Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Verão, Albufeira e a AS³

Domingo, 08.08.21

[AS³: “Alien Silly Season Structure”]

SnapShot-20210808_034914.jpg

Fig.1

Luz (04:00)

 

“Este fim-de-semana e existindo já uma estrutura (de origem algarvia) na Praia.”

Num conjunto de três (+1) imagem da Praia do PENECO (figuras 1/2/3 e 4) obtidas pouco antes das 4 horas da madrugada deste domingo 8 de agosto de 2021 ─ apenas com uma testemunha presente não identificada (podendo ser alienígena/estrangeira), circulando na estreita passadeira de madeira atravessando o areal (na direção da “LUZ”, figura1) ─ deslocando o campo de visão de ocidente para oriente (virando-nos na direção da Praia dos PESCADORES) sendo imediatamente surpreendidos pela presença próxima de um objeto não identificado (um ONI, figura 2) como que suspenso no ar ou então, flutuando sobre as águas escuras e calmas da baía de ALBUFEIRA (mesmo em frente ao acesso à praia pelo Túnel, existente sob o Hotel Sol & Mar).

SnapShot-20210808_034726.jpg

Fig.2

ONI (04:00)

 

Uma estrutura estranha aparecendo inopinadamente por cá, deixando-nos a pensar que no mar não existirão só peixinhos, mas igualmente uns “peixões” talvez voadores e bem estranhos ─ e para cá virem (a esta terra/neste momento) tendo certamente que conhecer alguns “pescadores” (mesmo que agora não tenham praia). Com o aparecimento deste ONI na praia do PENECO em Albufeira sem que ninguém que se saiba a dar pela sua presença ─ exceção feita ao alienígena certamente que não sendo mexicano, mas até podendo ser (apesar de tudo e do Covid-19) inglês, caminhando em direção à “LUZ”,

─ E sabendo-se simultaneamente da estreita ligação preferencial de Albufeira (ou não fosse a capital desta monocultura turística) com a Rede de Telecomunicações Alienígenas, mais conhecida por RTA ─

SnapShot-20210808_034624.jpg

Fig.3

Desaparecido (04:00)

 

Com o aparecimento deste ONI na praia do PENECO em Albufeira sem que ninguém que se saiba a dar pela sua presença ─ exceção feita ao alienígena certamente que não sendo mexicano, mas até podendo ser (apesar de tudo e do Covid-19) inglês, caminhando em direção à “LUZ” ─ e sabendo-se simultaneamente da estreita ligação preferencial de Albufeira (ou não fosse a capital desta monocultura turística) com a Rede de Telecomunicações Alienígenas, mais conhecida por RTA ─ com a parte central do edifício da CMA a ter no seu cimo (tal sendo “revelador”) literalmente um “disco-voador”, possivelmente equipado com uma antena (de telecomunicações)

Adensando-se o mistério e as suspeitas de que tal Evento poderá ter algo a ver com alguma atividade secreta da autarquia em ligação com Entidades Externas, tendo em vista o ato eleitoral (autárquico) a decorrer dentro em breve não só no país como nesta cidade. Mas tendo atenção à doença e sem certificado, c/ o protagonista a pôr-se ao fresco (desaparecendo ou transformando-se, figura 3).

SnapShot-20210808_185129.jpg

Fig.4

Holograma (19:00)

 

Para no mesmo dia, mas agora pouco antes das 19:00 horas (ainda com pessoas na praia, aqui e agora, havendo testemunhas) sendo de novo surpreendido e agora igualmente sobressaltado, olhando para o mar onde antes se situava o ONI (por volta das 04:00 horas da madrugada) estando agora lá colocado um objeto em sua substituição (como se vê na figura 4) para mim sendo este um holograma, um objeto de diversão (de “distração”) para os usurários da praia.

Questionando (de novo) o que faria de madrugado um individuo percorrendo a pé o estreito estrado de madeira colocado sobre a areia de uma praia completamente deserta, nesse momento apresentando mesmo ao lado dele e logo ali sobre a água um espetáculo inesperado de se ver naquele ambiente (marinho) e horas depois não existindo vestígios dele, mas curiosamente no mesmo local aparecendo outro “artefacto” sugerindo-o, como que desmentindo categoricamente (ridicularizando-a) a sugestão anterior. Nem na “SILLY SEASON” se podendo acreditar em OVNI’S/UFO´S/UAP’S.

(imagens: albufeira.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:27

Pentágono ─ Os Alienígenas Estão A Chegar

Sábado, 26.06.21

“Visionando desde já num futuro próximo ─ com Biden Presidente dos EUA e com o português Guterres dirigindo a UN ─ um UAP a aterrar em Nova Iorque, saindo de lá um familiar do ET, seguindo-se de um encontro de proporções inimagináveis, podendo até ser intergaláctico.”

1-unidentified-UFO alienstar.net.jpg

Esperando-se ansiosamente pela revelação do relatório de segurança, a ser concretizada ainda este mês de junho no Congresso norte-americano, sob a responsabilidade do Pentágono ─ com a expetativa a apontar para uma declaração afirmando que “os Objetos Voadores Não Identificados” (OVNI’S)  existem ─ começando-nos a faltar as “unhas dos dedos” (de 10, roídas 5 restando 5 “dias”) tal o nervosismo instalado um pouco por todo o Mundo: existindo OVNI’S, existindo ALIENÍGENAS e como tal e até para prevenindo (não apenas remediando) nos podermos em último caso defender, tendo-se naturalmente de reforçar o Orçamento Militar, não só no interesse dos EUA (direto) como como nosso protetor (indiretamente), no de todos nós.

1-UFO alienstar.net.png

Confirmando-se a existência de OVNI’S/UFO’S, equipados de uma tecnologia extremamente avançada e completamente desconhecida por estes lados (da Terra, dos terrestres) e certamente sendo tripulados/conduzidos presencialmente ou à distância de alguma origem (podendo ser bem distante, expressando-se através de números incompreensíveis para nós, dados os nossos limites espaciotemporais, na nossa mente ainda nos primeiros estados da sua evolução, não os conseguindo conjugar) até este destino (aleatório ou programado), podendo aí proporcionar-se um momento de expansão (extensão e melhor compreensão) começando-se finalmente a acreditar que, da mesma maneira que a Terra não era o centro do Mundo (geocentrismo) sendo apenas mais um objeto entre tantos, nós não seriamos os únicos (exclusivos, com um Deus exclusivo) mas estaríamos acompanhados, sendo uma das hipóteses (mais credíveis) partilhar.

th dailystar.co.uk.jpg

Não o sendo não passando da confirmação definitiva por parte do Pentágono (e de todas as outras agências de segurança dos EUA) de que esses Objetos (voadores-desconhecidos) não existiriam (logicamente, por já serem conhecidos pelos próprios), assim como até pela sua concretização e falso objetivo exposto (pretensamente os UAP, Fenómenos Aéreos Não Identificados, uma forma soft de dizer OVNI/UFO, palavras já tão maltratadas), que esta conferência seria mais um embuste (estratégico e servindo-se de idiotas, nós), apenas utilizada como campanha de marketing-publicitário destinado a encobrir o verdadeiro alvo desta “inusitada iniciativa”, esses sendo bem “terrestres”: existindo Extraterrestres ou não, objetos voadores não identificados ou pelo contrário (OVNI/UFO/UAP), tendo andado por cá e ainda andando ou na realidade nunca ninguém os tendo visto e apresentado provas (nunca ninguém os tendo visto tal como com Jesus, talvez tendo sido um dos passados “astronautas”),

ufo triangle military educatinghumanity.com.png

Tendo fixo na cabeça que a ameaça ─ dos ditos UAP e dos possíveis ALIENS, controlando as suas “extraordinárias máquinas voadoras” ─ não será exterior (XAU-XAU ET’S) mas sim mais uma manobra dos norte-americanos tendo agora na ponta-da-mira da sua arma (pacifista) a China, não hesitando os EUA para a obtenção de um reforço orçamental destinado unicamente à defesa e ao seu rearmamento militar “na Terra” (e não destinado ao Espaço, tal competindo aos privados e aos seus mercenários) de nos confundir assim como todo o Mundo, sugerindo (a nível inconsciente, subliminar) que os alienígenas atrás de tais máquinas poderão ser chineses confundidos por ET’S, por serem pequeninos, terem os “olhos-em-bico” e muitas “Lojas dos 300” (onde vendem estes protótipos-brinquedos, certamente não passando de DRONES adaptados, replicados da América pela China).

ufos-comparison latest-ufo-sightings.net.png

No entanto mantendo-se a esperança de que, tendo os líderes norte-americanas “ligações privilegiadas com Deus” (afirmado publicamente pelos mesmos e sendo alguns destes Presidentes), sendo os alienígenas tal como nós inferiores ao Criador, os EUA poderão também ter na realidade já contactado ou sido contactados por eles. Nesse caso e confirmando-se (a ligação EUA/DEUS), já com os testemunhos de Presidentes e ainda com o testemunho de Deus. Uma visão conjunta (entre o religioso e o extraterrestre, entre o agrado e o profano, mas na nossa história confundindo-se) que já tivemos há muito tempo atrás em Portugal (já lá vão mais de Cem anos), com o “Milagre do Sol” juntando Aparições, uns dizendo ser o Sol, outros Nossa Senhora de Fátima e outros ainda “discos-voadores”: só não tendo tido nenhum Presidente com coragem (“tomates”) para encarar tal fenómeno, mesmo tanto tempo passado sob os “fenómenos do entroncamento” (com o 1º caso a ser relatado, a ser o do avistamento de um melro branco, quando como toda a gente sabe que eles são pretos e já agora ainda outro, um carneiro com quatro cornos, quando deveria ter apenas dois).

(imagens: alienstar.net ─ dailystar.co.uk ─ educatinghumanity.com ─ sightings.net)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:29

US Space Force ─ Trocando UFO’S por Armas

Sábado, 19.06.21

E numa ação psicótica própria do novo Presidente, vivendo uma realidade (paralela) de um Outro Mundo que não este (pelo menos sendo visto como inatingível, para muitos de nós),

snapshot1.jpg

A insistência das autoridades norte-americanas na existência de UFO’S (quando desde sempre a negaram e ridicularizaram),

Como forma de demonstração da possibilidade de os EUA se encontrarem face a determinados adversários (até agora desconhecidos, por identificar) em nítida inferioridade cientifico-tecnológica (como tal e por associação, militar),

snapshot3.jpg

Justificando desse modo a necessidade de um ainda maior investimento na Segurança e na Defesa, um reforço do seu Orçamento (em mais uns tantos biliões) para uma maior expansão da sua indústria e poderio militar.

Passando exponencialmente de uma função do tipo 1 para uma outra do tipo 100 (acreditando na 1ª quem quiser, acreditando na 2ª quem puder),

snapshot4.jpg

Temporariamente “NÃO sendo SIM”, sendo aprovado o sim porque não:

E de alienígenas do Espaço passando-se a alienígenas do Oriente, desviando-se as armas dos ET’S e apontando-as agora aos russos e sobretudo aos chineses.

snapshot8.jpg

Invocando para o reforço orçamental e militar a necessidade de investimentos na SPACE FORCE, quando na verdade o que se sempre pretendeu foi o reforço da EARTH FORCE.

A 16 deste mês tendo sido feita a “invocação” e a 25 de junho no Capitólio dando-se a “consumação”.

snapshot10.jpg

Escancarando-se as portas para um reforço do poderoso (e inigualável) complexo industrial-militar norte-americano.

Mantendo pelo menos os alienígenas terrestres (como o são os exteriores às suas fronteiras, os mexicanos) no seu lugar e a uma distância mínima de segurança,

snapshot12.jpg

Colocando-lhes e até para sua proteção (não sabendo eles o que fazem), misseis nas suas fronteiras.

Ou não pusessem uma grande parte deles (entre russos/146 milhões e chineses/1400 milhões), os olhos dos norte-americanos (331 milhões) “em bico”, quase 1 par-de-olhos norte-americano para 5 par-de-olhos chineses.

(imagens: Michael Salla/youtube.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:06

Os UAP são reais, mas não se conhece a sua origem

Quarta-feira, 09.06.21

[Num último suspiro de Primavera e com os delírios de Verão à porta, aguardando-se esclarecimentos necessários por parte do Pentágono.]

Este mês de junho com as autoridades norte-americanas a confirmarem a existência dos UAP (algo de parecido com os UBER) ─ antes falando-se de UFO ─ só que com a grande probabilidade do condutor do veículo não ser terrestre (e não estando ainda familiarizado, com o nosso GPS). Podendo até nem ter condutor (como os modelos da TESLA) ou então ser o modelo ROADSTER do multimilionário Elon Musk mandando o seu manequim-astronauta STARMAN (o “Homem-das-Estrelas”) num carro a caminho de Marte.

snapshot3.jpg

Numa 1ª conclusão após uma pré-análise de um pretenso documento a ser apresentado no decorrer deste mês de junho de 2021 a pedido da comissão do Senado norte-americano tendo como tema os “Fenómenos Aéreos Não Identificados” ou UAP ─ uma nova forma de se debruçar sobre o fenómeno OVNI e sobre os seus eventuais tripulantes (fazendo-o presencialmente) os ALIENÍGENAS ─ a transmissão da convicção de que a origem destes fenómenos desconhecidos tantas vezes testemunhados não só nos EUA como um pouco por todo o Mundo, em princípio só terá três alternativas viáveis de explicação (credíveis, segundo um ponto de vista cientifico-tecnológico, sabendo-se das limitações atuais do Homem e colocados perante estes acontecimentos “aéreos”): ser de origem EXTRATERRESTRE ou então sendo TERRESTRE e não sendo norte-americano, só podendo ser russo ou chinês.

snapshot4.jpg

Uma explicação vinda dos norte-americanos, mas na mesma integrando algo de adicional e de estranho até para a própria “Proteção e Segurança dos EUA” (deixando-nos logo ali a dúvida se não será uma forma das autoridades norte-americanas de desviarem as atenções doutras áreas mais sensíveis, e “correndo em paralelo”), já que ao nos informar dessas três alternativas possíveis (mencionados pelos seus peritos responsáveis nesta investigação federal) e por estratégia não escondendo nenhumas outras, com os responsáveis dos EUA a estarem a expor em público a sua “grande fragilidade”, confirmando com a publicação futura (dentro de dias) deste relatório, não serem detentores de “tão avançada e revolucionária tecnologia nunca vista na Terra” e deixando no ar as alternativas vindas de Oriente, dos seus adversários, do denominado “Eixo do Mal”, aqueles com que os EUA querem iniciar uma nova “Guerra-Fria”: sendo algo divulgado de uma forma tão aberta e sendo concretizado com pré-anúncio e publicamente (aberto a todo o planeta), sabendo-se ser uma informação/divulgação do tipo daquelas mantido o mais tempo possível em segredo chegando mesmo a nunca ser divulgado, suspeitando-se não ser propriamente este tema dos UAP algo que interesse verdadeiramente aos governantes/autoridades dos EUA, mas sim algo “correndo em paralelo”, como por exemplo a apresentação de um argumento (se não forem os ET, sendo Russos/Chineses) podendo levar o Congresso e o Senado dos EUA a aumentarem ainda mais as verbas destinadas aos Militares e ao seu reapetrechamento com mais e melhor Armamento (certamente que não para combater os Alienígenas do Espaço, mas os da Terra).

snapshot5.jpg

Mas partindo do princípio de que o verdadeiro tema e objetivo são os UAP (e não uma questão de rearmamento interno) voltemos então ao tema que aqui nos trouxe pelas mãos dos serviços de segurança como o é o Pentágono, os “OVNI/ET”. Desde logo com os EUA a desiludirem a comunidade de interessados neste tema, desde leigos a eruditos, interiores ou exteriores às iniciativas/diretivas das autoridades oficiais, não confirmando de imediato “o que toda a gente há muito sabe e eles também” (até por imagens agora disponibilizadas e “certificadas” pelos mesmos/pelas entidades oficiais) de que a origem destes UAP seria sem sombra de dúvidas Extraterrestre: ninguém possuindo no planeta TERRA tal tecnologia utilizada pelos UAP (logo nunca podendo ser russa/chinesa), realidade amplamente comprovada com a atitude do Pentágono perante esta situação, de completa abertura, calma e tranquilidade, sabendo estes a possibilidade Russa/Chinesa ser nula ─ e mesmo assim insistindo nela, desacreditando o tema (colocando o interesse terrestre, à frente do extraterrestre), da possibilidade Exterior. Mas apesar dos Militares e do seu rearmamento (para fazer frente aos inimigos internos), voltando de novo ao que deveria interessar (de novo dada a intromissão constante, de um outro fator, o interno).

snapshot6.jpg

Até porque podendo existir uma 4ª alternativa (não sendo, 1/alienígena, 2/russa ou 3/chinesa e descartada logo a norte-americana), não envolvendo Terrestres Vs. Terrestres ou Terrestres Vs. Extraterrestres, mas “uma associação entre ambos”: uma teoria já repetidamente exposta e mundialmente divulgada, envolvendo a queda de objetos voadores não identificados, possíveis contactos com os seus tripulantes (não sendo terrestres), absorção de conhecimentos disponibilizados pelos mesmos, aproveitamento da sua tecnologia (a partir dos veículos capturados) e logicamente da aquisição dos mesmos pelos militares (para sua utilização futura e conquista de supremacia), numa sucessão de acontecimentos (e falando apenas dos tempos mais recentes) percorrendo a Alemanha (de Hitler), a Rússia, os EUA e até a China (todos podendo reportar incidentes deste tipo). Sendo o incidente mais divulgado envolvendo OVNI’s, ET’s, notícias, encobrimento e posteriormente anos e anos de especulação, o ocorrido nos EUA na localidade de ROSWELL no ano de 1947 (já lá vão 74 anos). Deixando no ar mais uma questão, se não estaremos na companhia destes UAP (e limitando-nos aos últimos 80 anos) desde há vários anos, uma parte desse tempo com UAP Extraterrestres, outra com uma mistura de UAP Extraterrestres e UAP Clonados e mais nesta derradeira e 2ª fase, com os mesmos aparecendo, deslocando-se, mas exibindo-se (como se quisessem ser vistos mas não confirmados como “Deus”) “mais na sombra”: podendo até cada potência ter a sua versão mesmo que aparecendo sob a forma de um protótipo (veja-se a evolução técnica de russos e chineses em muitos campos superando os norte-americanos) ─ um novo e revolucionário veículo aéreo, por desconhecido e nunca visto sendo considerado como alienígena ─ deixando-se levar pela “conversa-da-treta” alienígena até para se manter o seu projeto secreto, na altura apropriada para a sua divulgação indo certamente provocar uma “ainda maior surpresa” (não tendo nada a apresentar em sua defesa ou ataque, principalmente para os seus adversários terrestres). Quando há tanto tempo se fala da conjugação Eletricidade e Magnetismo, de motores inversos e da sua utilização, funcionamento e aplicação, que o digam os ET.

snapshot8.jpg

No entanto sendo certo a existência do relatório e a apresentação dentro de poucos dias do documento da responsabilidade do Pentágono confirmando os UAP não como “uma obra de ficção” mas como factos observados, testemunhados (oficialmente/certificados) e REAIS, com a atitude do público em geral tendo forçosamente de mudar acabando de uma forma ou de outra por aceitar o facto, mas desconhecendo-se por outro lado os verdadeiros objetivos de tal procedimento por parte de quem manda, tendo sempre este como atitude prioritária ocultar pretensamente para não alarmar (faltando apenas questionar, quem?). E informando-se o Mundo da existência confirmada de UAP ─ sendo obviamente uma afirmação verdadeira, vindo de quem vem, a liderança do planeta estando (afirmação dos próprios) “em constante contacto direto” com Deus ─ confirmando-se igualmente a existência de Outros Seres e de Outras Civilizações, talvez amanhã com o Mundo a ser agora verdadeiramente surpreendido não por sugestões, ou confirmações atiradas ao ar (e sendo espalhada inutilmente), mas pela presença na superfície da Terra dos próprios UAP/estrangeiros aqui mencionados: com os Nórdicos, os Cinzentos e outra raça qualquer de ET’s e mostrando a sua solidariedade com os seus, aparecendo num curto intervalo de tempo e como combinado (entre eles) em Washington, em Moscovo e em Pequim.

snapshot9.jpg

E no final como que se adivinhando, podendo ficar e no que verdadeiramente interessa tudo na mesma, utilizando-se um tema por falta de resultados tornando-se já cansativo (e de uma só cajadada desacreditando-o/liquidando-o definitivamente) ─ os UFO os ALIENS ─ mas ainda num último suspiro (ligando-o momentaneamente à “Máquina do Poder”) ressuscitando (afinal, não sendo o inicialmente designado), para mais um serviço em prol da causa patriótica norte-americana: mais um enorme financiamento militar. Com o Governo logo de início e estranhamente a recuperar e a chamar a si alguns dos seus mais notórios e populares adversários (estes últimos afirmando os UFO serem extraterrestres, o governo desmentindo-os/ridicularizando-os) ─ que não se abstiveram e compareceram/colaboraram (parecendo ser mais do Governo, do que opositores) ─ reconhecendo os UAP como Alienígena (e assim demonstrando não estar atrás da Rússia/China, o outro da “cajadada”) e finalmente abrindo “as portas à invasão” dos ET como dos Média. Algo que Donald Trump não cumpriu, deixando Marco Rubio algo descontente (pelo atraso, não lhe permitindo concretizar, dada a não reeleição do seu presidente), mas sendo por qualquer tipo de razão persistente (ou não estivesse ligado à Indústria Militar e aos foguetões) insistindo ainda hoje até em nome dos Republicanos e estando igualmente na linha da frente (pela divulgação do relatório).

snapshot10.jpg

No dia em que sair o relatório e pelos sinais já evidentes sendo certo, que o povo norte-americano sofrerá (e dada a grande expetativa criada, fomentada e suportada durante mais de meio século) mais uma “grande deceção”: sem provas mais concretas e dispondo assim e unicamente daquelas que já nós todos conhecemos (a serem mais uma vez apresentadas) e pouco tempo depois assistindo-se ao reforço das verbas militares tendo como pretexto “potenciais ameaças”, podendo agora ser interna e não o sendo, sendo-o então externa.

snapshot11.jpg

[“Engenharia Reversa” pretensamente utilizada em projetos secretos supostamente ligados ao tipo de mecanismo e de funcionamento destes revolucionários veículos aéreos designados por UFO ou UAP, como se sabe consistindo numa simples tentativa de cópia de um original pré-obtido, desmontando-o e entendo-o e de seguida voltando a montá-lo, executadas estas duas etapas com sucesso, podendo-se elaborar e construir a partir do modelo original uma cópia, originais no fundo sendo visto como “moldes” em vez de se tentar desde logo utilizar, tentando-o compreender desmontando-o (assimilando o conhecimento de cada peça/de cada função) montando-o e a partir daí podendo replicar à vontade ─ não sindo perfeito à 1º existindo sempre “uns extras”. Como se constata envolvendo sempre “cópias” e “interfaces” algo que já nos deve ser familiar, pelo melhor e sobretudo pelo pior. De qualquer forma com esta “engenharia reversa alienígena” podendo-nos proporcionar as “Aventuras no Espaço” com que sempre sonhamos, abrindo-nos pela 1ª vez a porta da ultrapassagem do que é ainda um limite (julgado inalcançável) para nós, ultrapassada a velocidade do som (340m/s) seguindo-se a vez de ultrapassarmos a velocidade da luz (300.000Km/s = 880K velocidade do som).]

(imagens: Michael Salla/youtube.com/05.06.2021)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 02:22

Guerra Fria.2 ─ Há 3/4 de século envolvendo Terrestres e Alienígenas

Segunda-feira, 07.06.21

Perante o que acontece no nosso planeta por intervenção direta da sua espécie dominante, ainda nos questionamos se estes “Jogos de Guerra” tem intervenção Terrestre ou Extraterrestre, como se estes últimos estivessem particularmente interessados em nós e igualmente obcecados, em estabelecer contactos bilaterais (como nós o desejamos, no mínimo sendo-o entre iguais). Estando o Homem num nível de evolução primitivo (subvalorizando a sua parte mental, espiritual) e selvagem (sobrevalorizando a sua componente física, material), não compreendendo o mecanismo de utilização plena do eletromagnetismo/onde reside a Alma do Universo e do funcionamento “sem cortes” do nosso cérebro/onde reside a Alma do Homem.

imrs.php.jpg

Recuando aos inícios dos tempos da Guerra Fria, coincidindo com o fim da 2ª Guerra Mundial e com a necessidade de, aproveitando o momento de serem um dos grandes Vencedores ─ conjuntamente com a URSS, esta tendo direta e ativamente participado no conflito ─ os EUA poderem arrancar para um período histórico de supremacia global ─ tomando como referência o fim da URSS (1991) mais de 40 anos, mas persistindo ainda hoje com o ressuscitar da Rússia (de Putin) mais de 70 anos ─ em 2021 precisamente 76 anos passados sobre o principal argumento para o início e eternização da Guerra Fria (o fim da WW2) e mantendo assim a guerra e a sua respetiva máquina e estrutura militar em atividade, em evolução e em movimento (como qualquer organismo vivo, querendo persistir), os EUA parecem querer voltar de novo à carga introduzindo uma nova geração de Guerra Fria mas agora readaptada ao presente século (antes o séc. XX, agora o séc. XXI), juntando no mesmo saco os seus agora dois grandes adversários e inimigos (sendo todos capitalistas e abandonada a ideologia, em busca única/exclusiva do controlo e do lucro), a Rússia como sucessora da URSS e aquela que poderá ser a grande potência global futura substituindo na liderança do Mundo os EUA (e apoiada estrategicamente na retaguarda/vanguarda pela Rússia) a CHINA, impondo aí ao ocidente (Bloco EUA/Europa) o Império do Oriente (Bloco China/Rússia), desde os tempos dos Cruzados representando o Oriente (reafirmado por muitos dos nossos mestres e professores) o Lado do Mal.

60bbb79e203027336d2e4b67.jpg

E para se reacender a mentalidade da Guerra Fria e desse modo se obter uma “Guerra Fria Ponto 2”, nem sendo necessário recorrer a uma nova/ou novas inovações, mas dado o trabalho já realizado e à experiência entretanto adquirida ─ e melhorada/aprofundada ─ tendo-se apenas de recorrer aos arquivos, estudá-los e reaplicá-los (tendo em consideração a distância e a enorme evolução/revolução tecnológica ─ passando pela Lua e pelo Vale do Silício ─ entretanto ocorrida), replicando o processo: reutilizando para tal e até para uma melhor perceção e compreensão/aceitação pública ─ do fenómeno/acontecimento ─ conhecimento adquirido anteriormente e mesmo que através de vestígios (julgados perdidos) mas de alguma forma ou de outra tendo sido assimilados, bastando desejando-se, despertá-los (como se faz com as células-terroristas-adormecidas, aqui e ainda para o “Eixo-do-Bem”). Introduzindo de novo o tema, até pela sua renovada presença como protagonista de um guião semelhante (como se tivesse sido fotocopiado), os “Objetos Voadores Não Identificados” e tendo que ter tripulantes (presenciais ou à distância) Alienígenas (não da Terra como os do outro lado da fronteira, os Mexicanos) do Espaço.

maxresdefault b.jpg

No século passado em 1947 surgindo o “Incidente de Roswell” (sendo proposto, desmentido, mas aplicado) e agora no presente às portas da “Guerra Fria.2” e no ano de 2021 (74 anos depois), aguardando-se com expetativa o sempre adiado, mas perto de ser divulgado (ainda este mês) “Relatório sobre os OVNI” (sendo apresentado, confirmado, reaplicado) ─ um documento da responsabilidade do (oficial/governamental) Pentágono ─ ressuscitando inimigos necessários de existirem (tal como na anterior Guerra Fria) apregoando-se/comunicando-se o perigo de um novo conflito e a necessária “proteção e segurança” dos seus cidadãos (e território), contra possíveis inimigos oriundos do exterior e obrigatoriamente (para nossa defesa/sobrevivência) tendo-se por “extrema necessidade” de recorrer à corrida aos Armamentos: um argumento algo pobre mas que tendo percorrido 3/4 de século e perdurado, podendo ainda ser (mais uma vez e sabe-se lá mais quantas vezes) aplicado com eficácia (talvez e dados os antecedentes ainda persistentes, com 100% de sucesso).

maxresdefault.jpg

Em 1947 tal como em 2021, num dos casos pretendendo alcançar a supremacia Global no seguinte mantê-la (1945/2021, já septuagenária, nos 76 anos de idade), com os dirigentes políticos e militares dos EUA (a sua Elite) aproveitando o cenário já montado e conscientemente preparado (tendo um objetivo obvio e passando por patriótico (a defesa dos EUA), para a partir de um tema (no fundo um subtema estratégico) aproveitar a opinião publica previamente manipulada e orientada (sendo sempre acompanhada) e lançando-a para outro, esse sim o tema-protagonista (o verdadeiro tema, o objetivo, o inimigo real): necessitando de apresentar um poderoso e convincente inimigo mas não contando para tal e como presença ativa com o mesmo (seja Chinês ou ET), para tal improvisando introduzindo inimigos externos mas não terrestres (não lhes podendo dar primazia de tal), dadas as informações e técnica disponíveis nunca podendo ser de cá ─ concordando-se com tal, confirmando-se então e aí a supremacia tecnológica russa/chinesa sobre a norte-americana ─ e desse modo só podendo ser oriundas do lado de lá.

sub-buzz-21199-1489515076-1.jpg

Propondo-se a noção da necessidade de nos protegermos e defendermos de um inimigo ainda mais forte do que nós podendo estar a pilotar esses Objetos Voadores Revolucionários certamente vindos de Outros Mundos, bem distantes e podendo (como em tudo) ser agressivos (por natureza ou por outras circunstâncias, temporárias ou não, dependendo do nível de intervenção), arranjando-se justificação (válida/credível/aceitável, apesar das conhecidas consequências) para um rearmamento se não for para ser utilizado contra “Invasores do Espaço” que seja contra “Invasores da Terra” entenda-se alienígenas da raça (para além dos Nórdicos e dos Cinzentos, sendo estrangeiros) Chinesa e Russa (os nacionais do planeta). Apontando-se a um alienígena na verdade não o sendo, tendo na realidade por trás de si (ou por dentro, como no caso das matrioskas) um russo ou um chinês, tal como para os norte-americanos um mexicano transfronteiriço (localizando-se para além do Muro) igualmente o é.

(imagens: WorldPost/washingtonpost.com ─ HIGH-G Productions/Getty Images/rt.com

─ FOX News/caitlinjohnstone.com ─ John Pilger/caitlinjohnstone.com

─ Matador Records/Gregory Crewdson/buzzfeed.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:47

Valiant Thor

Sábado, 29.05.21

“Em tempos de ataque real de um Vírus (em poucos meses) a presença não comprovada de Alienígenas (em milénios). E aproveitando para viajar sem objetivo ou destino, como uma criança (“irresponsável, ingénua, alguns dizendo cruel”) fazendo-o à Aventura (não pensando como nós, com a morte e nas suas consequências).”

20190621051453!Val3.jpg

Valiant Thor

Imagem do venusiano numa reunião efetuada no Pentágono

(1958)

 

“The legend of Valiant Thor started as a word of mouth phenomenon in the 1950’s. It was the height of the Cold War, the beginning of a new age of space exploration, and an unprecedented time of UFO hysteria in America. Sci-Fi B-movies of alien invasions and little green men from Mars permeated the public consciousness. Rumors began to spread of a mysterious man who claimed to be from Venus who was walking amongst us. Some said he could walk through walls, others claimed he had no fingerprints. Speculation on the location of his ship (which, according to rumor, he lived on) ran rampant. It was the beginning of a mystery which after more than a half century, still persists to this day.”(weirdnj.com)

 

Ontem tendo-se Valiant Thor vindo de Vénus,

hoje tendo-se Elon Musk oferecendo-nos Marte.

(Produções Anormais)

 

Olhando para o que nos rodeia e continuando a não ver algo que nos sobressalte, nem mesmo que nos assegure uma Vida minimamente conseguida (na nossa modéstia/religiosa e ideológico-temporal, afirmando estarmos contentes “com a Vida que nos foi oferecida”),

Seja em grupo aberto ou então de acesso mais restrito,

─ Veja-se como comprovativo deste quotidiano tornado repetitivo e monótono (para controlo das massas e segurança dos seus operadores) e sendo assumido e imposto pelo Sistema onde vivemos (uma Pirâmide Social de rígidos e intrincados/cruzando-se níveis e hierarquias),

Internamente apresentando-se fossilizado na sua Evolução graças ao período de Guerra Fria posteriormente prolongado (renovado) com um novo período o da Guerra Antiterrorista (durando até hoje)

E externamente com o Homem a chegar à Lua (menos de 400.000Km de distância da Terra) e repentinamente suspendendo o seu objetivo (e todas as viagens tripuladas, olhando para os Navegadores dos Oceanos, sendo fundamental a presença do Homem para tal Conquista), abandonando-a e substituindo-nos nas viagens espaciais por máquinas automáticas (sondas, veículos terrestres e agora até helicópteros)

Isolados neste momento ainda mais do Mundo em que vivemos, mas do qual nunca e invariavelmente (pelo menos com este quotidiano) usufruímos nem um mínimo do que o mesmo é capaz de nos oferecer e do que nós somos capazes de dele extrair,

─ Agora que a Pandemia anda por cá isolando-nos ainda mais uns dos outros (não voluntariamente) e sobretudo, como Seres Vivos que somos não nos deixando movimentar livremente (aproximando-nos ainda mais da definição de mortos-vivos)

Naturalmente que procurando outros Espaços e outros Tempos onde nos possamos expandir e evoluir, cerceados como estamos e agora ainda mais intensamente (pela ação dupla Homem/Vírus) da nossa Liberdade material e espiritual.

Neste ano de 2021 perdido entre o isolamento e a falta de movimento e pondo de lado o presente e o passado e muitas das explicações podendo contribuir ou não (depende de a quem dirigido e/ou por quem enviado) para algum tipo de esclarecimento mais dúbio ou credível,

High-bridge-Incident-banner.jpg

O incidente de High Bridge

De Vénus à Terra p/ um encontro de Thor com o presidente Eisenhower

(1957)

 

─ Por exemplo sobre certos acontecimentos e fenómenos repetidos desde há dezenas de anos e até à exaustão (atravessando já várias gerações), do domínio público, mas não sendo oficial (talvez numa estratégia, de fins desconhecidos) dado por vezes ser aceite outras vezes não ─

Preferindo recuar às origens desses fenómenos até por serem supostamente exteriores à Humanidade, podendo-nos proporcionar como é obvio horizontes (reflexões, pensamentos, deduções) mais alargados e novas perspetivas, de quem somos, onde estamos e (talvez) porque será aqui e assim.

Consultando o arquivo (mental/digital) e pensando ir ter a Roswell,

Encontrando na sua vez não um incidente com um OVNI envolvendo Extraterrestres, mas notícias da chegada de Enviados Estrangeiros vindos de muito longe e visitando o nosso planeta Terra, um deles e destacando-se sendo o alienígena Valiant Thor (não sendo a banda de hard rock com o mesmo nome, dizendo-se proveniente de Vénus).

Valiant Thor “mencionado” na História da Administração norte-americana (internacional, política e de segurança) aquando do período da Guerra Fria (período seguindo-se ao fim da II Guerra Mundial), não propriamente como um seu funcionário/agente (representante),

Mas como alguém exterior (à Administração) colaborando com as autoridades vigentes locais, mas (e, no entanto) atuando dessa forma, como um conselheiro do governo dos EUA em representação de outros interessados, aparentemente (ambas as hierarquias, podendo ser de níveis diferentes de intervenção) com o mesmo objetivo, talvez com diferentes respostas (soluções) e sendo terrestres e extraterrestres:

No fundo na sequência de 1947 com o incidente de Roswell (envolvendo OVNI’s e ET´s) e igualmente com todo o ambiente propício (a delírios, talvez não sendo o caso) criado pelo ambiente de guerra psicológica “servida fria”, surgindo este estranho protagonista,

Introduzindo-se, sendo aceite e de seguida desaparecendo (incrivelmente, tal a facilidade do seu acesso ao poder), assim como acontece no fim da projeção de um filme, imaginado, de ficção (credível, mas só para jovens, não adultos).

Numa história de extraterrestres pelos escritos da Bíblia e de outras obras clássicas antigas, sendo já “bem profunda no passado” ─ e perdendo-se mesmo e bem longe na nossa memória (encontrando-se vestígios de possíveis encontros, registadas em cavernas)

Mas que nos dias de hoje se mantém com novos relatos e novas revelações, certamente e para muitos de nós, com estes personagens já presentes e vivendo entre nós.

jerry-lewis-visit-to-a-small-planet-1960-2.jpgjerry-lewis-visit-to-a-small-planet-1960-1.jpg

Visit to a Small Planet

O Incidente de High Bridge e o filme c/ Jerry Lewis

(1960)

 

Podendo-se vigiar de dentro ou de fora, mas sendo mais fácil de o conseguir, replicando-se (transformando-se aparentemente num igual) misturando-se, isto se não formos nós próprios, descendentes dos intrusos (de um mesmo molde, sujeito ainda a testagens).

Um alienígena (Valiant Thor) aterrando em março de 1957 (10 anos após Roswell) em High Bridge num campo do estado da Virgínia (pela descrição um ser parecido connosco e de estatura elevada), num acontecimento testemunhado por um polícia estando de passagem,

Presenciando a sua chegada e a pedido do mesmo (ET), transportando-o de seguida para um encontro na Casa Branca com o então Presidente dos EUA Dwight Eisenhower (à primeira vista parecendo, sendo verdade, estar tudo e por essa altura “meio-louco”):

E tal como a banda de hard rock Valiant Thor (certamente inspirando-se neste personagem, aparecendo em fotos oficiais) dizendo-se de Vénus e dada as condições ambientais do mesmo (sendo este planeta um Inferno) vivendo debaixo da superfície num Mundo Subterrâneo.

Nos relatos do encontro entre o representante da Terra (terrestre) e de uma possível Confederação (extraterrestre),

─ Ocorrida pelos vistos em fevereiro de 1954, entre Dwight Eisenhower e Valiant Thor (um ser parecido com os humanos de olhos azuis, cabelo louro e cor de pele para o pálido)

(1) Não se tendo chegado a acordo com esta raça de extraterrestres (denominados os “Nórdicos”) e entrando então aí em cena (2) outros “estrangeiros” interessados (os denominados “Cinzentos”):

No caso (1) falhando porque os norte-americanos queriam o exclusivo (do contacto, excluindo a URSS) não o aceitando os “Nórdicos”, no caso (2) aceitando os “Cinzentos” e assinando-se com estes o acordo. Tudo isto devido ao chegar da Bomba Atómica, podendo destruir a Terra. Perturbando pelos vistos os alienígenas, havendo-os tal como na Terra (que coincidência) bons e maus.

Numa história muito mais complexa e até envolvendo os Nazis, fazendo com que nos percamos à procura de repostas em filmes ─ preferencialmente de Hollywood e “Made in America” ─ desde filmes como STARK TREK, passando pela odisseia da Guerra das Estrelas e até pelas aventuras ditas meio-infantis de Indiana Jones.

E cansados de sonhar ou de permanecer em coma (estando no período de pré-transição para o biomecânico, derradeiro passo para a nossa extinção, de dez dígitos estando a nossa análise resumida a 0/F e 1/V) e para sair deste estado tudo aceitando para sobreviver (prostituindo-se mentalmente, pois como retribuição, sendo bem remunerado),

Sendo esta a altura de “parar, escutar e olhar” e só depois optar: destruindo a “evidência” aparecendo perante nós como real, ali colocada para não vermos a verdadeira projeção do sujeito, agora desvalorizado e transformado um subproduto do objeto.

(imagens: wikipedia.org ─ weirdnj.com ─ tonocosmos.com.br)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:56

7 Minutos de Terror (Para os Marcianos)

Terça-feira, 23.02.21

NASA ─ MISSÃO MARS 2020 ─ ROVER PERSEVERANCE

HELICÓPERO INGENUITY ─ SOM DE MARTE

(terror e marcianos)

 

PIA24422.jpg

 

Fazendo parte da missão MARS 2020 a chegada ao ainda misterioso PLANETA VERMELHO (na nossa imaginação infantil, visionando ainda os seus CANAIS) da sonda espacial norte-americana PERSEVERANCE, para além da sua sonda orbital estando ainda equipada de um MÓDULO de ATERRAGEM transportando consigo um ROVER e (sendo o pioneiro) um helicóptero ─ o INGENUITY.

 

Screenshot_2021-02-22 Vídeo da NASA mostra os momScreenshot_2021-02-23 Vídeo da NASA mostra os mom

 

Screenshot_2021-02-22 Vídeo da NASA mostra os momScreenshot_2021-02-22 Vídeo da NASA mostra os mom

 

Nesta sequência de oito imagens da responsabilidade da NASA (delas usufruindo certamente e com imenso prazer, o público em geral) ─ tratando-se de um Evento cultural, educativo e proporcionador de memória ─ podendo-se ver diferentes momentos das manobras de aterragem, desde a entrada em ação dos paraquedas, à rápida e cautelosa aproximação ao planeta, ao momento próximo do toque e concluindo-se (a exposição), com o contacto final com a superfície marciana e (concretizada a mesma com êxito) com as comemorações e festejos naturais e toda a equipa.

 

Screenshot_2021-02-22 Vídeo da NASA mostra os momScreenshot_2021-02-22 Vídeo da NASA mostra os mom

 

Screenshot_2021-02-22 Vídeo da NASA mostra os momScreenshot_2021-02-23 Vídeo da NASA mostra os mom

 

Por ser considerado um dos momentos mais difíceis e delicados da missão (da sonda PERSEVERANCE), sendo atribuído a esse período temporal a denominação dos “7 Minutos de Terror”, para tal associando este caso com um outro já vivido (noutro espaço e noutro tempo) mas aí com a presença de seres humanos: quando as missões tripuladas APOLLO se aproximavam da LUA entrando pela 1ª vez em órbita e passando do outro lado (da Lua não se sabendo se corretamente inseridos) deixando-nos uns minutos em suspense.

 

Neste caso e falando-se de “7 Minutos de Terror” (não havendo humanos presentes) ─ para não falar da muita sucata por lá já deixada (e não sendo apenas por uma entidade) ─ terror só se fosse mesmo para os marcianos (aqui os invadidos por alienígenas).

 

(imagens: nasa.gov)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:53

Terra & Alienígenas ─ Em Tempos de Covidário

Segunda-feira, 01.02.21

Talvez um dia os alienígenas, nos ofereçam o antídoto.

 

Demonstrando a sua inteligência avançada e cumprindo respeitosamente a regra dos três parâmetros (R-3P) ─ “distanciamento, máscara e mãos” ─ eis que os nossos alienígenas (por ser nossa criação) socorrendo-se da sua tecnologia revolucionária (pelo menos aplicada às viagens), provam mais uma vez ─ por uma razão qualquer, por mais estranha que seja ─ continuarem interessados em nós. Seja por necessidade ou por acaso  (deles, como poderia ser de nós, podendo haver contactos) passando a curta ou média distância (de nós). Ainda hoje pela parte deles (alienígenas, cumprindo na integra a R-3P) sem provas irrefutáveis (credíveis para os 8 biliões de terrestres) da sua existência.

 

impacts-moon-surface.jpg

Três impactos (brilhantes) na Lua

 

Something Huge Appears Next To the Sun - Helioview

E enorme objeto (passando) perto do Sol

 

Visitando o Sol e a Terra (entre outros corpos celestes) como provavelmente o fazem desde que nos conhecemos (nos tornamos conscientes) ─ mesmo antes, tendo a Terra mais de 4 biliões de anos ─ saltando na sua observação histórica (Terra/Homem) diversos ciclos civilizacionais (réplicas temporais) onde o Homem predominaria e nos múltiplos trajetos pelos mesmos (alienígenas) estabelecidos, acompanhando a evolução do sistema (o Sistema Solar de hoje, não será igual ao da sua origem) e o desenvolvimento do Homem (e da Vida). Neste início de século (XXI, segundo a cronologia terrestre) passando por cá amiúde, neste contexto espácio-temporal em “tempos de covidário”.

 

ufo-fastwalker.jpg

Objetos não identificados, um voando

 

ufo-ocean-florida.jpg

O outro voando e mergulhando no oceano

 

Surgido a partir de uma mera singularidade ─ conjugando Espaço/Tempo, Matéria/Eletromagnetismo ─ o Universo e os seus triliões de galáxias datados de quase 14 biliões de anos (a Terra terá aparecido 10 biliões de anos depois), continuam no presente no seu processo contínuo de expansão ─ talvez no seu estado inicial (diâmetro do Universo superior a 90 biliões de anos-luz). Na prática, respeitando a coexistência e a distribuição em diferentes regiões do espaço (e sua evolução, expansão) dos Mundos Mineral e Orgânico (unidos pelo eletromagnetismo, a Alma Universal) ─ em fases diferenciadas do processo, uns (em termos relativos e na sua viagem) mais velhos (+distantes) outros mais novos (+próximos) ─ com a situação a sugerir a existência no Universo de diferentes civilizações, umas vistas (tal e qual como na Terra) como avançadas (deuses) outras muito mais atrasadas (primitivas). Pelo que se estes visitantes não forem terrestres (pertencendo por ex. a um anterior salto civilizacional), poderão certamente ser oriundos de muitas outras paragens ─ bastando para tal ter um veículo, capaz de manipular (torcendo-o, expulsando um deles) o Espaço e o Tempo.

 

(imagens: ufosightingshotspot.blogspot.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:28

Buracos Negros com Alienígenas

Segunda-feira, 25.01.21

Se existem buracos-negros, alguém os poderá estar já a utilizar.

 

black-hole-theory-proves-aliens-exploit-black-hole

In 1969,

British physicist Professor Roger Penrose proposed

energy could be generated

by lowering an object into the black hole’s ergosphere,

the outer layer of the black hole’s event horizon.

(bigworldtale.com)

 

Num Mundo onde tudo se repete a partir de uma estrutura básica dita consciente (como será o caso dos animais, como por ex. o Homem) ou em alternativa dita inconsciente (como será o caso dos minerais, como por ex. as rochas), será fácil de concluir que se analisarmos em extensão/compreensão o Espaço/Tempo a nós disponibilizado, tudo o que se passa à nossa volta desde o elemento/conjunto mais pequeno ao considerado maior, se resume à observação de um Mundo na sua estrutura baseado num mesmo molde e sujeito no seu funcionamento aos mesmos mecanismos: e se podemos associar a imagem que temos de um buraco negro a uma válvula de escoamento de um lavatório ─ engolindo tudo o que o cerca e transportando-o para outros lugares (sugando a água) e tal como no caso do buraco negro, enviando-o/ligando-o e levando-o a comunicar (sugando a luz) com outros Mundos (paralelos) ─ porque não imaginar que esses mesmos buracos-negros poderão ser em alternativa poderosas fontes de energia. Faltando-nos apenas ter acesso a tecnologia avançada (de que ainda não dispomos) possibilitando a utilização de tal processo de obtenção de Energia:

 

aliens_from_the_black_hole_by_csuk_1t_dalcwli-pre.

Nobody really knows what the whole story is about

the existence of Black Holes in outer space.

Some have theorized that they may be a way of interstellar travel

but until the day that someone goes through, and returns, we will never know.

Could Alien lifeforms be visiting our galaxy

through the use of one of these spacial anomalys?

(deviantart.com)

 

Disponibilizando-nos a partir de uma fonte de energia poderosa (o buraco negro) e de um processo viável de extração (para já, limitando-nos à Terra, à Lua, a Marte e a um ou outro asteroide), energias tais capazes de alimentar Sistemas e Galáxias, tal como já o fazemos hoje e ainda aplicamos na exploração do petróleo, de um buraco (poço de petróleo) obtendo como produto final energia (sob a forma de combustível). E ainda por outro lado e dada a nossa incapacidade (do Homem) para a concretização de tal processo tecnológico, podendo-se supor que existindo tais buracos-negros e podendo estes ser aproveitados, os mesmos poderão desde já estar a ser utilizados não por nós mas por outras espécies muito mais avançadas, alienígenas: daí algumas manifestações ainda incompreendidas (como algumas chamas de plasma e gases que vão aparecendo nas suas vizinhanças) oriundas dos buracos-negros, podendo indicar que para além de nós existem outros ─ podendo estes ser um dos pontos onde poderemos então observar a intervenção de espécies alienígenas, provando definitivamente a sua existência e assim sendo um ponto de concentração (e observação) destes. Sendo, no entanto, que o mais próximo buraco-negro estará a mais de 1.000 anos-luz de distância da Terra e como tal estando inacessível, dada a distância a que está e ao tempo (mais de 1.000 anos à velocidade da luz) que demoraríamos a lá chegar.

 

(imagens: bigworldtale.com e deviantart.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:57

Em Tempos de Crise Planetária − ISS vs. COVID-19

Terça-feira, 31.03.20

Agora que estamos em casa sem saber o que fazer e verdadeiramente não nos apercebendo o que está realmente a acontecer,

 

Screenshot_2020-03-31 Space online - SPACE-START N

ISS

Com as suas duas câmaras offline

 

− Constatando apenas que somos o alvo de qualquer coisa,

pelo número de mortes que estão a acontecer –

 

Entre vários sites que antes não tínhamos disponibilidade de tempo para consultar até porque não passavam de meros loucos adeptos das “Teorias da Conspiração”, muitos deles já sem qualquer tipo de credibilidade pois há muito afastados do acesso aos canais oficiais e certificados, e sistematicamente utilizados pelos mesmos que em público os denegriam, com outras intenções que não as propaladas pelos seus editores e responsáveis,

 

− Caso de sites de base norte-americana como “Above Top Secret (muitas vezes no passado recente sendo colocado curiosamente “Off Line” em períodos coincidindo com tempos de crise e de paralisia Governamental, não havendo dinheiros injetados e simples e temporariamente fechando/hibernando) e “Before Its News (já na altura pelo seu conteúdo sendo suspeitos e agora esmagados pelo “lixo que cada vez mais noticiam”)

 

Screenshot_2020-03-31 Aliens Are Observing Us Whil

Nas proximidades da ISS

Objetos Voadores – 1ª vaga

 

E sendo no presente (hoje 31 de abril) completamente surpreendidos (tipo “estalada ou murro na cara”) após semanas ininterruptas de divulgação de registos sucessivos oriundos da transmissão “Live Feed” da Estação Espacial Internacional (ISS) observando objetos estranhos passeando-se em frente à ISS (com cortes de transmissão aparecendo pelo meio, quando não dispondo de qualquer tipo de justificação oficial minimamente aceitável) pela interrupção total de qualquer tipo de imagem daí oriunda (câmaras 1 e 2 da ISS) como até de outros satélites (satélite Gosat),

 

– E como já afirmado antes, tendo tempo de sobra para encetar uma busca mais profunda e sistemática, reparando desde logo no desaparecimento em massa de muitas dessas notícias (e sites dedicados ao tema), ao mesmo tempo que (colocando na procura por exemplo o tema Espaço, nada aparecendo de novo e sendo massacrados em substituição pelo surto epidémico do novo coronavírus) em seu lugar aparecia o nosso novo companheiro de viagem interior (e terrestre)

“o agente infiltrado, invisível e mortal Covid-19”

 

Colocando-se definitivamente a questão suportada pela nossa natural estupefação, de saber e logicamente tentar compreender (sendo dotados como todos os entendidos afirmam de Psique, ao contrário dos outros animais definidos por nós sem psique, apenas aqui presentes para nos servirmos deles, por exemplo comendo-os) o que está na realidade a passar-se:

 

Screenshot_2020-03-31 ISS 1 camera online - SPACE-

ISS

Câmara nº 1 offline

 

Para lá de não se entender nada bem como estes Teóricos da Conspiração foram afastados e substituídos  por estes novos sites/notícias sobre este novo coronavírus (francamente “qual será a relação?”), tendo-se logicamente de concluir (existindo ou estando − sim ou não − por perto, os tais alienígenas) que em princípio as explicações para o sucedido (e constado, não existindo para já emissão) se resumirão apenas a três (uma interna, outra externa e a outra sendo mista) − da simples fatia de pão com manteiga, até à mais elaborada tosta mista.

 

Uma entrada em hibernação destes sites devido à crise Global sanitária instalada (por ação de agentes internos), uma ausência de difusão de notícias passando-se mesmo algo no exterior ao nosso Ecossistema (por ação de agentes externos) ou então uma operação conjunta agora por qualquer razão levada a cabo e envolvendo uma Coligação a nós estranha por desconhecida e não claramente visível (por ação de agentes internos e externos):

 

Screenshot_2020-03-31 Space online - SPACE-START N

Satélite Gosat

Câmara off-air

 

Mas desde logo reconhecendo nunca tendo visto um objeto estranha nem o seu tripulante, podendo-se tratar obviamente (sendo mais rigoroso, na utilização da palavra) não de uma intervenção de terrestres e/ou alienígena, mas de uma constatação de que poderão existir terrestres habitando ainda a Terra e outros tendo há muito partido desta (sabendo-se que tal como o fazem os emigrantes muitas vezes para sobreviver tendo-se mesmo que partir, só o animal morto logicamente não se mexendo − ficando-se sem movimento e parado, estando mortos ou a caminho disso).

 

Com o Sistema Solar e os seus biliões de anos (de existência) “podendo já ter passado por vários Ciclos (não de extinção, mas de desaparecimento/reaparecimento) e diversos Saltos (Civilizacionais)”:

 

Sendo natural não encontrarmos qualquer tipo mesmo que mínimo de sinais ou de vestígios com estas hipóteses relacionados (até como prova) sabendo-se que num segundo se vai a carne sendo os ossos uma questão de tempo (cronologicamente apenas nos reportando no passado à Idade dos Dinossauros).

 

Screenshot_2020-03-31 ISS 2 camera online - SPACE-

ISS

Câmara nº 2 offline

 

E assim com a única explicação a ser a da sua não existência (de UFO´S e ALIENAS) sendo pois natural que num momento de Crise Planetária (podendo levar-nos ao colapso) se invoque o mais importante (a nossa sobrevivência), dirigindo toda a nossa atenção exclusivamente para o que aqui se passa  não nos distraindo do fundamental e urgente:

 

Num Mundo em que milhões e milhões morrem num curto espaço de tempo (sem que ninguém ligue, ou sequer se incomode) pouco se incomodando com as consequências da Guerra, com o Mundo colocado em histeria por apenas uns milhares de mortes

 

− Ou seja, sendo mais profícuo e barato para quem nos controla e manipula, em vez da utilização do poder das armas como fator decisivo (não o sendo como se vê, com guerras localizadas e da maioria dos Povos afastada), optar-se por utilizar o Poder Ilimitado do Medo servindo-se apenas um simples organismo básico, mais barato, eficiente e a qualquer momento podendo-se ligar ou desligar (por alguém interior, exterior ou misto ou com outra forma qualquer).

 

Screenshot_2020-03-31 Aliens Are Observing Us Whil

Nas proximidades da ISS

Objetos Voadores – 2ª vaga

 

Deixando-vos aqui as imagens à vossa apreciação (usufruto, neste “tempo de nada e de cabeça rapada” com prazer ou então não), no mínimo (não se deixando levar muito pela psique, podendo-nos induzir em erro) para nosso divertimento e para assim passarmos o tempo, algo a que já estamos bem habituados “deixando sempre para amanhã, a vida que poderíamos ter hoje”

 

− E como católico-romanos esperando a nossa vez de chegarmos (depois de mortos) ao Paraíso, é certo que não os dos pagãos cheios de mulheres e de virgens.

 

(imagens: space-start.net − ufosightingshotspot.blogspot.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:38