Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

01
Nov 16

Uma esfera verde e luminosa atravessou os céus do Japão na véspera de Halloween

 

B.jpg

 

Nos céus noturnos do Japão (mais precisamente na sua maior ilha Honshu) mais um objeto voador não identificado foi observado a atravessar camadas superiores da sua atmosfera, sendo o seu trajeto localizado a norte de Tóquio com avistamentos a serem reportados entre as cidades de Niigata (costa noroeste) e de Sendai (costa nordeste).

 

O avistamento ter-se-á concretizado às primeiras horas de segunda-feira dia 31 de Outubro (curiosamente na noite anterior à celebração do Halloween), com um objeto luminoso emitindo uma cor esverdeada (uma bola de fogo) cortando os últimos momentos de escuridão, num acontecimento durando cerca de 15 segundos.

 

Podendo ser um meteorito (uma bola de fogo), lixo espacial (restos de um satélite ou de um dos andares de um foguetão) ou até mesmo um OVNI. Em todo o caso oriundos de regiões do Espaço nunca antes atravessados pela nossa galáxia (sistema e planeta) – característica de um conjunto dinâmico – e que como tal poderão significar a ocorrência de certos fenómenos outrora não significativos ou até mesmo nunca registados.

 

C.jpg

 

Numa região da Terra situada no Anel de Fogo do Pacífico (e com 40.000Km de extensão), caraterizada tanto pela sua intensa atividade vulcânica como sísmica. E ainda complementada pela particularidade de ao estar virada para uma outra parte do céu (que nós não vemos na Europa) ser mais propícia ao aparecimento destes Eventos (luminosos) vindos do Céu.

 

Neste caso com um objeto procedendo aparentemente como o faria um normal meteorito ao entrar na atmosfera terrestre (devido ao fortíssimo atrito provocado pela fricção começando a arder), ao começar a ser incinerado tornando-se luminoso e passados mais alguns segundos acabando por se desintegrar e desaparecer.

 

Mais um entre os milhares de calhaus que de uma forma consecutiva e crescente têm vindo nos últimos tempos a atingir o nosso planeta. Podendo querer significar algo mas sempre uma transformação (nada se cria nada se perde tudo se transforma). Deixando-nos na expectativa de que se os Dinossauros foram reais nós um dia também seremos aqueles seres Imaginários.

 

(imagens: NTV)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 14:30

13
Dez 13

Notícia do avistamento no espaço dum artefacto desconhecido, que poderia representar o desaparecido cometa Ison (não confirmado).


O Fantasma de Ison

 

Qual será a verdadeira justificação para esta obsessão por um cometa que já passou à história? Mesmo neste texto mais uma vez nos referimos ao ainda quente defunto, talvez inconscientemente convencidos que o mesmo ressuscitara um dia destes e nos proporcionará o devido espectáculo do Cometa do Século, tantas vezes afirmado e prometido pela NASA.

 

(imagem – Whitmer/ Gary)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:17

29
Jul 12

Avistamento de objeto voador não identificado vindo do mar e dirigindo-se em direção às instalações de radar instaladas na Foia, ocorrido num fim de dia deste mês de Verão

                                                 

Já nada pode deter o crescente poder dos alienígenas em Portugal e a sua influência preponderante sobre o desenvolvimento turístico da nossa região algarvia. Com a atual crise económica a alastrar a diferentes continentes e mercados mundiais, até agora imunes e sem ligação à dependência dos outros, uma nova janela de oportunidade se abre à nova colonização vinda do espaço exterior, face ao desprezo com que a raça humana trata a sua própria espécie e à esperança que ainda preservamos – em sonhos não publicados – de nos encontrarmos com o duplo ideal, aquele que nos iria representar durante toda a nossa vida, de modo a podermos usufruir tranquilamente e em segredo, da terra desde sempre prometida.

 

Os radares da Foia poderão estar a colaborar secretamente e já há muitos anos – apoiados pelo encobrimento de entidades poderosas – com o esforço extraterrestre de ocupação

 

O pacto secreto que levou durante anos consecutivos ao encobrimento da cedência dos radares instalados na Foia pelo anterior presidente da Câmara de Monchique a entidades exteriores ao interesse das comunidades locais, acaba agora por ser finalmente posto a nu, através da denúncia de um dos seus funcionários recentemente desativados, sobre a existência de uma base subterrânea de prospeção terrestre aí construída e com ligações estratégicas aos tuneis associados à barragem do Alqueva. Além dessa função de controlo de movimentos e prevenção de acontecimentos não previstos, a base da Foia seria responsável pela emissão de um canal de sinal aberto e grátis, sem qualquer tipo de ligação aos intrusos do MEO e da ZON e cujo objetivo primordial seria o de condicionar subliminarmente a população algarvia, às virtudes ainda não descobertas da ética e da moral de “quem pode e manda”.

 

A barragem do Alqueva seria para os extraterrestres um bom local de refúgio, não só pela sua centralidade, redes subterrâneas de comunicação e capacidade volumétrica de expansão

                   

Um alentejano residente há mais de cem anos nas proximidades da cidade de Beja e que assistiu durante estes dois últimos séculos a toda a evolução e pregresso registado nesta região do sul de Portugal, afirma perentoriamente que a construção desta barragem foi decidida ainda no tempo de António de Oliveira Salazar, resultando de um acordo estabelecido em Santa Comba Dão entre o Governo português e a Igreja Católica Romana, após o fenómeno paranormal sucedido em Fátima e que registou – como demonstram documentos a que afirma ter tido acesso – a presença nunca confirmada oficialmente de uma forte embaixada extraterrestre. O segredo principal revelado pelos extraterrestres – mais tarde fortemente manipulado e adulterado na sua mensagem, através da intervenção teatral das juventudes universitárias, coadjuvadas pela ação da mocidade portuguesa, dos escuteiros e das catequistas – foi que e mais cedo do que pensávamos, seriamos de novo todos escravizados e agora milagrosamente, em nosso nome, da santíssima liberdade e da preservação da espécie.

 

Instalação de comunicação avançada, ao serviço dos extraterrestres e direcionada para o aperfeiçoamento do controlo mental das populações indígenas

                   

A barragem do Alqueva estaria agora a servir de cobertura a uma instalação secreta de centralização de comunicações com sede na Península Ibérica e que coordenaria todas as movimentações dos extraterrestres e dos seus aliados para uma futura (e cada vez mais próxima) campanha coordenada de invasão e ocupação. Estas movimentações teriam a colaboração de entidades oficiais anteriormente selecionadas, contactadas e previamente lobotomizadas.

 

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 12:47

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO