Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

22
Fev 16

Fenómenos Naturais
Sismos, Inundações e Neve

 

timthumb.php.jpg

Mar de Alboran

 

Num período em que o norte de Marrocos tem estado bastante ativo a nível sismológico (ainda hoje/dia 22 com um sismo de magnitude 4,8 no mar de Alboran/Mediterrâneo a NE de Al Hoceima), é de outras regiões do seu território que surgem novas e preocupantes notícias mas agora sobre grandes inundações (como as registadas na cordilheira do Atlas e mais a norte nas montanhas do Rift).

 

Tetouane-flood4.jpg

Tetouan

 

No caso de Tetouan (situada na margem noroeste das montanhas do Rift à entrada de Marrocos para quem vem de Ceuta) com a localidade a ficar praticamente intransitável e inacessível, não só devido à inundação das suas ruas localizadas na parte baixa da cidade como também por estas serem ligações a vias principais de acesso ao exterior – numa chuva intensa e prolongada e acompanhada por relâmpagos e trovões (sábado/dia 20).

 

snapshot 2.jpg

Ifrane

 

Más notícias que no entanto podem ser positiva e parcialmente contrabalançadas (usufruindo de algo apesar do frio intenso e da neve), pelas belas imagens da estância de Inverno de Ifrane (altitude: 1700m). Localidade por onde passei há muitos anos atrás e na altura conhecida por nela se situar um dos palácios da família real marroquina. Fazendo-nos lembrar a Serra da Estrela (altitude: 1993m) e a flora portuguesa (cedros, carvalhos, azinheiras e pinheiros).

 

(imagens: moroccoworldnews.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:06

25
Jan 16

Sismo de magnitude: 6.1
Profundidade: 10km
Epicentro: NNE de AL Hoceima
Atinge a costa norte de Marrocos

 

A região do Mar Mediterrânico compreendida entre a costa sul de Espanha e a costa norte de Marrocos, tem vindo a ser sacudida ultimamente por múltiplos sismos de pequena dimensão. Situação relativamente comum nesta região localizada a ocidente da bacia submarina de Alboranm, mas que hoje assumiu outras proporções sendo sujeita às 04:22 TU a um sismo de magnitude superior a 6.

 

Um abalo cujos efeitos também se fizeram sentir em terra, especialmente nas zonas litorais do sul de Espanha e sobretudo na zona costeira do norte de Marrocos: como foi o caso das cidades de Mellila e de Al Hoceima (localizadas respetivamente a 77km para este e 62km para oeste do epicentro do sismo). Também detetado em Portugal pelos sismógrafos do IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera).

 

IntensityMapThumbnails.png

Sismicidade referente ao dia 25 de Janeiro de 2016
(região em redor da bacia de Alboran – imagem ISC+EMSC)

 

Segundo as notícias mais recentes, um sismo que não terá provocado vítimas humanas, limitando-se apenas a danos materiais (e estruturais) provocadas em construções mais antigas (devido aos materiais utilizados serem claramente mais frágeis). Ocorrendo no entanto numa zona muito sensível a nível sismológico (até pela presença próxima de fraturas nas placas tectónicas) e onde há doze anos se verificou um evento idêntico (magnitude 6.3) matando só em Al Hoceima mais de 600 pessoas.

 

Um sismo duma amplitude já bastante apreciável (no entanto inferior ao sentido em Portugal em Fevereiro de 1969 que terá variado entre 6.5/7.5) e que surgiu numa sequência de outros sismos menores ocorridos nessa região tão sensível (envolvendo a bacia de Alboran) no decorrer das últimas horas: terminando num sismo de magnitude superior a 6 e de mais outros dois de magnitude superior a 5 em apenas 12 minutos. E com o ponteiro do sismógrafo a continuar a abanar (o último a destacar foi antes das 15:00 e de magnitude 4.5) num ciclo de seis sismos em apenas 6 horas (das 04:00 às 10:00 andando pelos 5 e chegando até aos 6 de magnitude).

 

(imagem: CSEM/EMSC)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:10

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO