Um espelho que reflecte a vida, que passa por nós num segundo (espelho)

12
Abr 19

1º A Bíblia de Bolsonaro

 

A opção do Brasil no que toca às votações da UN:

(em ptjornal.com/sapo.pt)

 

x82166900_RIRio-de-Janeiro-RJ-11-04-2019Encontro-d

O Presidente Jair Bolsonaro

Reunindo-se no Rio de Janeiro com os pastores Evangélicos do Brasil

E assegurando-lhes que a partir de agora

O país seria dirigido segundo a Bíblia

(e de acordo com o mencionado em João 8:32)

Abril 2019

 

 

“Nós não fugimos a tradição nenhuma.

Nós passamos a votar na ONU, nas questões dos Direitos Humanos, de acordo com João 8:32

 

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”

 

E, de acordo com a verdade,

então, por coincidência,

passamos a votar junto com Estados Unidos e Israel, além de outros países.”

(Jair Bolsonaro num encontro com pastores Evangélicos realizado no Rio de Janeiro)

 

"Na sua pregação [de John Hagee/pastor norte-americano conhecido como apoiante do reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel], falou muito da Embaixada americana em Jerusalém. Da nossa parte, passamos a votar na mesma sintonia de Israel e dos Estados Unidos na Comissão de Direitos Humanos da ONU. Então é uma mudança radical de um voto de cabresto [voto controlado] do Brasil que era sempre afinado com a Venezuela, Irão, Cuba e outros países que não têm qualquer amor à democracia e à liberdade."

(Jair Bolsonaro sobre o seu encontro nos EUA com pastores Evangélicos entre eles John Hagee)

 

2º A Herança de Bolsonaro

 

Desabamento de dois prédios no Rio de Janeiro na favela de Muzema:

(em globo.com)

 

x79756436_RI-Rio-de-Janeiro-RJ-07-11-2018-Predios-

Junto à Lagoa da Tijuca na favela de Muzema (Rio de Janeiro)

Um aglomerado descontrolado de casas (ilegais)

Construídas pelas milícias locais

E com algumas dessas casas sendo vendidas (em finais de 2016)

Por preços na ordem dos 160.000 reais (aproximadamente 36.500€)

Novembro 2018

 

Desabamento de prédios na Muzema, Zona Oeste do Rio

Há 17 desaparecidos (para além de dois mortos já confirmados), e corpo de Bombeiros trabalham no resgate de mais vítimas em condomínio na comunidade, no Itanhangá.

 

“Aqui, constroem sem parar, é uma poeirada sem fim.

Só pensam em construir e vender, não importa as condições.”

(Érica − moradora no bairro de Muzema no Rio de Janeiro)

 

“Em dezembro de 2016 apartamentos com varanda gourmet e garagem com vagas cobertas eram vendidos por R$ 159 mil. Eram dezenas de edifícios novos, muitos irregulares e em construção. Em muitas áreas, algumas dominadas por milícias, a velha imagem de casas simples havia desaparecido. Enquanto se verticalizava, a paisagem na Muzema era de uma selva de pedra, de verdadeiras favelas de prédios.”

 

(textos inseridos: ptjornal.com/globo.com − imagens: globo.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 18:15

16
Nov 18

[E o Território e a População que se Lixem.]

 

PIA22861.jpg

Minas de Carajás – Brasil

PIA 22861 – 19 Junho 2017

(Satélite: Terra – Instrumento: Astra)

 

Localizado no PARÁ (a sudeste do estado) paredes meias com os mundialmente conhecidos estados do MATO GROSSO (a sul) e do AMAZONAS (a oeste) – onde se localiza um dos poucos ecossistemas naturais tendo ainda algo a ver com o ECOSSSISTEMA ORIGINAL TERRESTRE, onde a VIDA e o HOMEM foram acolhidos e se desenvolveram – localiza-se a grande cordilheira da SERRA dos CARAJÁS, na qual se encontra implantado o Grande Projeto Mineiro do GRANDE CARAJÁS numa região considerada a nível de exploração mineral uma das mais ricas do planeta: estendendo-se por uma área representando cerca de 10% do território brasileiro – e nela se incluindo a maior reserva de FERRO do mundo (de alto teor) além da exploração de outros minérios como (entre outros) níquel, cobre e ouro – e sendo como é evidente fonte de cobiça de mineradores e de Grandes Empresas Internacionais de Mineração (como é o caso da VALE uma Multinacional Brasileira de Exploração de Minérios e uma das maiores do Mundo – operando em vários estados do Brasil como em todos os 5 Continentes).

 

Vale recebe (em 2012) o nada honroso ‘Óscar da Vergonha’ com 25 mil votos

(O Globo/27.10.2012)

 

“Mais de 88 mil pessoas participaram da votação, promovida pelo site Public Eye People's e patrocinada pelo Greenpeace, para eleger a pior empresa do ano. E os eleitores decidiram entregar o “Óscar da Vergonha” para a Vale: uma empresa “com longa trajetória caracterizada por condições de trabalho desumanas, violações de direitos humanos e destruição do meio ambiente” em diversas partes do mundo. E sendo acompanhada por empresas como a TEPCO (japonesa e responsável pela Central Nuclear de Fukushima) e como a sul-coreana SAMSUNG (produtora de componentes eletrónicos).” (globo.com)

 

Carajas_Mine.jpg

Minas da Serra de Carajás – Brasil

Imagem de Holli Riebeek – Wikipédia

(Satélite: EO-1 Instrumento: EO-1-ALI)

 

Agora (Novembro de 2018) eleito JAIR BOLSONARO como Presidente do BRASIL (o 5º maior país do mundo, o 6ª em população e o 8º no PIB) – autointitulando-se o TRUMP da AMÉRICA do SUL como contrapartida ao original da América do Norte (Donald Trump dos EUA o 4º maior do mundo, o 3º em população e o 2ª no PIB) – e sabendo-se tudo o que se sabe sobre o seu passado político e formação (vida, opiniões, ações) pessoal – entre outros pontos extremamente negativos (caraterizando-o), sendo um populista (de direita), apologista da utilização da tortura (tal com Trump), por diversas vezes tomando posições extremistas (e contrárias à generalidade da opinião pública brasileira) contra as minorias (como o movimento LGBT), além de apologista da ditadura e de atitudes/comportamentos racistas (levando-o no passado a várias condenações judiciais) – certamente com os residentes no estado de Pará e neste caso da SERRA dos CARAJÁS – ainda-por-cima tendo os paranaenses optado pelo outro candidato Fernando Haddad (Haddad/55% e Bolsonaro/45%) nas Presidenciais deste ano – a terem de recear o pior (para o seu estado) dadas as ideias transmitidas pelas afirmações de Bolsonaro: relembrando o Movimento dos Sem-Terra no estado do PARÁ (terminando em 1996 com o Massacre de cerca de uma vintena desses manifestantes) com o atual Presidente a afirmar (perentória e claramente) que ”Quem deveria estar preso era o pessoal do MST”. Como se já não estivessem Mortos.

 

Carajas Mine, Brazil

(NASA/19.11.2018)

 

“The Carajas Mine is the largest open-pit iron ore mine in the world. It is located in the state of Para, northern Brazil. The mine is estimated to contain over 7 billion tons of iron ore, plus gold, manganese, bauxite, copper and nickel. Ore is loaded into rail cars, and shipped to the Atlantic port city of Sao Luis over 250 kilometers away. The image was acquired June 19, 2017, covers an area of 18 by 27 kilometers, and is located at 6.1 degrees south, 50.2 degrees west.” (photojournal.jpl.nasa.gov)

 

(imagens: earthobservatory.nasa.gov – photojournalnasa.jpl.nasa.gov)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:03

28
Out 18

Presidenciais Brasil

(2ª volta – 28 Outubro – sondagem)

 

oba8.jpg

Brasil

28 Outubro 2018

 

BOLSONARO: 54%

(candidato apoiado pelo PSL)

HADDAD: 46%

(candidato apoiado pelo PT)

 

A cada hora que passa com o avanço do candidato BOLSONARO sobre o candidato HADDAD a esfumar-se rapidamente – nos últimos dias da campanha da 2ª volta das Presidenciais brasileiras com a vantagem do candidato da DIREITA a descer de 19% para 8% sobre o candidato da ESQUERDA – torna-se no entanto evidente que dada a inversão tardia da intervenção dos Políticos e dos Média (nacionais e internacionais) no seu apoio aos candidatos (deixando de uma forma negligente e imprudente Bolsonaro avançar, como se o cenário não se proporcionasse ao aparecimento de extremistas) se não acontecer um enorme Cataclismo Eleitoral ou algo de verdadeiramente Insólito dentro de poucas horas o BRASIL terá um Presidente populista, de direita, defensor da ditadura militar e apoiante da tortura: JAIR BOLSONARO nascido no estado de São Paulo há 63 anos.

 

Eleições Intermédias EUA

(Senado – Representantes - Governadores)

 

xl-2018-midterm-elections-1.jpg

EUA

6 Novembro 2018

 

Internédias

S

R

G

Republicanos

50

199

26

Democratas

44

205

24

(Indecisos)

(6)

(31)

(0)

(Total)

(100)

(435)

(50)

(Maioria)

(51)

(218)

(26)

(S: Senado R: Representantes G: Governadores)

 

Relativamente às Eleições Intermédias que irão decorrer a 6 de Novembro nos EUA – elegendo Senadores, recompondo a Câmara dos Representantes e escolhendo novos Governadores – mantendo-se a previsão de manutenção da maioria dos Republicanos no Senado, alteração da maioria na Câmara dos Representantes passando para os Democratas (mas com um nº de representantes DEM e REP muito próximos) e finalmente maioria de Governadores Republicanos (apesar de uma clara quebra REP desde as últimas eleições com os DEM quase a equilibrarem). E deste emaranhado se concluindo – sabendo-se o que se passa atualmente na sociedade norte-americana (em geral), entre os seus diversos níveis de poder (de política interna e externa) e apoiando-nos em situações semelhantes, anteriores e de sentido partidário contrário – que nada de bom aí virá senão o endurecimento da luta entre TRUMP e os seus Inimigos: ou seja em Nova Temporada a continuação do conflito (pessoal) TRUMP/CLINTON com todos os outros 300 milhões (apenas) a assistirem.

 

(imagens: thefolha.com.br – nitty-grittynews.com)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 01:40

08
Out 18

E tal como já se previa apesar de todos os fazedores-de-opinião (neste caso portugueses e levando-nos a refletir sobre a sua utilidade) com o pior candidato a ganhar as eleições nesta 1ª volta (entre os residentes em Portugal) – e logo com 56% o que lhe daria a vitória logo à 1ª volta – a ser (ao contrário do que todos os portugueses pensariam) Jair Bolsonaro.

 

Bolsonaro – 46%

(49 milhões)

Haddad – 29%

(31 milhões)

 

xmontagem-haddad-bolsonaro1.jpg.pagespeed.ic.eq34n

Jair Bolsonaro Vs. Fernando Haddad

(Reencontrando-se na 2ª volta a 28 de Outubro)

Agora c/ um atacando o PT e c/ outro procurando o apoio do centro

 

Justificando mais uma vez o estado caótico

(e de evolução imprevisível – dado o populismo/no seu pior sentido já aí reinante)

 

Em que se encontra a situação económica e social no Brasil

(neste caso com intervenção aparentemente neutra dos EUA não se colocando claramente ao lado de nenhum dos lados em conflito),

 

O candidato mais extremista às Presidenciais do Brasil de Outubro de 2018

(e candidato do PSL/Partido Liberal Brasileiro de extrema-direita)

 

JAIR BOLSONARO

 

Ganhou claramente a 1ª volta atingindo os 46% dos votos

(mais de 49 milhões de votos).

 

Deixando o que agora será o seu grande adversário para a 2ª volta das Presidenciais

(e candidato do PT/Partido dos Trabalhadores pró-Lula)

 

FERNANDO HADDAD

 

Nos 29% das intenções de voto

(mais de 31 milhões de votantes).

 

Candidato

Partido

Votos

(em milhões)

Percentagem

(%)

Jair Bolsonaro

PSL

49.3

46

F. Haddad

PT

31.3

29

Ciro Gomes

PDT

13.3

13

Geraldo Alckmin

PSDB

5.1

5

João Almoêdo

NOVO

2.7

3

Cabo Daciolo

Patriota

1.3

1

H. Meireles

MDB

1.3

1

Marina Silva

Rede

1.1

1

(Candidatos com mais de 1% dos votos – 8 de 13)

 

Uma diferença de cerca de 17% (uns 18 milhões de votantes)

 

– Com vantagem de Bolsonaro sobre Haddad –

 

Nas intenções de votos entre ambos (registados nesta 1ª volta) deixando-nos prever uma 2ª volta (Presidencial) de resultados para já incertos (ainda faltando quase três semanas para a suas realização): mas certamente com Jair Bolsonaro (sempre a subir nas intenções de voto) partindo da Pole Position.

 

E com mais de 20% dos eleitores brasileiros não tendo comparecido nas urnas (uns 30 milhões de votantes) e com todas as coligações possíveis ainda suscetíveis de se concretizar (mas dado o cenário político atual podendo não ser conseguida ou até ser contra produtiva),

 

Bastando a BOLSONARO

(para Vencer)

Manter-se no rumo

(pelos vistos certo, diga o que diga)

 

1024px-Urna_eletrônica.jpeg

Máquina eletrónica de voto

(Acusada de fraude pelos apoiantes de Bolsonaro)

A favor de Haddad e não permitindo a vitória de Jair na 1ª volta

 

E a HADDAD

(não conseguindo substituir Lula)

Mudar de rumo

(coligando-se e esperando um milagre):

 

Mas para tal tendo que ter o apoio doutros anteriores (e mais influentes) candidatos (e quantos mais melhor).

 

Seja como for e tal como Paulo Portas já previa (só que desejando que tal acontecesse, logo na 1ª volta)

 

– Ontem à noite na TV e tal como se fosse uma Pitonisa

(acertando certificando o produto – paciência fica para a próxima)

 

Muito provavelmente com Jair Bolsonaro a ser o próximo Presidente.

 

Num cenário de eleições incluindo (para além do Presidente) Senadores e Deputados e onde até dois dos seus (5) filhos (de diferentes mulheres de Jair Bolsonaro) foram igualmente eleitos: num Efeito Bolsonaro (um Sinal, um Aviso) tendo outro – Donald Trump – como modelo.

 

Ficando-se a saber algo mais no fim do dia 28 de Outubro.

 

(imagens: globo.com – wikipedia.org)

publicado por Produções Anormais - Albufeira às 16:49

Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO