Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

04
Mai 14

Não há um único dia em que não nos tomem por atrasados mentais (malditos sejam)

– E o pior é que pelos vistos gostamos e eles sabem disso (coitados de nós)”

 

O Zezinho ainda foi perguntar aos pais (pai médico e mãe enfermeira) se deveria tomar banho ou não, mas pelos vistos a resposta foi rápida e incisiva: tal como acontecia connosco em criança, quando não queríamos tomar banho; quanto à Zezinha a sua decisão era irrevogável apenas condicionada pelo seu relógio monumental.

Saída Limpa (por fora) mas com muita sujidade (por dentro e nas canalizações).

 

 

É hoje dia 4 de Maio de 2014 (por mera coincidência o Dia da Mãe) que o Super-Zezinho-Digital vai decidir – com a Super-Zezinha-Analógica a controlar o relógio – se os portugueses vão ter direito a partir de agora a usufruir da possibilidade de continuarem a tomar banho e a lavarem-se diariamente mantendo o seu corpo e a sua alma minimamente limpa, ou se em alternativa lhe será confiscada a água e todos os outros produtos de limpeza físicos e mentais, de modo a mais uma vez cumprirmos patrioticamente o nosso dever e assim suplantarmos o pedido do dono da carroça conduzida pelas três cavalgaduras: entre privatizar o Objecto (a Água) ou o Sujeito (o Cidadão) o Zezinho opta pela continuação da privatização do segundo (impondo-lhe mais deveres e suprimindo-lhe mais direitos até à sua completa aniquilação) deixando para um momento posterior a privatização do segundo (a Zezinha ainda levou à discussão – tendo em atenção os velhinhos e incapacitados – se a opção mais válida seria pela banheira ou pelo poliban). Todos os indícios indicam que a opção será pela Saída Limpa até porque convêm ter todos os portugueses unidos para este combate final, o que não aconteceria se cada um de nós afastasse o outro, com o forte odor a cadáver que já então exalávamos. Como sempre a Zezinha mostrou toda a sua inteligência, irreverência e sentido de oportunidade, tendo proposto em alternativa um método muito mais saudável, natural e tradicional e contando para o efeito com todo o apoio do seu Ministro das Cervejas: tomar banho no rio ou no mar, o que desde logo teve o apoio de todas as estruturas balneares – de mar e de rio.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:17

Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

16

23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO