Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

13
Out 18

Ainda com a Indonésia a contar o número de vítimas mortais provocados pelo último TSUNANI (devastador e sem aviso) registado na região (antecedido por um sismo bastante intenso) – e com o número de mortos a poder desde já ultrapassar os 5000 – ainda com os EUA a contabilizarem os elevadíssimos prejuízos materiais e vítimas (feridos e mortos) provocadas pela passagem dos dois últimos furacões (o mais recente e afetando zonas já saturadas de água – o MICHAEL – vitimando o estado da FLORIDA) eis que em Portugal e à falta de melhor (para nos entreter com algo que seja, durante este fim-de-semana), todo o mundo se mobiliza não só em torno do nosso CR7 (o Melhor Futebolista do Mundo) como em torno do nosso LESLIE (o maior furacão a passar por aqui desde 1842).

 

143642_5day_cone_no_line_and_wind.jpg

Evolução do furacão LESLIE

(National Hurricane Center)

 

No Hemisfério Norte sem nenhuma Tempestade Tropical (relevante) de momento ativa – exceção feita ao furacão LESLIE em evolução no oceano Atlântico (categoria 1) e à possibilidade da formação de um Ciclone (40%) nas próximas 48 noras na costa ocidental do México (cerca de 160Km a sudoeste de Acapulco) – todas as nossas atenções se viram no presente para o desenvolvimento do furacão LESLIE (tendo já passado a norte do arquipélago da Madeira) dado o mesmo se dirigir (agora) em direção a Portugal Continental: deslocando-se para nordeste a uma V = 53Km/h, com ventos podendo atingir rajadas de 120Km/h e ao atingir o continente (para além do vento forte) transportando consigo grande agitação marítima e elevada precipitação – e devido a tal fenómeno (meteorológico) colocando 13 distritos em Alerta Vermelho (topo da escala). Com os efeitos da passagem do furacão LESLIE (principalmente a norte do Tejo e dirigindo-se para nordeste em direção ao interior de Espanha) a fazerem-se sentir mais intensamente na passagem deste sábado para domingo (dia 13 para 14) e com as rajadas máximas (segundo o IPMA) podendo atingir mesmo os 190Km/h. Com a meteorologia a prever para hoje (sábado) e para todo o país (continente) chuva e/ou aguaceiros (podendo ser mais ou menos intensos), temperaturas variando entre 10⁰C (mínima a norte) e 32⁰ C (máxima no centro), vento moderado (de sul e pelo menos até ao fim do dia) e ondulação marítima entre um mínimo de 1m/1,5m a sul (Algarve) e um máximo de 2m/6,5m (Lisboa). E com a previsão para domingo (passada a tempestade Leslie) a registar melhorias no restante fim-de-semana: no caso de Albufeira mantendo-se este fim-de-semana (assim como em toda a região do Algarve) o Alerta Meteorológico Laranja, para segunda-feira passar a Verde (normal) com o fim da precipitação (lá para quarta-feira) e com as temperaturas (do ar) mantendo-se bem agradáveis (entre 13⁰/mínima e 26⁰/máxima). Mas por outro com a temperatura da água do mar descendo de mais de 20⁰C para menos (desses 20): ainda hoje com uns 25⁰C – bom para o banho – amanhã (dentro de dias) apenas pelos 15⁰C – e a dizermos “ai que frio”.

 

(imagem: noaa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:06

01
Fev 17

Alerta no Mar

 

Desde o fim do mês de Janeiro com diversas tempestades atravessando o Atlântico Norte (em direção ao continente Europeu) e provocando períodos de chuva intensa ou até mesmo de neve – mas sempre com temperaturas relativamente baixas (dependendo da pressão atmosférica registada),

 

1.jpg

Previsão para 1 Fevereiro

(tempestade a caminho e já sobre os Açores)

 

Eis que o mês de Fevereiro se inicia com mais tempestades (a caminho) oriundas da América do Norte: passando entretanto pelos Açores e deixando desde já um alerta para as condições climatéricas que se poderão registar na próxima quinta-feira dia 2 em Portugal Continental (tanto atmosféricas como marítimas) – provavelmente persistindo no dia seguinte (dia 3). Com as tempestades oriundas de Oriente a perderem-se de seguida pelo norte da Europa.

 

2.jpg

Previsão para 2 Fevereiro

(primeiro impacto da tempestade)

 

No seu conjunto uma enorme tempestade formada na costa leste dos EUA e prevista para atingir a Europa nos próximos dias. Considerada como extremamente perigosa, podendo provocar ventos fortes (soprando com velocidades na ordem dos 130Km/h) e ondas até 15 metros. Dissipando-se de seguida após 5 dias de viagem atravessando o oceano e atingindo de novo terra (de 30 de Janeiro a 3 de Fevereiro).

 

3.jpg

Previsão para 3 Fevereiro

(segundo impacto da tempestade já a caminho da sua dissipação)

 

Com os avisos meteorológicos para a Europa emitidos pelo METEO ALARM (meteoalarm.eu) relativamente a Portugal a colocarem em alerta amarelo/nível de precipitação, em alerta laranja/vento e em alerta vermelho/agitação marítima.

 

Como se vê com todas as atenções a virarem-se sobretudo para o estado do mar: com as zonas do litoral naturalmente mais expostas (sobretudo a costa ocidental) e prevendo-se para a tarde de quinta-feira de uma forma mais acentuada à medida que se sobe o litoral (para norte) o auge da agitação marítima (as maiores ondas de todas).

 

201702011000_msg3_msg_ir_piber.jpeg

Portugal – 01.02.2017 – 10:00 UTC

(Imagem satélite – infravermelho)

 

No que toca a Albufeira e mantendo-se relativamente normal a situação meteorológica que se tem vivido nos últimos dias, na próxima quinta-feira 2 e sexta-feira 3, o céu apresentar-se-á encoberto e com alguns períodos de chuva (mais intensa dia 2) e com as temperaturas pelos 10/11 de mínima e 18/19 de máxima (com vento maioritariamente SW).

 

Sismo de M3.7 e epicentro a 31Km de profundidade

Registado hoje dia 1 de Fevereiro a SW de Faro

 

Já sismologicamente e logo no primeiro dia deste mês Fevereiro verificaram-se dois sismos na região do Algarve: ambos a SW da cidade de Faro com o mais intenso a registar-se às 02:03 da manhã (M3.7) seguido de outro menor às 07:41 (M1.6). Com o primeiro a ser sentido (muito ligeiramente quase impercetível) nalgumas partes da cidade.

 

(imagens: opc.ncep.noaa.gov e ipma.pt)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 11:15

09
Fev 14

“No momento em que o nosso pais está sol alerta vermelho meteorológico e próximo (segundo as previsões) do seu período de actividade máxima – entre as 21h00 de hoje e as 06h00 de amanhã. Pior será o impacto desta tempestade na costa Atlântica de Espanha e nas ilhas Britânicas (com ventos fortes, chuva intensa e vagas de mais de dez metros)”.

 

 

Se por um lado o mau tempo se tem vindo a fazer sentir com bastante intensidade e visibilidade sobre a costa ocidental da Europa – com ventos fortes, chuva intensa e mar com vagas de mais de dez metros a fustigar o seu litoral atlântico – o centro do continente também tem sofrido bastante com as condições climatéricas extremas que aí se têm registado.

 

    

 

No caso concreto de Portugal ainda hoje o país se encontra sob alerta vermelho meteorológico, devido à aproximação de uma nova tempestade vinda do Atlântico e que atingirá com maior intensidade o litoral do nosso país a partir das 21 horas locais (começando a abrandar a partir das 6 da madrugada do dia seguinte). Até o derby de futebol a realizar em Lisboa entre o S.L. Benfica e o Sporting C.P teve que ser adiado.

 

    

 

Na Europa central o vento frio e cortante e a chuva gelada mais sólida do que líquida, tem coberto as cidades e os campos dum manto de gelo quase imaginário e surreal, fazendo-nos recordar cenários de filmes rodados em Hollywood, em que o tema era o clima, o tempo e as alterações climáticas e a criação de condições propícias para uma eventual calamidade. Certas regiões da Eslovénia, Sérbia, Montenegro, Bulgária, Áustria e Polónia não têm sido poupadas ao mau tempo, nem mesmo as conhecidas zonas turísticas croatas da zona costeira do Adriático no Mediterrâneo.

 

(imagens: Eslovénia – The Watchers)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:31

06
Jan 14

A cidade do Porto teve hoje a presença dum convidado vindo do ocidente, que brindou a Foz do rio Douro com uma onda de grandes dimensões – invadindo a marginal nas proximidades do Castelo do Queijo e assustando muita gente que aí passeava e observava tranquilamente o estado do mar. Chegando a provocar quatro feridos ligeiros e alguns carros amolgados arrastados pelas águas. As autoridades marítimas – face à sua ausência e passividade – apenas comentaram: já tínhamos avisado!

 

Farol da Foz do Douro

06.01.2014

 

Sob a batuta da tempestade Hércules – que nos EUA já provocou mais de quinze mortos, escolas, pontes e estradas encerradas, prevendo-se que em certas zonas a temperatura possa atingir os -50°C – o mau tempo reflecte-se agora no estado do mar, tendo sido entretanto lançado o alerta vermelho para todo o litoral. Num país com uma grande extensão de costa completamente exposta à força do Atlântico, conviria que se começasse a pensar sobre o futuro destas áreas contíguas ao mar.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:18

04
Jan 14

Os efeitos provocados pelo aquecimento global nas condições climatéricas que se fazem sentir por todo o mundo, também afectam naturalmente Portugal: mas é mais difícil ver do que sentir!

 

Ponte 25 de Abril em Lisboa

Encerrada parcialmente devido ao mau tempo e à existência de ventos fortes

 

    

Tornado em Paredes

Inundações na baixa de Águeda

 

Destruição provocada na praia do Machico por acção da chuva, do vento e do mar

 

Toda a zona costeira de Portugal continental está ainda em estado de alerta, com o mar a invadir o litoral e a provocar muitos estragos em habitações e outros edifícios situados nas suas proximidades – principalmente nas zonas costeiras situadas entre Espinho e Ovar. E com estes dois concelhos registando as situações mais preocupantes – no Furadouro (com o mar a invadir a marginal) e em Esmoriz (junto ao Bairro dos Pescadores).

 

(dados e imagens – retirados da WEB/SAPO)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:35

21
Jul 12

Imagem obtida a partir da Estação Espacial internacional (ISS) a mais de 600Km da Terra

 

Enquanto a Terra se expõe a acontecimentos vindos do exterior e luta pela sua estabilização e sobrevivência socorrendo-se de ferramentas próprias de alerta e de prevenção que ainda tem disponíveis – veja-se a luta feroz da camada protetora da Terra contra os efeitos das radiações solares sobre a nossa atmosfera, aqui bem retratadas nos efeitos provocados e que originam estas fantásticas auroras – no seu interior o Homem empurra todas as suas sociedades organizadas para modelos de exploração imediata e selvagem e com o único intuito de maximização do lucro, opção esta que têm levado o planeta a uma exaustão acelerada dos seus recursos a curto prazo, com o fim da sua matéria-prima, a desativação dos seus cidadãos ativos e a banalização da globalização da poluição, como se fosse algo de natural e de consequências previsíveis.

 

(imagem – spaceweather.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:52

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

24
25
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO