Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

23
Fev 14

“No meu país a elite vende as nossas memórias e valores – o sujeito e o objecto – e subverte a sua própria ética particular – prostituindo-se de novo: mata-nos por abandono e morre da doença”.

 

O único país conhecido sobre a face da Terra que foi capaz de manter o equilíbrio fundamental – para a sua manutenção no lugar de topo da hierarquia mundial – entre a força da espingarda (da arma) e o poder do canudo (do diploma). Agora transformando-se progressiva e inexoravelmente num autêntico estado pré-ditatorial, inicialmente controlado por um aglomerado indeterminado de grandes corporações internacionais, que inevitavelmente se terão que associar em grandes conglomerados, que se irão por sua vez e através da aplicação da lei do mais forte e do mais poderoso, aniquilar-se mutuamente até ficar só um: o Estado Privado Perfeito à imagem do Paraíso de Deus.

 

USA/CSA

 

Impondo durante estes últimos anos da história da civilização mundial todo o seu poderio económico e militar, este país soube tirar partido da sua estratégia de mercado ultra expansionista – não reconhecendo fronteiras por supremacia militar – para extrair do lado de fora das suas fronteiras os seus cérebros mais brilhantes e promissores, prometendo-lhes o sonho nacionalista do país e os futuros brilhantes que aí vinham. Ao mesmo tempo que assentava toda a sua estrutura de dominação sobre uma base de sustentação dirigida prioritariamente ao desenvolvimento da sua indústria militar, tornado sector de topo e prioritário para todo o desenvolvimento económico e comercial, através do controlo da venda e da circulação de armas em todos os mercados espalhados um pouco por todo o mundo: no fundo uma globalização para uma mais eficaz centralização.

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 20:07

11
Jun 12

“A melhor maneira de magoar alguém, é pensar ser capaz de sozinho, ter poder de saber ajudar”

 

 

Estava tudo descontraído no bar a passar mais uma noite agradável de fim-de-semana, todos numa boa e felizes por amanhã ser domingo e assim poderem recuperar de algumas bebedeiras e outras complicações menores e até naturais desta juventude irrequieta e até aventureira, quando subitamente um homem surgiu da parte superior da sala descendo por uma corda e empunhando uma arma que manejava ameaçadoramente, apontando-a sucessivamente para todas as pessoas aí presentes.Com uma voz fria e mecânica dirigiu-se às pessoas que aí se encontravam ainda surpresas e meio paralisadas pelo que estava a acontecer à sua volta e na companhia armada e atenta do seu irmão gémeo-verdadeiro, começou logo a atuar e pôs-se de imediato a disparar.

 

Apesar das balas serem de borracha, muita gente saiu de lá magoada.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:27

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO