Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

15
Abr 15

Esta é a Teoria Política que dirige actualmente o Futuro de todas as Pessoas e de todos os Recursos do nosso Planeta. E com o Sol do Algarve a bater-nos violentamente na Face, só mesmo a Terra poderá ser o Paraíso. Só que os apêndices das Corporações ainda não nos contaram a outra parte: Inferno na Terra se fores Vivo, Paraíso na Terra se fores Morto e Purgatório para a nova classe – a dos The Walking Dead.

 

Jovem ataca Presidente do BCE levando à interrupção do sinal EURONEWS-LIVE FEED
(Evento só comparável ao aparecimento de algum ET à volta da Terra e à interrupção do sinal ISS-LIVE FEED)

 

2015-04-15-RTR4XFTH.jpg

Reacção do Presidente (à direita) e falta de reacção do Vice-Presidente (à esquerda)

 

Sendo a Terra o Centro do Universo as Entidades que dirigem o planeta têm que estar devidamente protegidas de todos aqueles que põe em causa a sua Doutrina Geocêntrica, pelo que o Secretismo e o Trabalho Subterrâneo desenvolvido dedicadamente e ao longo de milhares de anos pelas suas Sociedades Secretas, nunca poderá sob qualquer pretexto mostrar-se visível ou temporariamente presente, correndo o risco se tal acontecer de ser no mínimo interpelada e obrigada a responder: ora como todos nós já sabemos há muito e fazendo já parte profunda da construção do nosso edifício interior, “o Segredo é a alma do Negócio”. Essa a razão pela qual o Poder Actual já não está associado ao Poder do Estado, mas neste período de indefinição financeira e destruição das Sociedades, agrupando-se em torno de Corporações e Conglomerados vistos como Objectos de Intervenção e Solidariedade, que como tal sendo de caracterização indefinida (pois não intervêm, não são solidários, nem se expõem), acabam por passar incólumes às consequências dos seus actos nunca divulgando os nomes dos seus verdadeiros autores.

 

Como se já não bastasse vermos estas Entidades Religiosas (muitas vezes invocando Deus e afirmando serem os seus representantes nesta Terra Central) sobrevoando este Novo Poder centrado em torno do Objecto Primordial e Referencial (a Terra por Eles vista como o Foco Central da expansão colonizadora Humana e executada a partir dessa origem em todas as direcções do seu espaço próprio, exclusivo e envolvente), eis que no meio do Caos reinando deliberada e programaticamente na nossa Memória (sofrendo lobotomias constantes extremamente intrusivas, que a decompõem, formatam e reordenam) e na nossa Cultura (agora fatiada, decomposta e minoritariamente utilizada com o único fim de produção de mais-valia), ainda nos vêm ameaçar com regras e limites não naturais fazendo-nos crer que a Terra é efectivamente plana: ou os respeitamos ou estaremos condenados a cair.

 

É evidente que todos aqueles que se sujeitam conscientemente ao poder do dinheiro e da posse do objecto, tendo noção do importante lugar que ocupam e de como terão de colaborar com as Entidades Eclesiásticas no Poder para manterem o seu lugar, serão os primeiros a afirmar sob juramento e cientificamente que o Sol é o centro e que tal como ele tudo é redondo. Como assim é só desviar a atenção do Povo de 150.000.000Km o que nas distâncias cósmicas nada representa: no fundo a Família será sempre a mesma, seja a Terra seja o Sol.

 

Temos assim que nos convencer que mesmo que não pareça a Terra é plana, não sendo pois de admirar que muitas das maiores potências do planeta (como é o caso dos EUA) e na sequência dos seus Planos Futuros de Desenvolvimento e Expansão, a continuem consistente e consecutivamente a terraplanar, em nosso nome e de mais 7 biliões e de uma Guerra Santa contra os Agentes do Mal. E que a Teoria Heliocêntrica está errada (sendo claramente e para todos os crentes o Sol o símbolo do Inferno Ardente) por contestar a desejada realidade de alguns Terrestres ou até Extraterrestres de eles serem o centro (os caçadores) e tudo o resto apenas pontos (a caça). Não é por acaso que uns têm armas e outros nem sabem como isso é: só concretizando a sua aprendizagem quando se unem aos seus caçadores e levam com um tiro nos cornos.

 

Pertencemos a rebanhos doentes e não demonstrando já grande actividade cerebral, prontos a lançarem-se num precipício sem horizontes nem possibilidade de retorno, só porque um desconhecido apoiado num Objecto assim o disse aos Sujeitos. Hoje até já acredito e após campanhas ineficazes de sucessivos Governos a tentarem subliminarmente convencer-nos disso (pelos vistos e por mais incompetentes que sejam a insistência destas mentes iluminadas no fim acaba sempre por dar frutos), que se o meu carro salta na estrada a causa não estará nos buracos apresentados pela mesma, mas na realidade sempre escondida dos “pneus serem quadrados”.

 

(imagem – SIC)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:39

14
Jun 12

Até entre os suínos a revolta é generalizada pelo aumento do IVA na comercialização da bolota

 

Esta Merda de Economistas Portugueses (MEP) será de tal modo subserviente e estará de tal maneira aflita a segurar as suas calças que lhe escorregam pelas pernas, pondo o rabo à mostra de quem manda e os controla – e segundo boatos, privilegiados suspeitos de outras intenções – que nem ouvem as manifestações de espanto de quem nos empresta o dinheiro a juros altíssimos e que apenas vê a sua total e injustificada utilização, com o objetivo único de manter a sua vidinha e o rumo que nos levou alegremente a este naufrágio. Como se pode ver, não é por um navio ameaçar afundar, que os ratos o abandonam imediatamente – é que existem ratos, ratinhos, ratazanas e outros estranhos roedores.

 

Lá por os bandidos se maquiarem não nos conseguem enganar apenas nos obrigam a pagar

 

A TROIKA está cada vez mais desconfortável com os interesses instalados em Portugal.

O poder da EDP e da BANCA estarão a criar obstáculos e a atrasar as reformas estruturais.

CE, FMI e BCE, foram claros em dizer que o êxito do programa depende das reformas estruturais e menos do equilíbrio das contas públicas.

CE e o FMI mostram-se desgastados e surpreendidos com o poder da empresa liderada por António Mexia.

Existe um certo desconforto com a BANCA portuguesa, nomeadamente com as exigências nas negociações para as condições de acesso à linha de recapitalização da TROIKA e pela manutenção da restrição das condições do crédito.

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:46

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO