Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

20
Mar 16

Mais um que ninguém viu e bem maior que o de Fevereiro!

 

Um Asteroide:

 Que passou pela Terra a 11, que foi observado pela 1ªvez a 15, que foi observado pela 2ª vez a 17 e que foi (PUXA!) finalmente identificado a 18.

 

ast 1.jpg

 

Precisamente na data prevista para a Missa do 7º Dia.

 

 

Corpo Celeste 2016 EF105
Dimensão 20 - 50 Metros
Velocidade 10Km/s
Data da maior aproximação à Terra 11 Março 2016
Distância à Terra 30.000km

 

Mais uma vez deixando-nos completamente perplexos com as suas extraordinárias capacidades de prever o futuro do Homem e da Terra (baseando-se em todos os factos e conhecimentos pelos mesmos adquiridos e ao longo do espaço e do tempo consolidados), a maior, mais antiga e mais conceituada agência espacial do nosso planeta a norte-americana NASA, vem agora informar-nos de que no passado dia 11 de Março um asteroide até à data desconhecendo-se a sua existência (até à data quer dizer 15 de Março, quatro dias depois), passou mais uma tangente ao nosso planeta.

 

Assim em vez dos cientistas e técnicos da NASA nos avisarem do acontecimento que aí vinha (que devido à grande pressão do tempo provavelmente não seria o mais correto, podendo provocar alarme global injustificado) a mesma optou por posteriormente realizar uma retrospetiva muito mais detalhada e rigorosa, contentando com todos os seus pormenores toda a comunidade científica (hoje já é dia 20). Pelo menos e se o asteroide nos tivesse atingido, ainda teríamos um registo histórico para cultivar a nossa memória (desde que o calhau não fosse grande).

 

ast2.jpg

 

O asteroide 2016 EF195 (cuja dimensão poderia atingir os 50 metros sensivelmente o dobro do meteorito que explodiu em 2013 nos céus da Rússia na região de Chelyabinsk) passou no dia 11 deste mês numa trajetória muito próxima do nosso planeta (correspondendo apenas a cerca de 1/13 da distância Terra/Lua e circulando numa órbita interior aos satélites geoestacionários): num acontecimento inesperado e que surpreendeu de tal forma os especialistas (na observação da trajetória de objetos circulando nas proximidades da Terra), que estes só foram capazes de o identificar (pela primeira vez) já ele se começara a afastar.

 

E se em vez de ter passado ao lado (a apenas 30.000Km de distância e podendo atingir alguns satélites artificiais colocados em órbita da Terra), passasse um pouco mais perto de nós? Talvez com outras dimensões o tivessem visto a passar, talvez com outras dimensões não estivéssemos aqui para o contar. O que mais uma vez nos deixa extremamente preocupados com esta ineficácia na deteção antecipada de perigos potências oriundos do exterior e a desacreditar mais um pouco no verdadeiro interesse (e dinheiro) investido neste tão importante objetivo da nossa sobrevivência (como espécie organizada e inteligente).

 

ast5.jpg

 

Quando já a 6 de Fevereiro tinha sido notícia que um outro objeto (meteorito de 5 a 7 metros) tinha entrado em rota de colisão com a Terra, explodindo sobre o oceano Atlântico aquando da entrada na atmosfera terrestre (a cerca de 30.000m de altitude e a 100Km da costa do Brasil). Por coincidência num acontecimento só divulgado quinze dias depois (pela NASA) e passando despercebido para a esmagadora maioria dos meios de comunicação mundiais, por ter ocorrido em pleno oceano e em princípio sem testemunhas conhecidas. Com uma potência de impacto de 13Kt (apesar de pequenino).

 

E ainda quando dentro de dois dias (dia 22 de Março) outros dois cometas nos visitarão, na sua trajetória de aproximação ao Sol: o cometa 252P/LINEAR 12 (que passará a mais de 5 milhões de Km) e o cometa P/2016 BA14 (que passará a cerce de 3,5 milhões de Km) – e com o segundo a ser a 4º maior aproximação conhecida desde a Antiguidade ao nosso planeta Terra (e o segundo a 7ª). O que poderá originar após a sua passagem e pela possibilidade de a Terra atravessar a sua trajetória passada, mais uma chuva de meteoritos, de bolas de fogo ou de estrelas cadentes. Veremos já que a NASA pouco nos diz.

 

(imagens: Lunar Meteorite Hunter – The Latest Worldwide Meteor/Meteorite News/Nemesis Maturity/youtube.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:28

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Asteroide 2016 EF195

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO