Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

07
Out 18

Final

2018 European Masters

(Lommel/Bélgica)

 

[Nos 6 encontros anteriormente disputados entre ambos (os finalistas) com 4 vitórias para Joe Perry e 2 para Jimmy Robertson (e com as últimas 3 vitórias a pertencerem a Joe Perry).]

 

Jimmy_Robertson,_Joe_Perry_and_Ingo_Schmidt_at_Sno

Joe Perry/direita e Jimmy Robertson/centro

(Finalistas)

Nesta imagem em 2015 no decurso do Masters da Alemanha

 

Com a presença de apenas dois jogadores integrando o TOP 16 do Ranking Mundial (de Snooker)

 

– Mark Allen/IRLN (11ºRM) e Ryan Day/GAL (13ºRM)

 

Nos Quartos-de-Final do Masters Europeu (oito melhores)

 

– E já desde o início contando ainda com a ausência de jogadores como Mark Williams/GAL (2ºRM e atual Campeão do Mundo), Ronnie O’Sullivan/ING (3ºRM/e ainda ausente esta época de provas contando para o RM) e Ding Junhui/CHI (7ºRM)

 

Chegamos finalmente ao momento da decisão da 5ª prova da época 2018/19 (contando para o RM) a realizar-se este dia 7 de Outubro (domingo) na cidade de Lommel:

 

Com a Final do Masters a decorrer em duas sessões (13/19 horas), à melhor de 17 frames e atribuindo ao vencedor um prémio pecuniário (convertido em pontos para o RM) de 75.000£ (ao vencido 35.000£).

 

Fase

J

N

RM

J

N

RM

FINAL

JOE

PERRY

ING

18

JIMMY

ROBERTSON

ING

30

Fase

J

N

F

J

N

F

RQ

Sean

O’Sullivan

ING

4-0

Andy

Lee

HK

4-3

R1

Oliver

Lines

ING

4-1

Zhang

Yong

CHI

4-3

R2

Andrew

Higginson

ING

4-3

Zhou

Yuelong

CHI

4-3

R3

Kyren

Wilson

ING

4-1

Anthony

McGill

ESC

4-3

QF

Tian

Pengfei

CHI

4-3

Mark

Allen

IRLN

4-2

MF

Anthony

Hamilton

ING

6-3

Mark

King

ING

6-4

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial F: Frame R: Ronda Q: Qualificação MF: Meia-Final)

 

Atribuindo-se todo o favoritismo ao inglês Joe Perry, não só pelo seu melhor Ranking Mundial (à porta do Top 16) como à sua maior experiência (profissional):

 

Já vencedor de alguns torneios (contando ou não para o RM), por diversas vezes finalista (vencido) ou tendo atingido as MF ou QF;

 

Ao contrário de Jimmy Robertson (cerca de doze anos mais novo) tendo como melhor prestação os QF do Masters da Alemanha (de 2018).

 

E vencendo o Masters Europeu com Jimmy Robertson podendo passar a 26ºRM ou em alternativa (caso o primeiro perca) com Joe Perry a passar a integrar o Top 16 Mundial.

 

Com o inglês Mark Selby (graças à sua vitória na prova anterior – o China Championship) mantendo a liderança do RM assim como o da época.

 

(imagem: wikimedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:20

01
Out 17

Sem a presença de jogadores importantes

(2º/5º/6º/7º/10º/13º/14ª/20ºRM)

Decorre na próxima semana o

2017 EUROPEAN MASTERS

 

Judd-Trump-European-Masters-Bucharest-winner.jpg

 Judd Trump

Vencedor do European Masters

(1ª Edição/Bucareste/2016)

 

Esta segunda-feira (2 Outubro) inicia-se a 5ª prova da época contando para o Ranking Mundial: o MASTERS EUROPEU (na Bélgica) inicialmente com 128 jogadores inscritos (para a Qualificação) e daí saindo os 64 para a fase final da prova (neste momento ainda 67 por faltarem disputar 3 partidas da Qualificação). De 2/8 Outubro com os jogadores a terem pela sua frente (até atingirem a Final) 5 eliminatórias (1ª/2ª/3º Ronda, Quartos-de-Final e Meia-Final) e com o inglês Judd Trump (presente e 4ºRM) a tentar reconquistar o Troféu (ganho em 2016 ao bater na final o sem compatriota Ronnie O’Sullivan/agora ausente por 9-8).

 

J

 

N

RM

J

N

RM

Mark

Selby*

1

ING

Zhao

Xintong

CHI

75

John

Higgins

3

ESC

Alexander Ursenbacher

SUI

92

Judd

Trump*

4

ING

Adam

Duffy

ING

90

Neil

Robertson

8

AUS

Fang

Xiongman

CHI

85

European Masters

4 Dos 64 Jogos da 1ª Ronda

(J: Jogador N: Nacionalidade RM: Ranking Mundial)

 

Da ronda de Qualificação destacando-se (pela negativa) a eliminação de 4 jogadores incluídos nos 20 melhores do RM: os ingleses Shaun Murphy, Barry Hawkins e Allister Carter (5º/7º/13ºRM) e o escocês Stephen Maguire (20ºRM). E desses 20 ainda estando ausentes outros 4: os chineses Ding Junhui e Liang Wenbo (2º/14ºRM) o natural de Hong Kong Marco Fu (6ºRM) e o inglês Ronnie O’Sullivan (10ºRM). Assim do Top 20 sobrando 12 (num circuito ainda sem brasileiros, mas pelo menos contando com a presença/mesmo nesta prova do “luso”/suíço Alexander Ursenbacher/92ºRM). Favorito? Talvez Mark Selby (1ºRM).

 

Transmissão no EUROSPORT:

2ª feira/2 Outubro 2017 ‒ 12:00/18:00-EUR2 e 18:00/21:55-EUR1.

 

[*Tendo que se submeter à ronda de Qualificação (ainda não realizada para este jogador) antes de ser apurado para a 1ª ronda da prova e defrontar o respetivo adversário (já conhecido).]

 

(imagem: romania-insider.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:09

23
Ago 14

A crise chegou para todos e até os ricos se tiveram de conter. Aproveitando a sua decadência os quase ricos ofereceram-se para ajudar os ricos e sob determinadas condições ofereceram os seus serviços. Assim as máquinas tiveram que ser adaptadas e consequentemente normalizadas, de modo a poder-se assegurar a todos as mesmas hipóteses de sucesso. Quem são os Campeões?

 

O alemão da Mercedes Nico Rosberg alcança a pole position para o GP Bélgica

 

Como se pode ver pela grelha oficial de partida para o Grande Prémio da Bélgica de Fórmula Um – tanto no que diz respeito a pilotos como também a marcas – mais uma vez a Alemanha demonstra à Europa a sua crescente supremacia.

 

Posição

Piloto

Marca

Tempo

1

Rosberg

Mercedes

2.05.591

2

Hamilton

Mercedes

0.228

3

Vettel

Renault

2.126

4

Alonso

Ferrari

2.195

5

Ricciardo

Renault

2.320

6

Bottas

Mercedes

2.458

7

Magnussen

Mclaren-Mercedes

3.088

8

Raikkonen

Ferrari

3.189

 

Os únicos países que ainda resistem – no fundo à asfixia total e morte definitiva da F1 – são a França e a Itália, com a Grã-Bretanha sem nada a opor e a travestir-se tipo M&M (nem rebuçado nem chocolate).

 

Quando era jovem muitas das batalhas travavam-se nos protótipos e na rapidíssima Fórmula Um. No primeiro caso o grande duelo era entre os alemães da Porsche e os italianos da Ferrari; mas a grande atracção era a F1 e os verdadeiros espectáculos proporcionados pelos duelos travados em plena pista – muitas das vezes levados até aos limites – entre corredores fantásticos e destemidos.

 

Isso tudo acabou muito naturalmente – como foi previsto acontecer aquando do fecho das transmissões em canal aberto – já que a morte dos seus leais adoradores, divulgadores e espectadores (abandonados todos à sua sorte) não é forma de promover seja o que for.

 

E já se fazem apostas (realizados 11 dos 19 GP):

 

Posição

Piloto

Marca

Pontos

1

Rosberg

Mercedes

202

2

Hamilton

Mercedes

191

3

Ricciardo

Renault

131

Classificação do Mundial de Condutores

 

Posição

Marca

País

Pontos

1

Mercedes

GER

393

2

Renault

FRA

219

3

Ferrari

ITA

142

Classificação do Mundial de Marcas

 

Rosberg e Hamilton não têm culpa que as condições meteorológicas os tenham beneficiado (ou a Mercedes): com a chuva a prejudicar todos menos dois, eles apenas aproveitaram a oportunidade para fazerem os dois melhores tempos. Mas qual será o resultado de Domingo?

 

(imagem – Web)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:10

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18

23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO