Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

30
Jan 21

Balanço (em dois títulos do insuspeito site económico-financeiro e de negócios Business Insider) do impacto económico (global) do vírus SARS CoV-2 e da Pandemia COVID-19 (pelo mesmo provocado), apresentando-nos claramente quem perdeu e quem ganhou com esta situação durante todo o ano de 2020.

 

Screenshot_2021-01-30 Workers lost $3 7 trillion i

 

Workers lost $3.7 trillion in earnings during the pandemic.

Women and Gen Z saw the biggest losses.

(businessinsider.com/Juliana Kaplan/Jan 25, 2021, 5:02 PM)

 

Entre a mão-de-obra global provocando uma quebra geral nos seus rendimentos (de trabalho) podendo atingir os 10%, atirando cerca de 115 milhões de pessoas para o desemprego (muitos deles irrecuperáveis) e afetando sobretudo as mulheres (marginalizando-as mais uma vez) e os mais jovens (liquidando o futuro de muitos deles). Visualizando a recuperação destes ─ com a continuação da Pandemia ─ como uma miragem. Aguardando-se como último recurso (e esperança,  a última coisa a morrer) exclusivamente na mão do setor privado (o poderoso setor farmacêutico) ─ destruído e desprovido o setor público ─ pelo impacto das vacinas.

 

Screenshot_2021-01-30 Billionaires made $3 9 trill

 

Billionaires made $3.9 trillion during the pandemic

enough to pay for everyone's vaccine.

(businessinsider.com/Juliana Kaplan/Jan 26, 2021, 1:30 PM)

 

Entre os mais ricos do Mundo ─ patrões & bilionários ─ e no curso da Pandemia (e ao contrário do sucedido com os trabalhadores, perdendo no mesmo período 3,7 triliões de dólares) com as suas receitas a subirem mais de 3,9 triliões de dólares (dava para pagar todas as vacinas), recuperando num ano muitas das perdas anteriores (verificadas aquando do início imprevisto da Pandemia) mas deixando todos os restantes (cá em baixo e fazendo parte da esmagadora maioria dos 8 biliões de pessoas) e no mínimo, com uma década de luta extrema e de muito sofrimento pela frente. No final de 2020 tendo já atirado 200/500 milhões para a pobreza.

 

(imagens: Joe Raedle/Getty Images e John Locher/AP em businessinsider.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:44

24
Jan 14

 

Decorre entre quarta-feira e sábado (22 a 25) na estância alpina de Davos na Suíça, o 44.º Fórum Económico Mundial (WEF). Estarão presentes neste importante evento global 2.500 personalidades seleccionadas entre a nata das elites da nossa sociedade, entre executivos (1.500), investidores, políticos (48), banqueiros (20) e até algumas das mais destacadas celebridades internacionais – para além da esmagadora maioria dos bilionários (80) e de muitos mais milionários. Como pormenor adicional e paralelo à realização deste Fórum Económico, o mesmo ocorre no preciso momento em que 85 bilionários detêm uma riqueza equivalente à de mais de 3.500.000.000.000 de pessoas – mais de metade da população mundial, estimada em cerca de 7 biliões.

 

(dados – sott.net)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 17:10

Fevereiro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO