Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

16
Abr 21

E como já não há nada a fazer,

(paralisado com o choque e devido aos argumentos)

 

Imagem1.png

Óbitos/Continente

(durante duas semanas)

 

─ Até pela declaração do 1º Ministro sugerindo pelas suas palavras que o Ministério da Educação é na sua ação uma secção independente do Governo não sendo obrigado a prestar-lhe contas e podendo pelos vistos (sendo este facto agora real) declarar o “Fim-da-Pandemia-no-Interior-das-Escolas”) ─

 

Face à “demissão” estratégica do Presidente e à passividade por “falta de competência” do Governo e do seu 1º Ministro (como já se viu antes no caso da Educação e desse modo desvalorizando a área, entregando a” concessão/exploração” e a resolução do problema nas mãos do 2º, o Ministro da Educação), restando-nos no presente sentar e aproveitar o pouco tempo livre de que ainda dispomos (de sacrifício físico e mental) para confirmar se iremos mesmo Desconfinar ou se continuaremos a Desconfiar.

 

o-que-nao-mata-engorda.jpg

Descubra quem é o Edibar e quem é a Edimunda

(um deles sendo nós, o outro o nosso 1º)

 

Por mim e dado este último pré-passo verificado a 15 de abril (ontem) e vindo a ser confirmado (como ontem referido) no início da próxima semana (2ª feira, 19), já não havendo mais forma de suspender ou de recuar (no andamento do processo de Desconfinamento) pelo que tudo já estando decido seja para o bem ou para o mal:

 

No início de maio e seja qual for o resultado, com o Governo no pior dos casos só tendo que usar uma venda maior e continuar a avançar,

 

Imagem2.jpg

R(t) no Algarve

(desde o início da Pandemia)

 

─ Declarando aí o fim do Estado de Emergência (já o poderia ter feito, não fosse a força-de-bloqueio chamada Marcelo), o Fim-do-Desconfinamento, o regresso ao Novo Normal e a derrota (terá que o afirmar, como o fazem os norte-americanos) do inimigo o vírus SARS CoV-2. O problema será se o vírus não estiver de acordo com esta nossa versão.

 

Façamos a nossa proteção e rezemos à nossa Santa (do nosso homem já não se esperando nada, à espera do seu colega espanhol), a Nossa Senhora de Fátima, estando na hora de Milagres.

 

(dados: dgs.pt ─ imagens: Produções Anormais e seujeca.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:17

09
Abr 21

Neste contexto de Desconfinamento em Portugal, algo sobre o que se passa um pouco por toda a Europa, com o registo do nº de óbitos registados esta quinta-feira dia 8. De oeste a este do continente europeu com números como +954 óbitos na Polónia (22% do total mundial de mortes neste dia), +487 na Itália (11%) e +464 na Ucrânia (11%). Portugal ficando-se pelos 9 óbitos (0,2%).

 

Imagem2.jpg

Europa

Com a Polónia a registar só hoje (8 de abril) quase mil mortes

(aqui ao lado a Espanha com 142)

 

Pela amostra e pelos 4.384 óbitos registados em toda a Europa (neste dia), confirmando-se como o vírus SARS CoV-2 continua bem ativo por toda a Europa, desde a Rússia/Ucrânia, passando pela Polónia e chegando à Alemanha/Itália/França ─ e saltando esta “barreira” atingindo rapidamente a Península Ibérica começando por Espanha, encontrando de seguida em Portugal um índice R(t) > 1.

 

Quando a Europa se aproxima das 0,95 milhões de vítimas mortais (no Mundo dos 2,95 milhões).

 

(dados: worldometers.info ─ imagem: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 05:00

04
Abr 21

Dois gráficos revelando-nos a evolução da Pandemia de Covid-19 na Região do Algarve, no gráfico (1) a evolução do nº de Infetados/dia desde o início do ano 2021 e no gráfico (2) a distribuição do nº de Infetados e do nº de Óbitos por concelho (16 no total) desde o início desta Pandemia (já lá vai mais de um ano). De observar e usar o cérebro para pensar.

 

Imagem2.jpg

Gráfico 1

[Algarve ─ 2,5% do total nacional de Infetados]

(20.557 infetados em 823.142)

 

No gráfico (1) e depois de um prolongado e contínuo decrescimento do nº de Infetados/dia, com a sua evolução a demonstrar agora alguma instabilidade, descendo e subindo alternadamente e parecendo revelar uma (para já) muito ligeira tendência de subida. Um pouco preocupante (assistindo-se ao que se passa, um pouco por toda a Europa).

 

Imagem1.jpg

Gráfico 2

[Algarve ─ 2% do total nacional de Óbitos]

(347 óbitos em 16.875)

 

No gráfico (2) deparando-nos em números com os efeitos da passagem desta Pandemia por esta região do sul de Portugal ─ total de Infetados e de Óbitos, por concelho ─ com os concelhos mais castigados a serem os de Loulé (63 mortes/18% do total), Faro (51/15%) e Albufeira (44/13%) ─ seguido por Portimão (30/9%). Com o total de mortes Covid-19 nos 347.

 

Residindo em Albufeira (há 37 anos), sendo surpreendido como muitos pela introdução deste concelho entre os mais preocupantes (risco elevado) ─ 120 a 240 casos/100 mil habitantes ─ e procurando uma explicação (para o sucedido), deparando-me com o “Triângulo das Bermudas” (Covid-19): indo de Portimão (1º vértice) a Albufeira (2º vértice) ─ passando por Lagoa (num dos lados do triângulo) ─ tocando em Silves (3º vértice) e sendo suportado por “estaleiros” (da construção civil).

 

(dados: dgs.pt ─ imagens: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:19

03
Abr 21

“Nos países com mais mortos por total da sua população,

estando Portugal à frente (15º) até mesmo do Brasil (19º).”

 

Uma amostra COVID-19 apresentando os 20 países (em mais de 220) com o maior nº de óbitos por cada 1 milhão de habitantes: liderando um pequeno território como Gibraltar (fazendo parte do Reino Unido) e sendo de destacar (tendo maiores territórios/maior população) nessa amostra a presença de 16 países/territórios europeus (80%). Entre eles o Reino Unido (10º), a Itália (12º), PORTUGAL (15º) e a Espanha (16º). Do outro lado (e para o fim do Top 20) estando 4 países do continente americano, como não poderia deixar de ser um deles sendo os EUA (14º) e (espante-se, atrás de alguns países da Europa) o outro sendo o Brasil (19º) “melhor” que Portugal: o Brasil com 1537 óbitos/1M e Portugal 1658 óbitos/1M (+121O/1M).

 

Imagem1.jpg

 

Com os países não Europeus e não americanos só surgindo com (citando apenas os 8 primeiros, em ordem decrescente) o Líbano (Ásia/933), a África do Sul (África/884), Aruba (América Sul/803), Belize (América Central/787), a Tunísia (África/746), o Irão (Ásia/743), a Jordânia (Ásia/685) e finalmente Israel (Ásia/676). E com a Austrália a registar 35 óbitos/1M e a Nova Zelândia 5 óbitos/1M (na Oceânia sendo o pior, a Polinésia francesa ─ com 500 óbitos/1M) ─ ambos podendo ser o paraíso (na Terra) por “quase livre do coronavírus”. Dependendo toda esta evolução (da Pandemia) do que vier a seguir – nesta senda anti-Covid-19 ─ com um Mundo em desacerto (e desorientado) posto perante diferentes fases da doença (e falta de recursos): uns mais atrás outros mais à frente, mas não comunicando entre eles (devidamente) e nada aprendendo uns com os outros. Dando mais uns pontos de vantagem, ao hoje nosso adversário.

 

E se estiver aí à porta, outra Vaga Covid-19 (como parece estar a suceder, na América e na Europa)?

 

(dados: dgs.pt ─ imagem: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:56

31
Mar 21

E enquanto os incidentes em MYANMAR (antiga Birmânia) se intensificam crescendo o número de vítimas mortais ─ numa luta envolvendo dos dois lados, militares e políticos golpistas e corruptos, um deles sendo mulher e ainda Nobel da Paz ─ sendo acompanhados pelas centenas de desaparecidos em Cabo Delgado (Moçambique) ─ tudo se resumindo a uma luta entre duas partes interessadas no mesmo, a exploração de gás na região (pela Total), de um lado tendo mercenários (da Total) e do outro terroristas (do ISIS) ─ no outro lado do Atlântico, tomando como referência o “país-irmão” (Portugal) e literalmente “A Morte Continua Na Rua”:

 

“Brazil on Tuesday reported 3.780 COVID-19 deaths, a new record.”

(Brasil/São Paulo/Reuters/yahoo.com/30.03.2021)

 

2021-03-30-bolsonaro-covid.jpg

Jair Bolsonaro

Conferência de Imprensa (sobre o Covid-19)

Palácio da Alvorada ─ Brasília ─ 24.03.2021

 

Com o coronavírus responsável (SARS CoV-2) pela Pandemia de Covid-19, causando no país de JAIR BOLSONARO o BRASIL num só dia 1/4 do total global de mortes registadas ─ um recorde mundial.

 

Tendo inicialmente lançado o Brasil numa grande crise socioeconómica (já vinda de trás, mas com a sua política agressiva e prepotente do presidente, sendo agravada) por falta de decisões concretas e eficazes cada vez mais próxima do limite (do suportável), vendo a situação a “embrulhar-se” perigosa e aceleradamente com a chegada do VÍRUS, deparando-nos aí com um JAIR BOLSONARO à deriva incapaz de reconhecer o que ele próprio via e optando pelo Negacionismo:

 

2021-03-29-brazil-graves.jpg

Campo da Esperança

Fila de sepulturas novas (Covid-19) ainda recentes

Cemitério Campo da Esperança ─ Brasília ─ 23.03.2021

 

E entre demissões e admissões sucessivas de vários “Ministro-Bolsonaro” tentando adiar o inevitável demitindo/admitindo mais meia-dúzia e manipulando números ─ dado o elevado nº de mortes e a situação incontrolável, os “Números Covid-19”.

 

Mas nunca podendo esconder os números conhecidos (devido à manipulação, facilmente podendo ser X2 ou X3) neste início de quarta-feira 31 de março pelas 23:00 TMG registando: um total de 12.664.058 Infetados (2º Ranking Mundial/RM), de 317.936 de mortes (2ºRM), de 1.271.639 ainda ativos (3ºRM), de 8.318 em estado grave/crítico (3ºRM) e de 1.488 mortes/1 Milhão (aqui e pela sua extensão ─ não vá Bolsonaro aproveitar ─ 19ºRM).

 

maxresdefault.jpg

Fórum Covid-19

Brasil ─ Crise e Pandemia de Coronavírus

Harvard ─ 30.03.2021

 

Faltando apenas conhecer o que acontecerá a Bolsonaro tendo já nas suas mãos mais de 300.000 mortos:

 

Sendo ele conhecido nacional e internacionalmente ─ até pelo que diz e pelo que faz (infelizmente de mal e muitas vezes criminoso ─ veja-se antes a Amazónia e depois a Covid-19) ─ como um dos maiores do mundo no combate contra o tratamento da doença Covid-19, apenas por segundo ele “tal doença não existir” (sendo uma Gripe).

 

Esperando-se brevemente uma resposta dos EUA ─ ou não fosse Bolsonaro, o “Trump Sul-Americano” ─ podendo até (e pela grande emergência) ser mesmo um ataque (dado os norte-americanos andarem por todo o lado).

 

[Entre árvores (da Amazónia) e povo (do Brasil) a grande obra-inimaginável e prima (ou outro familiar qualquer) de Jair Bolsonaro.]

 

(imagens: Eraldo Peres/AP/pri.org ─ i.ytimg.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:26

09
Mar 21

[E do Verão p/ apanhar o Turista.]

 

Passados 68 dias desde o início do ano e com a região do Algarve no 6º dia consecutivo sem registo de vítimas mortais (7 em 9 dias sem indicação de óbitos).

 

Imagem3.jpg

 

Num decrescimento devidamente apoiado, numa descida acentuada e paralela do número de infetados (o 6º dia consecutivo abaixo dos 33 infetados, hoje apenas com 4).

 

Imagem4.jpg

 

Podendo-se afirmar que respeitadas as regras (máscara/mãos/distanciamento) e tendo-se Governo (agora afirmando ter um Plano), a esperança ainda não morreu.

 

(dados: dgs.pt ─ imagens: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:00

[Conselho Covid-19:ao abrirmos a porta esperando não o fazer a correr, tropeçando logo no primeiro obstáculo ou então sendo atropelado.”]

 

Como o gráfico (1) o comprova, uma descida do nº de Internados/dia, registada durante as últimas quatro semanas.

 

Imagem1.jpg

Gráfico 1

 

E na evolução do nº de óbitos/dia, registada no mesmo intervalo de tempo, com o gráfico (2) igualmente a comprovar, a descida anterior.

 

Imagem2.jpg

Gráfico 2

 

Apontando em direção de uma inversão na tendência de contágio, com a generalidade dos parâmetros a apontarem sucessivamente para baixo, restando apenas saber se o vírus está de acordo, podendo tal como as vagas (indo e vindo) não desaparecer, reaparecendo: voltando periodicamente.

 

[Hoje 9 de março de 2021, registando-se +847 Infetados e +30 Mortes, com 1.278 Internados (-125) e 312 em UCI (-30).]

 

(dados: dgs.pt ─ imagens: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:40

05
Mar 21

Com o nº de Infeções/nº de Óbitos do vírus SARS CoV-2 registados num período de 14 dias, demonstrando já do 3º para o 4º período uma descida acentuada ─ continuando de igual forma neste 5º período.

 

Imagem1.jpg

 

Pelo que se acentua a certeza do fim desta nova vaga Covid-19, não significando tal ─ até por um novo aumento de casos, ultimamente registado nalguns países ─ que uma nova vaga já não esteja a caminho.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:50

04
Mar 21

Tendo de se recuar a 6 de outubro de 2020 (com 429 Infetados/dia) para se obter um nº de Infetados menor que o nº registado hoje (com 830 infetados/dia) ─ máximo na 1ª vaga atingido em 10 de abril de 2020 com 1726 Infetados/dia

 

Imagem1.jpg

 

E tendo de se recuar a 28 de outubro de 2020 (com 24 óbitos/dia) para se obter um nº igualmente inferior ao registado hoje (com 28 óbitos/dia), podendo-se teorizar estarmos no presente no caminho descendente do trajeto de mais uma vaga do vírus SARS CoV-2, sugerindo entre várias opções para o futuro (ainda em aberto) ou (1/99,9%) estarmos perante uma nova e aparente acalmia regressando depois da “bonança a tempestade” como um facto lógico e inevitável (4ª vaga sucessiva) ─ encaminhando-nos para o fim de um ciclo, repetindo-se periodicamente ─ ou então (2/0,1%) perante um pesadelo artificialmente criado e exponenciado (não tendo acontecido tal com a gripe, não usufruindo do poder supremo dos média) do qual ninguém conhece para já as regras para o interromper, nos conseguir tirar dele, no mínimo criando um repelente ou então um antídoto: que nos deixe acordar e abandonar o Novo Normal ─ “em busca da felicidade e seu usufruto” ─ pois algo ainda nos transporta (se o real não funciona, utilizando a imaginação) ao nosso passado Normal. Apesar da Covid-19 os nossos órgãos dos sentidos não estão mortos e o cérebro ainda funciona, faltando trocar a projeção e compor o holograma.

 

[Neste jardim aqui plantado podendo ser do Céu ou do Inferno (na realidade Purgatório Vs. Inferno) ─ ou seja e na disputa, ganhando o Homem ou o Vírus ─ devendo-nos agora preocupar o ponto de desconfinamento (apontado para meados de março) e o obstáculo que aí vem (apontando para a Páscoa): não se acautelando e abrindo podendo iniciar-se a muito curto-prazo uma nova vaga Covid-19 (com outras variantes/estirpes).]

 

(dados: dgs.pt ─ imagem: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:11

28
Fev 21

[Evolução dos números de UCI e de Óbitos (em Portugal), nestes 2 primeiros meses (janeiro e fevereiro) de 2021.]

 

Imagem1.jpg

 

Pandemia do vírus SARS CoV-2 (e da doença COVID-19) em Portugal, indicando a evolução da respetiva doença relativamente a UCI e a Óbitos, durante esta 2ª vaga (ainda em curso).

 

Com os valores atingidos nesta 2ª vaga (máximo de 303 óbitos/dia) apesar de bem superiores aos da 1ª vaga (máximo de 37 óbitos/dia), a demonstrarem uma clara tendência de descida.

 

Ultrapassado o pico máximo de atividade deste vírus nesta 2ª vaga (considerando a 1ª como iniciada por março/2020 e a 2ª por outubro/2020) e visionando-se o desconfinamento.

 

Nesta 2ª vaga com os máximos a serem atingidos entre finais de janeiro/inícios de fevereiro (conforme gráfico), com o pico a ser declarado oficialmente em 28/29 de janeiro.

 

Desde o início do ano e aí se atingindo os valores máximos, registando-se em UCI 904 doentes (a 5 de fevereiro) e em óbitos 303 (a 28 e 31 de janeiro). Hoje com um mínimo de óbitos (33).

 

Prevendo-se que confirmada esta tendência, se comece a abrir parcialmente o país (estado de emergência até 16 de março) ─ creches/infantários/primária ─ por meados de março.

 

(dados: dgs.pt ─ imagem: Produções Anormais)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:20

Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO