Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Onda de Frio em França

Segunda-feira, 12.04.21

“Depois da Crise Socioeconómica e da Crise Pandémica

(ainda em curso)

─ e agora devido à Meteorologia

a Crise Agrícola.”

 

Como “não há duas sem três”, depois da crise socioeconómica e da Pandemia Covid-19, eis que a França é atravessada de “lés-a-lés” por uma intensa onda de frio (em muitas zonas atingindo-se recordes em temperaturas mínimas registadas no mês de abril), oriunda do norte do oceano Atlântico ─ apanhando toda a Europa (entrando pelo norte) de 7 a 9 de abril (3 dias) ─ e atacando muitas das suas vinhas e pomares, destruindo muitas das suas colheitas.

 

france-frost-aprl-9-2021.jpg

Com uma onda de frio histórica (neste mês de abril de 2021)

a destruir em 3 dias a maioria das colheitas em França.

 

No seu percurso de oeste para este não poupando nenhuma região agrícola de França (sobretudo no centro/norte do país), destruindo cerca de 90% das colheitas e com os vitivinicultores a preverem (dada a extensa destruição) um dos piores anos desde os anos 80/90 (do século passado) ─ mais de 80% de destruição. Isto apesar de tudo o que pôde ser feito (nesses três dias) já em desespero ─ para evitar esta catástrofe ─ como o da colocação de várias fogueiras de modo a tentar diminuir os efeitos provocados (na agricultura) pelas temperaturas extremamente baixas.

 

EySi8mPXMAIV2--.jpgEyXIJUSWQAIwyeQ.jpg

Alsácia (este de França) e Touraine (oeste de França)

Velas e fogueiras colocadas para proteger os pomares e as vinhas

da acentuada descida de temperatura

6 de abril e 7 de abril

 

EyXANfVXEAM_enA.jpg

Indre-et-Loire (oeste de França)

Fogueiras para proteger as vinhas

das temperaturas negativas extremas

7 de abril

 

E face a esta enorme calamidade ─ para se sobreviver tendo-se obrigatoriamente de comer, existindo alimentos ─ com o Governo francês (o seu Ministro da Agricultura) a mobilizar (melhor, a prometer) para ajuda a este sector, 70 milhões de euros dos 100 biliões disponibilizados para a recuperação do país nestes tempos de crise Covid-19: ou seja, investindo a astronómica quantia de 0,07% dos 100 biliões de euros (reservados).

 

(imagens: watchers.news ─ Frederick Florin/@AFP photo,

@bbcweather e @gsouvant em twitter.com/watchers.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:11

Imaginando um Futuro Risonho, No Meio De Tanta Palhaçada

Terça-feira, 10.12.13

“NASA plans to grow plants on the Moon and PORTUGAL eucalyptus”

(Fonte: RTA – Rede de Telecomunicações Alienígenas)

 

Estados Unidos da América – Os Planos Agrícolas da NASA

 

Face às suas crescentes dificuldades financeiras provocadas pelos sucessivos cortes governamentais – que os levou recentemente a transferirem os seus vaivéns espaciais do espaço para o museu – os grandes cérebros desta agência espacial e governamental norte-americana decidiram agora dedicar-se à agricultura.


Híbridos – A Lua e a Nova Revolução Agrícola

 

A agência norte-americana deverá desta vez patrocinada pela multinacional ligada ao ramo da alimentação e dos pesticidas Monsanto, utilizando agora o solo lunar para provar a resistência das suas sementes a ambientes extremamente hostis e a capacidade de adaptação dos seus tratamentos químicos a todo o tipo de cenários mesmo que impensáveis.

 

Portugal – O Coelho que Salta da Cartola

 

Segundo fontes credíveis ligadas à oposição portuguesa associadas a um grupo de hackers informáticos agora dedicados à robótica e aos fenómenos OVNI, um desses grupos teria sido abduzido – durante um dos intermináveis intervalos de um dos Conselhos de Ministros – por elementos governamentais não identificados disfarçados de Lagomorfos.


Eucaliptos – A Lua e o Petróleo Verde Português

 

Esses hackers teriam sido formatados à nova realidade governamental e introduzidos como hardware no novo modelo de computador Magalhães, sendo-lhes posteriormente aplicado um software luso sobre as vantagens do eucalipto: uma espécie vegetal adaptada a todas as condições climáticas. Neste caso o patrocínio estaria a cargo duma empresa nacional de comercialização de águas – e como sempre neste governo – ainda por designar.

 

(imagens – Web)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:05

Religião e Política - O Direito à Agricultura

Terça-feira, 10.04.12

“A Fé da Ministra dá frutos – já chove!”

(notícia TVI)

 

Assunção Cristas – Licenciada em Direito e Ministra da Agricultura

 

Esta licenciada em direito e professora universitária, chamou a atenção de Paulo Portas durante a campanha para o referendo sobre a descriminalização do aborto, com a sua participação no fantástico programa da TV do Estado “Prós e Contras” (ou será “Prós e a Favor”?), um programa que só é comparável ao solitário “Conversas em Família” produzido no antigo regime, mas agora democraticamente disponibilizado à população e com as suas portas abertas, aos seus mais fieis empregados.

 

“Ficou por saber-se, que tipo de frutos”

(relativamente à notícia TVI)

 

Nota final:

Não duvido da competência da Ministra da Agricultura para o exercício do cargo que lhe foi atribuído, até porque ela pode ser boa pessoa e estar bem acompanhada no ministério que tutela. Critico sim os critérios e os métodos utilizados para se chegar à brilhante conclusão, de que ela era nessa altura a pessoa mais indicada para o exercer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:03