum bem em seu nome”

(SIC Notícias)

 

Carolina Salgado

O português (como um cobarde que é) só diz mal de quem pode ou de quem (apesar de todo o sofrimento às suas mãos) ainda gosta dele

 

Os mesmos democratas liberais que fizeram fortuna com a Revolução – destruindo as antigas empresas onde trabalhavam (por dentro) e não reconhecendo os seus antigos e adorados patrões (por fora) – são os mesmos que hoje em dia renegam o seu antigo Deus (através da figura do Espírito Santo posteriormente socializado), enquanto que ao mesmo tempo nos tentam convencer que nada têm (coitados/injustiçados). É que todos os oportunistas sabem que a história (deles) se repete e que aqueles agora caídos em desgraça amanhã poderão de novo recuperar a consciência e retomar de novo as rédeas do poder: como assim (afinal de contas estamos a falar da nossa elite e dos seus intelectuais à cobrança) têm bastantes conhecimentos e um curriculum deveras apreciável.

 

“Cada vez é mais evidente a enorme injustiça praticada: nem bens imobiliários têm”!

 

E o Circo lá vai continuar montado no seu lugar de sempre, apesar de todos os seus animais já terem morrido ou estarem em vias de facto.

 

(imagem – Web)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:29


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.