Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

03
Ago 19

[Albufeira no Mundo da Praia, do Sol e do Álcool − seguindo os critérios da moral e da conduta norte-americana/ocidental − cada vez mais próxima de se integrar na "New Silk Road", segundo a China "numa tentativa de melhorar a conectividade regional e abraçar um futuro mais brilhante" (wikipedia.org): migrando a sede da "Coisa", de Washington para Pequim.]

 

alkoholexzesse-albufeira-yutacar-1024x680.jpg

No respetivo Menu Turístico com a bebida (alcoólica) a estar incluída no pacote de viagem e com o consumo a iniciar-se logo ao embarque, até à chegada aos alojamentos (e aí prosseguindo em ritmo de cruzeiro)

 

Com o magazine alemão ALGARVE FÜR ENTDECKER (o “Algarve para Descobridores”) deste sábado (3 de agosto), a apresentar-nos ALBUFEIRA (a proclamada “Capital e Pérola Turística” da Região do Algarve) como a tipicamente portuguesa “Cidade da Bebedeira” de praia (obviamente com Sol & Mar): e referindo-se aos

 

BRITÂNICOS

(de longe o maior e mais contributivo contingente turístico)

 

“E à imagem pelos mesmos deixada, sem intervenção das autoridades e manchando a região”

 

Falando de menores de idade (menores de 16 anos) caídos de bêbados nas ruas, de garrafas de vidro e vómitos espalhados pelas mesmas (dando-lhes um aspeto sujo e impróprio) e do caos e ineficácia da intervenção das autoridades (para além da falta de preparação da GNR) na resolução destes casos (e problemas mais graves podendo envolver agressões e vítimas neles originados), com impacto Negativo e influência direta na variação do fluxo turístico, desta região turística (dita nacional e internacionalmente de TOP) do Sul de Portugal:

 

briten-albufeira-nackt-bar-facebook.jpg

Promovendo-se a venda do álcool de uma forma descontrolado e levada ao extremo (intoxicação por consumo excessivo, podendo mesmo levar ao coma alcoólico e à morte)

Chegando-se a imagens impróprias (como esta) registada em Albufeira

 

Neste ano de 2019 com o fluxo turístico no Algarve (e em Albufeira) a registar uma queda (em números de visitantes e receitas) bem visível, com as caraterísticas dos contingentes turísticos a mudarem na forma (organizando-se em grupos), no conteúdo (objetivo da viagem, “descansar ou explodir”), mas sobretudo na idade (mais novos) e na origem (com os ingleses a serem substituídos por espanhóis e franceses) − todos eles gastando na região menos dinheiro.

 

Tudo motivado pelo (o único responsável até agora detetado) consumo excessivo de ÁLCOOL. Sem controlo do vendedor, sem controlo do comprador e sem controlo (sendo pelos vistos, todos vítimas inocentes) de todos os intermediários, na organização (legal) desta grande Festa de Verão. E nada se fazendo até para não incomodar o Turista (o Cliente) − nem sequer existindo um código mínimo de conduta, por exemplo promovido pela CMA e pelo seu Presidente – tudo se mantendo mas (infelizmente) num ambiente (sucessivo de queixas) nada tranquilo. Nem sendo necessário sequer ser radical e como solução expulsar os Britânicos, até porque pelos vistos serão eles (com o BREXIT) a tomar a iniciativa. E então e aí se verá, o que será o futuro do Algarve − ainda hoje maioritariamente Britânico.

 

(imagens: yutacar − privada)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:24

Junho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO