Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


COP26 ─ A Bomba de Metano de Biden

Sábado, 13.11.21

Sabendo-se por um lado que um dos grandes produtores de metano tem como origem dessa produção os ruminantes (como os bois e as vacas), libertando para a atmosfera esse gás (em grandes quantidades), contribuindo fortemente para o “efeito de estufa” (tal como por exemplo o CO₂) ─ só no Brasil contando-se mais de 200 milhões de bovinos, cada um dando os seus peidos “produtores e fornecedores de metano” ─ e simultaneamente sabendo-se por outro lado dos objetivos a atingir na COP26, no reforço da luta contra as “Alterações Climáticas” e contra o “Aquecimento Global”,

biden-camilla-1-1.jpg

Joe Biden (ao centro) e Camilla Parker Bowles (à direita)

COP26

 

Sendo natural o choque sofrido por Camilla Parker Bowles (a mulher do príncipe Carlos), num momento de conversa a três no decorrer da COP26 (contando com a presença de Biden e de Camilla), ouvindo o presidente norte-americano (certamente soltando-se/libertando-se da pressão interna) a dar um “grande-peido” (perante os demais presentes sendo difícil de ignorar por bem audível): deixando Camilla incrédula até pela notoriedade do acontecimento (mesmo que não cheirando, soando e ecoando posteriormente nos seus ouvidos) ─ e pelo “escândalo”. Alguns ingenuamente ainda podendo perguntar porquê.

Apenas porque tal como bovinos também damos peidos e produzimos entre outros gases metano contribuindo para a aceleração do “efeito de estufa”, sabendo-se que na composição do “peido-humano” entram cinco gases sendo eles o Nitrogénio, o Hidrogénio, o Dióxido de Carbono, o Oxigénio e ainda o METANO (0% a 10%). Ora dar um peido (longo, distante e profundo) e logo na conferência da COP26 e perante uma miríade de testemunhas (presencial ou à distância) aparentemente lutando contra o “efeito de estufa”, podendo ser interpretado como um “desrespeito máximo” pela luta levado a cabo (com imensos sacrifícios mesmo mortes) por todo um planeta.

blog_biden_zzz.jpg

Joe Biden (como muitos outro) já antes apanhado a dormir

COP26

 

Numa luta sem quartel tentando já em desespero salvar um planeta (do Homem) ─ o tal pequeno e pálido (mas) belo e único “Ponto Azul”, perdido na escuridão profunda e infinita do Espaço, mas sendo mesmo só nosso ─ com o Líder da maior potência mundial (os EUA de JOE BIDEN) a largar no meio da Conferência uma poderosa (até pelo impacto sonoro) “Bomba-de-Metano” (como prova e chegando-lhe um isqueiro ao cu, com a chama a ser azul). Quanto ao odor do peido de Joe Biden nada se sabendo, podendo este variar sendo-se vegetariano ou carnívoro, conforme a idade e o estado de saúde (não só física como mental) da pessoa/do animal.

(imagens: globo.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:57

BIDEN VS. HARRIS

Segunda-feira, 08.11.21

The urgency of Earth science and climate studies took the spotlight Friday as Vice President Kamala Harris visited NASA’s Goddard Space Flight Center in Greenbelt, Maryland. The vice president received a firsthand look at how the nation’s space program studies climate change and provides crucial information to understand our planet’s changes and their impacts on our lives. (NASA/05.11.2021)

gsfc_20211105_2022-1529-0_006.jpg

VP Kamala Harris

(na NASA)

 

Com a aprovação da prestação presidencial em baixo ─ a 7 de novembro de 2021 com 42,6% dos norte-americanos a favor e com 51,1% contra (fivethirtyeight.com) ─ e com a influência da ala mais radical do partido Democrata em baixa (abandonadas as suas opções pela VP dos EUA), decorrendo no presente a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26) e prevendo-se um grande passo atrás na concretização das suas intenções para os próximos anos (como o da manutenção do aquecimento médio abaixo dos 1,5°C) ─ sabendo-se da pressão do carvão, da emissão de gases tóxicos para a atmosfera, da desflorestação, da poluição dos oceanos ─ eis que face ao panorama interno, simultaneamente ao cenário externo e ainda e sobretudo ao não protagonismo “aflitivo” de JOE BIDEN (nada se vendo que tenha feito de palpável, de credível), a sua Vice-Presidente KAMALA HARRIS tentando destacar-se lateralmente (desviando para si as atenções de outra forma dadas ao presidente) aparentemente sem outras intenções (senão servir o seu presidente) toma em mãos o tema do “Clima” visitando a NASA e informando-se do trabalho científico desta (recolhendo dados sobre o assunto das Alterações Climáticas). Assim se chegando (um dia) a Presidente (dos EUA).

Our NASA experts today provided us a sweeping look at the many ways we need to understand our planet better, from drought and urban heat, to our oceans and the many landscapes we can see changing from the heavens. The Biden-Harris Administration is committed to making real progress on the climate crisis to benefit the next generation, and NASA is at the heart of that work. (Bill Nelson/NASA/05.11.2021)

(imagem: Taylor Mickal/NASA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 00:44

ECO-VERDE BIDEN

Domingo, 31.10.21

A maravilhosa viagem do ECO-VERDE e presidente dos EUA JOE BIDEN à Cimeira das Alterações Climáticas em Glasgow (Escócia) ─ passando pelo Vaticano onde o Papa o considerou “um bom católico” ─ bem resumida por Paul Joseph Watson (@PrisonPlanet/twitter.com):

617c254685f540429d79ea8d.jpg

Joe Biden um “bom cristão” segundo o Papa Francisco,

mas por outro lado deixando atrás de si uma pegada gigante.

(o seu grande pecado nesta Cimeira Climática)

 

Biden's contribution to fighting climate change.

- 85-car motorcade in Rome

- His own 244-horsepower car "the Beast"

- Each car generates 10x the normal amount CO2

- 10,000 mile return trip on Air Force One - 2.2 million pounds of carbon total

They're taking the piss.

 

Não se esquecendo de levar atrás de si agora que o Mundo atravessa uma nova e grave crise energética toda a sua artilharia pesada na criação de CO₂, deixando o Mundo estupefacto e de boca aberta. Com o seu herói ECO-VERDE confraternizando alegremente com o seu amigo pé-grande CO₂.

E ignorando Greta Thunberg (nem sequer sendo convidada para a Conferência), igualmente “cagando-se” todos em nós.

(imagem: AP)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:02

64 Biden

Sábado, 27.03.21

Na passada quinta-feira sinalizando o 64º dia como Presidente dos EUA, JOE BIDEN (natural da Pensilvânia) o novo inquilino da CASA BRANCA (aí acompanhado pela Vice-Presidente KAMALA HARRIS), fez a sua 1ª conferência de imprensa a solo (aqui sem a Vice): aparentemente mostrando estar bem ativo.

 

207eaa26-a590-4f9b-b833-309b77367412-AP_Biden.jpg

 

“Yes, my plan is to run for reelection.”

(Joe Biden)

 

Ainda mal tendo aquecido o lugar (janeiro 2021/janeiro 2025) afirmando desde já a sua candidatura a um 2ª mandato (de 4 anos, sendo aí octogenário, com 82 anos de idade) como Presidente (sendo já o 46º), de novo sendo acompanhado pela californiana Kamala Harris (aí com 60 anos de idade).

 

“China President Xi

'doesn't have a democratic bone in his body'.”

(Joe Biden)

 

Na sua agenda entre vários temas de âmbito nacional e internacional falando na crise que atravessa toda a sociedade norte-americana e quais as medidas urgentes a tomar (económicas e sociais) ─ no desemprego, na imigração, etc. ─ mas internacionalmente não se esquecendo dos seus grandes adversários.

 

“He’s (Xi Jinping) one of the people, like Putin,

who thinks autocracy is the wave of the future.”

(Joe Biden)

 

Para além dos anteriormente já comentados (dias antes) adversários russos tendo como presidente o “assassino” Vladimir Putin, virando-se agora para os aliados mais orientais deste último, em ascensão e cada vez mais poderosos: podendo a muito curto-prazo (c/ apoio russo) substituir os EUA na liderança global.

 

0ea1bb76-fc80-40dc-bc95-901869e7627a-AP_Biden_7.jp

 

"I believe we can do it (vaccination)."

(Joe Biden)

 

Finalizando-se esta curta análise do sucessor de Donald Trump (num curto e muito passageiro momento, parecendo ter saudade das contendas tidas com o seu adversário) com a Notícia-Bomba desta atuação pioneira a solo: em 100 dias prometendo aplicar 200 milhões de doses de vacinas Covid-19 (mais de 23 doses/segundo).

 

“We are … consulting with allies on how to respond

to North Korea’s recent testing of ballistic missiles …

There will be responses if they choose to escalate.”

(Joe Biden)

 

Deixando na “panela-ao-lume” o Afeganistão (e a retirada como anteriormente decidida das tropas norte-americanas até 1 de maio) e a Coreia do Norte (mais uma vez fazendo testes com mísseis balísticos). Sobre a Europa pretensamente sua Aliada (mais nas tristezas, do que nas alegrias) ─ e tendo já a GB nada saindo (chegando-lhes as “sugestões” feitas nos negócios).

 

(imagens: Evan Vucci, AP/usatoday.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:44

Bloco do Bem Vs. Bloco do Mal

Quinta-feira, 25.03.21

E porque não pensam na esmagadora maioria, dos mais de 7,8 biliões de seres humanos?

Não integrando nenhum bloco, mas pertencendo a um conjunto.

 

 Screenshot_2021-03-25 'God is Good Devil is Bad' G Screenshot_2021-03-25 'God is Good Devil is Bad' G Screenshot_2021-03-25 'God is Good Devil is Bad' G 

A resposta ao político ocidental e democrata JOE BIDEN (EUA) ─ chamando ditador ao político oriental XI JINPING (CHINA) e assassino ao político oriental VLADIMIR PUTIN (RÚSSIA), dois vermelhos (comunistas):

“Russia and China are sending Biden a message:

do not judge us or try to change us.

Those days are over.”

(Tony Kevin/25.03.2021/theconversation.com)

 

Deixando-nos ─ ouvindo-se ainda aos quatro ventos, terem corrido com o diabo (TRUMP) ─ de novo extremamente preocupados, parecendo ter-se (BIDEN) o mesmo modelo de comandante ao leme: do Mundo.

 

(imagem: redbubble.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:28

As Maldições de Trump ─ Impeachment and Winter Storms

Terça-feira, 16.02.21

Unprecedented' winter storm

chills 150M across 25 states.

70% snow cover.

(usatoday.com/15.02.2021)

 

5e23118a-7071-4441-9c0d-682a43536f9c-Madison_Miss.

 

Terminada a era TRUMP e iniciada a era BIDEN (ano um) e depois de nova absolvição do Republicano TRUMP (no seu 2º Impedimento), estando-se agora mergulhados sob uma camada de neve (sem precedente) à espera da próxima (artificial/natural e eminente) escorregadela Democrata. Com BIDEN gesticulando (o inconsciente, para os média), tendo atrás KAMALA (a sucessora, para o povo).

 

aba0b190-0a05-40cf-81b3-9a868213f0a6-AP_Winter_Wea

 

Percorrendo-se um tempo de PANDEMIA, nos EUA tendo já provocado 500.000 mortos, mantendo-se em curva descendente ─ no sector Económico e na taxa de desemprego ─ e ainda sem crédito internacional (meio passivos e sem leme), temendo-se a curto-prazo nesta nova temporada, um novo cenário TRUMPIANO (aqui com BIDEN como o protagonista). Sendo os detentores da verdade (DEM e REP) as faces (2) da mesma moeda (o DÓLAR).

 

(imagens: USA TODAY/Storyful e Sue Ogrocki/AP em usatoday.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:57

Biden Ano Zero (Covid-19 Ano Um)

Quinta-feira, 28.01.21

A maior potência Global

Ainda na expetativa de saber, se os EUA ainda o são.

 

Desde o ano da visualização e oficialização do “motim” global e registado em 11 de setembro de 2011 ─ em curso desde há duas décadas e tendo nesse período como seus comandantes George W. Bush (REP), Barack Obama (DEM) e Donald Trump (REP) ─ que o barco de piratas agora comandado por Joe Biden (DEM) continua imperturbável, sem mudanças visíveis e sempre amotinado ─ com o seu rumo desde aí (ataques de 11.09.2001 aos EUA)  traçado. Com os piratas de oriente, muito atentos a observar.

 

sddefault.jpg

Nos critérios de navegação e quanto à influência dos média

─ FOX/CNN ─

com a antiga hipocrisia REP a ser imitada pela renovada hipocrisia DEM

 

A cada início de mandato (de um novo comandante do navio-pirata) podendo-se pelas mais diversificadas razões e com os mais diversos e mais que justificados tipos de moralidade (aplicados) ─ socorrendo-se então da prancha e atirando-se o óbvio ao mar, varrer-se e renovar-se a tripulação, realinhando-a com a nova maioria: sem novo motivo e conteúdo, sem objetivo e estratégia (do Estado) mantendo-se a situação e o contínuo motim. Neste ciclo (com o 46º presidente dos EUA agora eleito), há vinte anos.

 

2ewpuz.jpg

Não resistindo à tentação e apesar do tratamento anterior

─ qualificando os eleitores de Trump como criminosos e deploráveis ─

insistindo-se no método para condicionar o rebanho

 

Uma situação ainda mais agravada por, ao pensarem-se (REP´s e DEM´S, num país bipolar) donos do barco (os EUA) apesar de colados na mesma moeda (o Dólar), mas no entanto (ocupando apenas uma das faces), julgando-se independentes (como se cada um tivesse o seu barco) ─ se manterem sempre suportados pelos mesmos amotinados: metade deles tentando afundar o barco de um e a outra metade o barco do outro ─ sendo ele o mesmo! Com Trump destacando-se (de outros presidentes) apenas por querer eliminar adversários (políticos).

 

sale_91915_article_image.jpg

Combinando nesta ironia tudo o que há de mais belo no mundo

─ pela vida, liberdade, igualdade e ambiente ─

e, no entanto, chorando por um simples churrasco de vaca

 

Na comunicação social (e observando dois bons exemplos) num extremo tendo a CNN e no outro estando a FOX ─ talvez para muitos, inesperado e de impossível alcance, mesmo que em quadrantes diferentes, podendo estes (pontos, planos, espaço, média)  coincidir (por sobreposição) integrando (completando/complementando) o mesmo círculo: com dois gigantes servindo-se (no tempo, à vez) de processos e táticas idênticas (más, extremas), no fundo com o mesmo objetivo. Partilhando claramente a sua parte do rebanho.

 

(imagens: boingboing.net)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 23:18

Joseph Robinette Biden Jr.

Quinta-feira, 21.01.21

E fazendo-a (uma moeda de Dólar) rodar de novo como um pião, terminada a sua rotação, surgindo virada para cima num dos lados da mesma moeda, (agora) a face de Biden. No entanto mantendo-se estrutura (as corporações e o seu poder) e as vias privilegiadas (intermediários).

 

O primeiro dia de trabalho na Casa Branca

do Democrata e 46º Presidente dos EUA  Joe Biden.

 

EsQSFszXAAE-Q8a.jpg

Transição Trump/Biden

(ilustração)

 

No interior de um gabinete claramente vandalizado,

sem telefone e com graffitis bem visíveis.

 

"Num momento de grave crise económica global ─ acelerada com a Pandemia e podendo levar à explosão social ─ e com o centro do Eixo do Mundo (Económico-financeiro) a deslocar-se para Oriente (de Washington para Pequim), pensando-se no que fará a América para evitar o seu declínio."

 

(imagem: TIME)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 22:23

A Megaoperação Norte-Americana

Sexta-feira, 15.01.21

No próximo dia 20 de janeiro (quarta-feira) terminará o mandato do 45º presidente dos EUA ─ o republicano Donald Trump ─ sucedendo-lhe por um período de quatro anos (no mínimo, pois recandidatando-se e ganhando podendo ser oito) um novo presidente ─ o Democrata Joe Biden. Segundo muitos observadores (nacionais/internacionais) obrigando a uma grande e delicada operação de segurança ─ de transição presidencial ─ dado e segundo estes existir uma forte possibilidade de se verificarem conflitos/confrontos, oriundos de alguns republicanos apoiantes de Donald Trump.

 

9fcf8b70b5b30f4b1177c94f9b4a9833.jpg

Presidente Joe Biden e Vice-Presidente Kamala Harris

 

Mas como uma das faces da mesma moeda ─ o Dólar ─ que nas últimas dezenas de anos tem de uma forma ou de outra (a bem ou a mal) dominado económico-financeiramente o Mundo, faltando apenas saber-se se, mantendo os trilhos antes percorridos por Trump (numa sequência que tem sido ao longo dos anos linear e continua, seja a Administração Democrata ou Republicana) ─ o que geralmente acontece (mantendo o status quo e baseando toda a culpa por nada se alterar, no ocupante anterior) ─  ou então subvertendo-os ─ algo nunca antes ocorrido/permitido: o que começa desde já a sentir-se entre os representantes Democratas, com os candidatos mais à esquerda a começarem a ser preteridos nas primeiras nomeações (para a futura Administração Biden).

 

O que nos leva a pensar o que será o futuro próximo de uma potência global como o é os EUA, dirigido por um septuagenário (78 anos de idade) ─ tornado ainda octogenário no decurso do seu mandato ─ suscitando logicamente dúvidas sobre o seu futuro estado psíquico-físico, dada a sua idade avançada: ou não fosse o democrata Joe Biden o mais velho presidente a tomar alguma vez posse, batendo três outros presidentes por curiosidade todos Republicanos ─ Ronald Reagan (aos 77 anos) e Donald Trump e Dwight Eisenhower (aos 70 anos). Provavelmente com a verdadeira candidata a assumir mais cedo ou mais tarde o poder (a Presidência dos EUA, ainda neste mandato ou no próximo) a ser a agora vice-presidente Kamala Harris, tornando assim interessante seguir não só o caminho presidencial de Joe Biden como o da californiana Kamala Harris.

 

AFP_8YA6XY.jpg

Assalto ao Capitólio em Washington DC por milícias pró-Trump

 

Vivendo-se num tempo tão instável e sensível da História da Humanidade (com qualquer coisa a poder provocar uma explosão/implosão), com a nossa sociedade a atravessar uma grande e prolongada crise não só socioeconómica como moral e sobretudo global: e com o Bloco que tem dominado o Mundo ─ os EUA e os seus aliados ocidentais ─ aparentando estar em queda irreversível (livre com a entrada de Trump em cena), surgindo do outro lado um novo protagonista, secundarizado ainda por outro e dos mais antigos (experiente) ─ o Bloco China/Rússia, deslocando o Eixo Virtual da Terra (económico-financeiro) para oriente e transportando o seu centro e foco principal de Washington para Pequim. Agora com tudo agravado com a chegada desta nova Pandemia (Covid-19), paralisando todo o mundo e parecendo querer atirar-nos definitivamente em direção ao abismo ─ ou a um “Outro Mundo” igualmente real que não este. Talvez uns Sinais do Futuro.

 

(imagens: yahoo.com e independentespanol.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 19:40

US 2020 − Biden vs. Trump

Quarta-feira, 11.03.20

A 3 de novembro de 2020 decidindo-se qual o novo Presidente dos EUA, entre o Democrata BIDEN e o Republicano TRUMP (mesmo havendo outros candidatos) salvo se algo ocorrer antes (Biden 78 anos de idade e Trump 74 anos de idade à data das eleições – e  já agora Sanders com 79).

 

hqdefault.jpg

Presidenciais EUA 2020

Candidato DEM BIDEN vs. Candidato REP TRUMP

3 novembro 2020

 

Iniciadas as primárias Democratas a 3 de fevereiro − com o Caucus do Iowa − e concluída a Mini Terça-Feira de 10 de março (ao 37º dia), atribuídos os 1.864 delegados em disputa  de um total de 3.979 (não incluindo os 771 Superdelegdos totalizando 4.750) − ou seja, 47% dos Delegados (quase metade) – e dado o cenário criado (proporcionado ao candidato oficial),

 

Com os resultados até agora anunciados a apontarem desde já e inequivocamente para o candidato vencedor para a nomeação Democrata, como seu representante para a eleição do próximo presidente dos EUA (eleições presidenciais a realizarem-se a 3 de novembro de 2020):

 

Não contando para nada a extremista Tulsi Gabbard (tal como Sanders apelidada por Hillary Clinton e sendo apoiada pelo DNC, de traidora, comunista e representante de Putin), com o moderado JOE BIDEN a distanciar-se claramente e cada vez mais do igualmente extremista Bernie Sanders.

 

C

DE

%

Joe Biden

823

44,2

Bernie sanders

663

35,6

Tulsi Gabbard

2

0,1

(outros)

163

8,7

(p/ atribuir)

213

11,4

Total

1.864 (de 3.979)

100,0

Delegados Eleitos

(C: Candidato DE: Delegados Eleitos)

11.03.2020 − 12:30

 

Assim ao 37º dia e com praticamente 50% dos delegados eleitos (nem sequer valendo a pena falar dos famosos 771 SUPERDELEGADOS esmagadora e como sempre apoiando o candidato do sistema, oficial) com JOE BIDEN podendo desde já declarar-se como candidato DEM à presidência dos EUA, tendo como seu adversário o atual Presidente concorrendo a um 2º mandato e atualmente sendo o favorito (apesar das sondagens) − seja o seu adversário Biden ou Sanders – o REP DONALD TRUMP.

 

E se Bernie Sanders ainda tiver dúvidas (com o seu caminho de novo armadilhado, antes favorecendo Hillary/2016 agora favorecendo Biden/2020) até 17 de março (com mais 5 votações e distribuídos mais 583 delegados) e aí com 62% dos delegados entregues ficará certamente esclarecido.

 

Hipótese

Embate

Resultado

A

D

BIDEN vs. TRUMP

48%/52%

53%/43%

SANDERS vs. TRUMP

51%/49%

52%/45%

Dados DEM vs. REP

A: Antes/Emerson 16.02 a 18.02 e D: Depois/CNN 03.03 a 03.07)

(A/D: Antes do assassinato/suicídio de Sanders/Depois do assassinato/suicídio de Sanders)

 

Mais uma vez e desmentindo a participação livre dos seus eleitores, manipulando-os, com a elite DEM e com o DNC a escolherem o seu candidato, faltando apenas saber quais serão as consequências (de tal ato, de novo replicado), o resultado disto tudo recordando 2016 e de tudo o que se passou (ou não, com os DEM obcecados por Trump, nada propondo aos seus cidadãos e eleitores) até cá.

 

(imagem: Let's Talk Elections/youtube.com)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 13:45